Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/6963
Título: Avaliação do tratamento da hipertensão arterial com técnicas de relaxamento físico e mental no Hospital de Messejana
Título em inglês: Evaluation of treatment of hypertension with the techniques of physical and mental relaxation in Messejana Hospital
Autor(es): Silva, Frederico Augusto de Lima e
Orientador(es): Lima, José Wellington de Oliveira
Palavras-chave: Hipertensão
Terapia de Relaxamento
Data do documento: 1998
Citação: SILVA, F. A. L. (1998)
Resumo: O papel das técnicas de relaxamento físico e mental no controle da pressão arterial permanece mal definido em função de aspectos como efeito placebo, número pequeno de estudos com grandes populações e dificuldades técnicas e metodológicas. Este estudo examinou o impacto de uma sessão de relaxamento físico e mental sobre a pressão arterial de 64 pacientes portadores de hipertensão arterial grau I. Os pacientes foram divididos em 2 grupos. O primeiro grupo foi constituído per 41 pacientes que além do relaxamento usaram medicação antihipertensiva (betabloqueadores ou diuréticos). O segundo foi composto per 23 pacientes que só realizaram o relaxamento. A pressão arterial dos pacientes foi aferida através de um sistema de monitorização ambulatorial da pressão arterial (MAPA) nas 24 horas subsequentes ao relaxamento. Os resultados mostraram que houve redução da pressão arterial sistólica e diastólica nos dois grupos (PAS=27mmHg PAD=20mmHg no primeiro grupo e PAS=20mmHg e PAD=15mmHg no segundo) com valores mais acentuados no grupo que usou medicação hipotensora. Nós concluímos que as técnicas de relaxamento reduziram os níveis da pressão arterial em valores que variaram em função do fenômeno estresse de Iigação. Recomendamos novos estudos comparando intervenções comportamentais e farmacológicas combinadas, além de se procurar delinear a magnitude do efeito placebo e determinar a influencia das características de personalidade dos pacientes nos resultados obtidos.
Abstract: The role of the phisical and mental relaxation thecnics in blood pressure control remains ill-defined because of placebo effects, small study numbers and technical and methodological limitations. This study examined the impact of a phisical and mental relaxation’s session on the blood pressure of 64 subjects with hipertension type I. The patients were alocated in 2 groups. The first one with 41 subjects that used antihypertensive medication (betablockers or diuretics) and relaxation; the second group with 23 patients that used only relaxation technics. Blood pressure was evaluated using a 24-hr ambulatory blood pressure monitoring (ABPM). Results showed blood pressure reduction of the components sistolic and diastolic in the two groups. The results were improved in the first group. (SBP=27mmHg DBP=20mmHg and SBP=20mmHg DBP=15mmHg) We concluded that the relaxation technics reduced blood pressure with a large variation because the linkstress phenomenon. We recomend future research with combined behavioral and pharmacological interventions and further explorations trying to determine the capability of placebo effects and personality characteristics to alter the outcome.
Descrição: SILVA, Frederico Augusto de Lima e. Avaliação do tratamento da hipertensão arterial com técnicas de relaxamento físico e mental no Hospital de Messejana. 1998. 100 f. Dissertação (Mestrado em Saúde Pública) - Universidade Federal do Ceará. Faculdade de Medicina, Fortaleza, 1998.
URI: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/6963
Aparece nas coleções:DSC - Dissertações defendidas na UFC

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
1998_dis_falsilva.pdf18,22 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.