Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/6982
Título: Construção e validação de um guia abreviado do protocolo de acolhimento com classificação de risco em pediatria
Título em inglês: Development and validation of an abbreviated guide to protocol the host with risk classification in pediatrics
Autor(es): Veras, Joelna Eline Gomes Lacerda de Freitas
Orientador(es): Ximenes , Lorena Barbosa
Palavras-chave: Estudos de Validação
Triagem
Pediatria
Data do documento: 2011
Citação: VERAS, J. E.G. L. F. Construção e validação de um guia abreviado do protocolo de acolhimento com classificação de risco em pediatria. 2011. 187 f. Dissertação (Mestrado em Enfermagem) - Faculdade de Farmácia, Odontologia e Enfermagem, Universidade Federal do Ceará, Fortaleza, 2011.
Resumo: O acolhimento com classificação de risco (ACCR) a pacientes pediátricos nos serviços de emergência é uma estratégia adotada pelo Ministério da Saúde para organizar o atendimento conforme o grau de complexidade. A função do enfermeiro neste setor é acolher o paciente, identificar urgências e emergências com base na avaliação de critérios estabelecidos por protocolos e dar prioridade aos casos mais graves. Sendo assim, o estudo teve como objetivo construir e validar um guia abreviado do protocolo de ACCR em pediatria do município de Fortaleza-CE. Trata-se de uma pesquisa metodológica desenvolvida em duas etapas: elaboração do instrumento e validação de conteúdo. A elaboração da primeira versão do guia abreviado desenvolveu-se com base no conteúdo do protocolo ACCR de pediatria de Fortaleza, além de outros instrumentos, tais como: Paediatric Triage Tool, Canadian Paediatric Triage and Acuity Scale (PaedCTAS) e Manchester Triage System (MTS), entre outros. Apresenta-se em material com trinta células de um quadro, subdivididas em cinco colunas e sete linhas. A primeira linha identifica os tópicos das colunas através de cinco indicadores de risco denominados vias aéreas/respiração, circulação/hemodinâmica, nível de consciência, dor, eliminação/hidratação. Cada indicador de risco foi subdividido em duas colunas referentes a queixas principais e sinais e sintomas. A primeira versão do guia abreviado foi submetido à avaliação por nove juízes, sendo quatro docentes/pesquisadores experts em psicometria, denominados juízes de conteúdo selecionados por meio da pesquisa por “Assunto” na Plataforma Lattes e, cinco enfermeiros residentes em Fortaleza, com experiência clínica em classificação de risco – juízes técnicos, selecionados por meio da amostragem por bola de neve. Todos os juízes atingiram pontuação acima do mínimo exigido no sistema de classificação de experts adotado. Na validação de aparência, os juízes consideraram os 25 (100%) itens, claros e compreensíveis com um percentual de concordância de 77,8%. Dos 25 itens (queixas principais e sinais e sintomas), 23 (92%), foram considerados pertinentes à classificação de risco relacionada nas cores vermelha, laranja, amarelo, verde e azul. Todos os juízes (N=9; 100%) caracterizaram os indicadores de risco como adequados ao conteúdo dos itens (queixa principal e sinais e sintomas). Para a validação de conteúdo quanto à relevância dos itens no guia abreviado, 17 (68%) foram considerados relevantes e, 8 (32%) não relevantes pelos juízes. No entanto, julgou-se oportuno realizar avaliação do grau de relevância dos itens e do instrumento como um todo, por meio da aplicação do cálculo do Índice de Validade de Conteúdo (IVC) e obteve-se IVC geral do instrumento igual a 0,98 e o IVC dos itens variando de 1 a 0,888889. Não havendo, portanto, necessidade de retirar os 8 itens com concordância inferior a 80%. Por sugestão dos juízes, foram feitas alterações no layout, estrutura e conteúdo dos itens, chegando-se, assim, à versão final do guia abreviado. Concluiu-se, que se obteve um instrumento válido, capaz de medir corretamente o grau de complexidade clínica da criança e, confiável para utilização nos serviços de emergência garantindo, aos enfermeiros, reduzir o tempo de avaliação da criança e reduzir as chances de erro.
Abstract: The host with the risk rating (ACCR) to pediatric patients in emergency departments is a strategy adopted by the Ministry of Health to organize the service in accordance with the degree of complexity. The role of nurses in this sector is to accept the patient, identify emergencies and emergencies based on the evaluation criteria established by protocols and give priority to serious cases. However, the conflicting environment of the emergency services more difficult for nurses use protocols, evaluation of the child. The purpose of this study is to obtain a tool able to accurately assess the risk of patients quickly and reliably, to be used as an aid to the protocols. He had intended to construct and validate an abbreviated guide ACCR pediatric protocol in Fortaleza-CE. This is a research methodology developed in two stages: the instrument and content validation. The first abbreviated version of the guide was developed in light of the contents of the protocol in pediatric ACCR of Fortaleza, and followed the structural orientation of the instrument Paediatric Triage Tool (abridged version of scale Australian pediatric screening). Was assessed by nine judges, four teachers / researchers expert in psychometrics, content and so-called judges, five nurses with clinical experience in risk rating - technical judges, selected by experts classification system adopted. We used the strategy of "Subject Search" in the Platform Lattes for selection of judges and content, it was considered the social networks through sampling network technicians to select the judges. For validation of appearance, the court ruled the 25 (100%) items, clear and understandable by the concordance of 77.8%. We also analyzed the relevance of the items (Complaints and Major Signs and Symptoms) regarding classification of risk in the colors red, orange, yellow, green and blue, and considered to be the content of 23 (92%) of 25 items pertaining to related risk rating. Regarding the adequacy of risk indicators (airway/breathing, circulation/hemodynamics, level of consciousness, pain, elimination/hydration) the content of items 5 (100%) say they are relevant in the opinion of the judges (N=9; 100%), characterizing the risk indicators as appropriate to the contents of the "main complaints" and "Signs and Symptoms" related. For the content validation of the relevance of short items in the guide, 17 (68%) were considered relevant, and 8 (32%) not relevant by judges. However, it was deemed appropriate to carry out assessment of the relevance of items and the instrument as a whole, by applying the calculation of the Content Validity Index (CVI) CVI and obtained equal to 0.98. And there is therefore no need to remove the 8 items with less than 80% agreement. In the second abbreviated version of the Guide, there were changes to the layout, structure and content of items, suggestion of judges. It was concluded, they earned a valuable instrument that can accurately measure the degree of clinical complexity of the child, and reliable for us in providing emergency services, nurses, reduce the evaluation time of the child and reduce the chances of error.
URI: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/6982
Aparece nas coleções:DENF - Dissertações defendidas na UFC

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
2011_dis_jeglfveras.pdf13,45 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.