Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/7031
Título: Estudo da citologia oncótica convencional e da detecção do DNA-HPV pela captura de híbridos II no rastreamento primário de lesões pré-neoplasicas e neoplásicas cervicais
Título em inglês: Study of conventional cytology oncótica and the detention of the dna-hpv for the capture of hybrids ii in the primary tracking of cervical injuries pré-neoplásicas and neoplásicas
Autor(es): Veras, Tânia Maria Cruz Werton
Orientador(es): Pinheiro, Luiz Gonzaga Porto
Palavras-chave: Neoplasias do Colo do Útero
Esfregaço Vaginal
Prevenção de Câncer de Colo Uterino
Data do documento: 2005
Citação: VERAS, T. M. C. W. (2005)
Resumo: Objetivos: avaliar o desempenho da citologia oncótica convencional e da captura de híbridos II na detecção de lesões cervicais neoplásicas e pré-neoplásicas. Sujeitos e Métodos: foram recrutadas aleatoriamente 1685 mulheres, da demanda espontânea de postos de saúde da rede pública, em cinco municípios do estado do Ceará. As pacientes, após assinarem termo de consentimento, responderam a um questionário pré-elaborado e, a seguir, foram submetidas à coleta de material para CO, CH II e à realização de colposcopia, que, sendo positiva, levou à imediata biópsia dirigida das áreas anormais. Os dados foram digitados no programa Microsoft Excel 2000 e analisados no SPSS-for Windows, versão 10.0. O desempenho da CO e CH II foram calculados através da sensibilidade, especificidade, dos valores preditivos positivo e negativo e dos respectivos intervalos de confiança de 95%. Considerou-se, para análise, como padrão ouro negativo, o resultado da colposcopia negativo ou resultado negativo no exame histopatológico e, como padrão ouro positivo, o resultado positivo do histopatológico. Avaliaram-se dois pontos de corte distintos: qualquer achado pré-neoplásico e neoplásico do colo uterino e achados de lesões intra-epiteliais de alto grau ou câncer. Resultados: 56 mulheres (3,4%) apresentaram atipias celulares na CO, sendo a CH II positiva em 315 (19%). Embora 337(20,32%) mulheres tenham sido positivas em um dos testes, somente 19(1,1%) foram positivas nos dois. Entre as 150 que tiveram colposcopia positiva somente em 53 foram encontradas lesões no exame histopatológico, sendo a prevalência estimada de 3,2% para qualquer lesão e de 0,4% para lesões de alto grau/câncer. Considerando o ponto de corte o achado de qualquer lesão pré-neoplásica ou neoplásicas, a sensibilidade encontrada para a CO e a CH II foi de 30,2% e de 71,7%, respectivamente. A especificidade dos testes mencionados foi de 97,5% e de 82,7%. O VPP e VPN da CO foram de 28,6% e de 97,7%, respectivamente. Já o VPP e VPN da CH foram 12,1% e 98,9%. Considerando o ponto de corte lesões de alto grau ou câncer, temos: sensibilidade e especificidade da CO de 28,6% e de 99,9%, enquanto os VPP e VPN foram de 54,8% e de 99,7%, respectivamente. A CH II alcançou 100% de sensibilidade e 81,3% de especificidade. Os VPP e VPN ficaram em 2,2% e 100%. Conclusão: o teste de detecção do DNA-HPV pela CH II foi mais sensível, porém menos específico que a CO. Quando associado à CO, melhora significativamente a detecção das lesões cervicais, principalmente as de alto grau e câncer. Para este grupo de lesões, a CH II isolada apresentou melhor especificidade sem perda da sensibilidade, mostrando-se um bom teste para o rastreamento primário.
Abstract: Objective: to compare the usual Pap smear (Papanicolaou) and the Hybrid Capture II tests in detecting cervical intraepithelial neoplasia in women of Ceara State. Subjects and Methods: 1685 women were enrolled from routine practice in five municipalities of the main Ceará State Health Regions. The whole study was explained to the volunteers, who accepted to participate by signing an informed consent form. The study procedures included filling a questionaire and a cervical sample collection, done by a physician, for cytology and HPV-DNA Hybrid Capture, followed by a complete colposcopic evaluation with directed biopsy if necessary. Data were analyzed in Statistical Package for Social Sciences - SPSS - for Windows 10.0. The accuracy of both tests – Pap smear and Hybrid Capture II - was evaluated by using the sensitivity, specificity, positive predictive value, negative predictive value and the respective 95% confidence intervals. The negative colposcopic examination or negative histological result were considered gold standard for negative results. Positive histological results were considered gold standard for positive results. Results: 56 women (3,4%) had abnormal pap smear. Hybrid Capture tests were positive in 315 women (19%). Despite 337 (20,32%) tests had positive results for one of the two tests, only 19 (1,1%) were positive in both tests. Lesions were detected in 53 women among those 150 considered positive in colposcopic examination. The prevalence for any lesion was estimated in 3,2% and for high grade lesions and cancer in 0,4%. Using the cut-off point as the finding of any cervical lesion, the sensitivity of pap smear and HC II was 30,2% and 71,7%, respectively. The specificity for pap smear and HC II was 97,5% and 82,7%, respectively. The positive and negative predictive value for pap smear was 28,6% and 97,7%, respectively. The positive and negative predictive value for HC II was 12,1% and 98,9%, respectively. By using the cut-off value as high grade cervical lesions and cancer, the sensitivity and specificity for pap smear were 28,6% and 99,9%, respectively, and the positive predictive value and negative predictive value for the same test were 54,8% and 99,7%. The sensitivity and specificity for HC II were 100% and 81,3%, respectively, as well as 2,2% and 100% for positive and negative predictive value. Conclusions: hybrid Capture II test was more sensitive than pap smear, however Hybrid Capture II test was less specific than pap smear. When both tests were used together for detecting cervical lesions the results improved significantly, mainly high grade lesion and cancer. For this group of lesions, HC II alone, presented better specificity, without loss of the sensitivity, apparently it’s a good test for primary sceening.
Descrição: VERAS, Tânia Maria Cruz Werton. Estudo da citologia oncótica convencional e da detecção do DNA-HPV pela captura de híbridos II no rastreamento primário de lesões pré-neoplásicas e neoplásicas cervicais. 2005. 94 f. Dissertação (Mestrado em Tocoginecologia) - Universidade Federal do Ceará. Faculdade de Medicina, Fortaleza, 2005.
URI: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/7031
Aparece nas coleções:DSMI - Dissertações defendidas na UFC

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
2005_dis_tmcwveras.pdf1,14 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.