Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/7049
Título: Neurolise em pacientes com hanseníase : um tratamento alternativo em neurite resistente a corticoterapia
Título em inglês: Neurolysis in patients with leprosy : an alternative treatment for neuritis resistant to steroid therapy
Autor(es): Alencar, Maria de Jesus Freitas de
Orientador(es): Heukelbach, Jorg
Palavras-chave: Hanseníase
Saúde Pública
Data do documento: 2007
Citação: ALENCAR, M. J. F. (2007)
Resumo: Nos últimos anos, a prevalência da hanseníase no Brasil vem sendo reduzida, entretanto, o número de pessoas com incapacidades resultantes de neurite crônica continua alto. O tratamento padrão da neurite hansênica se constitui de corticoterapia oral. Em casos resistentes à corticoterapia, pode ser realizada intervenção cirúrgica descompressiva, denominada neurolise. Dados sobre a efetividade da neurolise são escassos na literatura. Com o objetivo de avaliar o déficit sensitivo-motor antes e após neurolise, realizou-se um estudo retrospectivo. Foram incluídos portadores de hanseníase submetidos à neurolise na referência estadual de Rondônia, nos anos de 2000 a 2003. Dados sócio-demográficos e clínicos foram coletados do livro de registro de cirurgias do hospital, dos prontuários e da base de dados do Sistema Nacional de Agravos de Notificação. Para avaliar o grau de comprometimento sensitivo e motor, foram criados escores ordinais baseadas nas avaliações clínicas . Dos 118 indivíduos incluídos, que foram submetidos a 297 neurolises, 74 (62,7%) eram do sexo masculino, noventa e seis (81,4%) foram classificados como portadores da forma clínica dimorfa. Somente (53,4%) estavam em tratamento com poliquimioterapia no momento da cirurgia. A mediana do tempo entre o primeiro episódio de neurite e a neurolise foi de um ano (máximo = 12,3 anos). A mediana do escore semi-quantitativo sensitivo diminuiu de 5 para 3 (nervo ulnar), de 3 para 2 (nervo mediano), e de 9,5 para 7,5 (nervo tibial posterior; todos p<0,001). Noventa por cento dos pacientes com déficit sensitivo grave do nervo ulnar antes da cirurgia apresentaram um escore melhor após a cirurgia. Na análise, um escore sensitivo alto do nervo ulnar (OR ajustada = 1,9; IC 95%: 1,37 – 2,65; p<0,001) e do nervo tibial posterior antes da cirurgia (OR ajustada = 1,2; IC 95%: 1,02 – 1,39; p = 0,02), aumentaram a chance da melhora. O tempo entre o primeiro período de neurite e a cirurgia não modificou o resultado clínico de forma significativa. Similar à avaliação sensitiva, o escore motor dos nervos ulnar e fibular melhorou significativamente (ulnar: p = 0,03; fibular: p<0,001). Quase 60% dos pacientes submetidos à neurolise no nervo fibular apresentaram maior força muscular após a cirurgia. Os dados do estudo indicam que a neurolise é benéfica em casos de neurite hansênica, mesmo após um período prolongado de neurite. Faz-se necessário elaborar estratégias para aperfeiçoar a terapia da neurite hansênica com ênfase no monitoramento da função neural.
Abstract: In Brazil, the prevalence of leprosy has been reduced in the last years. However, there are still many people living with disabilities, resulting from chronic leprosy neuritis. Oral corticosteroid therapy is the standard treatment of neuritis. In case of unsuccessful treatment, a surgery, the so-called neurolysis, or external decompression, may be indicated. Data about the effectiveness of neurolysis are scanty. To assess the degree of sensory and motor loss before and after neurolysis, we performed a retrospective study. Leprosy patients were included, that had received neurolysis of peripheral nerve trunks in the reference hospital of Rondônia State (North Brazil), between 2000 and 2003. Socio-demographic and clinical data were collected from the hospital’s registry of surgeries, from patients’ charts and from the Notifiable Diseases Database (“Sistema Nacional de Informação de Agravos de Notificação”). To assess the degree of sensory and motor deficiencies, we created an ordinal score based on the clinical evaluations. Of the 118 individuals included (in total 297 neurolyses), 74 (62,7%) were males. Ninety-six (81,4%) patients were classified clinically with borderline leprosy. Only (53,4%) of the patients were under multi-drug therapy at the moment of neurolysis. The median time between the first episode of neuritis and the surgery was one year (maximum = 12,3 years). The median of the score reduced from 5 to 3 (ulnar nerve), from 3 to 2 (median nerve) and from 9,5 to 7,5 (posterior tibial nerve; all p<0,001). Ninety % of patients with severe sensory deficiency before surgery presented with an improved score after neurolysis. In the multivariate analysis, only the sensitive score of the ulnar nerve (adjusted OR = 1,9; 95% CI: 1,38 – 2,65; p<0,001) and the sensitive score of the posterior tibial nerve (adjusted OR = 1,2; 95% CI: 1,02 – 1,39; p = 0,02) before surgery were factors increasing the chance of improvement. The clinical classification and the period between the first episode of neuritis and surgery did not modify the clinical result significantly. Similar to the sensory evaluation, the motor score of the ulnar and common peroneal nerves improved significantly after surgical intervention (ulnar nerve: p = 0,03; comnor peroneal nerve: p<0,001). Almost 60% of the patients operated on the common peroneal nerve presented more muscle strength. The data of the present study indicate that neurolysis is of important benefit in leprosy neuritis, even after a prolonged period of neuritis. Strategies need to be elaborated to improve the therapeutic options in the treatment of leprosy neuritis.
Descrição: ALENCAR, Maria de Jesus Freitas de. Neurolise em pacientes com hanseníase : um tratamento alternativo em neurite resistente à corticoterapia. 2007. 104 f. Dissertação (Mestrado em Saúde Pública) - Universidade Federal do Ceará. Faculdade de Medicina, Fortaleza, 2007.
URI: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/7049
Aparece nas coleções:DSC - Dissertações defendidas na UFC

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
2007_dis_mjfalencar.pdf1,64 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.