Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/7084
Title in Portuguese: Infecção relacionada à assistência à saúde : conhecimento, habilidade e atitude de acadêmicos de enfermagem e medicina
Title: Infection related to health care : knowledge, skill and attitude of nursing students and medical
Author: Silva, Vanessa Dias da
Advisor(s): Rodrigues , Jorge Luiz Nobre
Keywords: Infecção
Assistência à Saúde
Estudantes de Medicina
Issue Date: 2012
Citation: SILVA, V. D. da. Infecção relacionada à assistência à saúde : conhecimento, habilidade e atitude de acadêmicos de enfermagem e medicina. 2012. 85 f. Dissertação (Mestrado em Saúde Pública) - Faculdade de Medicina. Universidade Federal do Ceará, Fortaleza, 2012.
Abstract in Portuguese: As Infecções Relacionadas à Assistência à Saúde (IRAS) são complicações decorrentes da manipulação do paciente em serviços de saúde, que se tornaram importante foco de atenção nas últimas décadas, representando sério problema de saúde pública, pelo fato de ser prevenível por meio de simples cuidado, como a higiene das mãos. O objetivo do estudo foi caracterizar o conhecimento, a habilidade e atitude de acadêmicos de enfermagem e medicina relacionados às IRAS. Trata-se de um estudo observacional, de caráter descritivo e analítico, realizado nos cursos de graduação em Enfermagem e Medicina de universidade pública federal de Fortaleza-CE, Brasil. A coleta de dados ocorreu de setembro a dezembro de 2011, a amostra foi não casual e de julgamento com 61 acadêmicos, sendo 28 do curso de Enfermagem (6º semestre) e 33 de Medicina (7º semestre). A coleta de dados foi através de questionário e instrumento de observação. Os dados foram processados estatisticamente com o software SPSS e o teste Qui-Quadrado foi utilizado para medir a correlação entre conhecimento, habilidade e atitude entre os acadêmicos de Enfermagem e Medicina. Foram respeitados os preceitos éticos da resolução 196/96. O grupo estudado foi constituído por 70,5% de mulheres, com média de idade de 22,6 anos (± 1,9). A maioria dos acadêmicos relatou contato com o tema IRAS durante a graduação, 100% Enfermagem e 87,9% Medicina, porém informaram que o conteúdo abordado foi parcialmente suficiente para o desempenho profissional com ênfase nessa temática. Observou-se que os acadêmicos de Enfermagem e Medicina possuíam na sua maioria conhecimento eficaz sobre IRAS; quanto à atitude 100% dos acadêmicos de Enfermagem e 93,9% de Medicina possuíam interesse em ampliar seus conhecimentos em IRAS; quanto à habilidade em higiene das mãos, apenas 35,7% dos acadêmicos de enfermagem e 15,1% de medicina empregaram a técnica correta. Concluiu-se com este estudo que os acadêmicos de enfermagem e medicina tendem a egressar da graduação com déficit de conhecimento e habilidade sobre IRAS, pois os conteúdos abordados durante a graduação de ambos não gera conhecimento sólido, portanto estes acadêmicos passam a ter habilidades deficientes para assistência ao paciente, prevenindo IRAS, assim como não gera interesse para que detenham de atitude de busca por maior conhecimento sobre tal temática.
Abstract: Healthcare Associated Infections (HCAI) are complications resulting from patient handling at health services, which have turned into an important care focus in recent decades and represent an important public health problem, due to the fact that they are preventable through simple care acts like hand washing. The aim in this study was to characterize the knowledge, skills and attitudes of nursing and medical students about HCAI. A descriptive and analytical observation study was undertaken in the undergraduate programs in nursing and medicine offered at a federal public university in Fortaleza-CE, Brazil. Data were collected between September and December 2011, in a non-casual and judgment sample of 61 students, 28 from the nursing program (6th semester) and 33 from the medicine (7th semester). Data were collected with the help of a questionnaire and an observation instrument. For the statistical processing of the data, the software SPSS was used, and the Chi-Square test was applied to measure the correlation between knowledge, skills and attitudes among nursing and medical students. The ethical premises of resolution 196/96 were complied with. The study group was 70.5% female, with a mean age of 22.6 years (± 1.9). Most students indicated they had contact with the theme HCAI in their undergraduate program, 100% in nursing and 87.9% in medicine, but informed that the contents addressed were only partially sufficient for the sake of professional performance with emphasis on this theme. As observed, the knowledge of most nursing and medical students about HCAI is good; concerning attitude, 100% of the nursing and 93.9% of the medical students are interested in enhancing their knowledge about HCAI; with regard to attitude, 100% of the nursing and 93.9% of the medical students are interested in expanding their knowledge about HCAI: only 35.7% of nursing and 15.1% of medical students employed the correct hand washing technique. In conclusion, nursing and medical students tend to graduate with deficient knowledge and skills about HCAI, as the contents addressed during their undergraduate program do not produce solid knowledge, resulting in deficient skills to prevent HCAI in patient care, and do not arouse interest in assuming an attitude to gain further knowledge about the theme.
URI: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/7084
metadata.dc.type: Dissertação
Appears in Collections:DSC - Dissertações defendidas na UFC

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2012_dis_vdsilva.pdf826,86 kBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.