Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/7255
Title in Portuguese: Administração de medicamentos para crianças nascidas expostas ao vírus da imunodeficiência humana
Title: Administration of medications for children born exposed to human immune deficiency virus
Author: Freitas, Julyana Gomes
Cunha, Gilmara Holanda da
Barroso, Léa Maria Moura
Galvão, Marli Teresinha Gimeniz
Keywords: Cuidados de Enfermagem
HIV
Enfermagem Materno-Infantil
Issue Date: 2013
Publisher: Acta Paulista de Enfermagem
Citation: FREITAS, J. G. ; CUNHA, G. H. da ; BARROSO, L. M. M. ; GALVÃO, M. T. G. Administração de medicamentos para crianças nascidas expostas ao vírus da imunodeficiência humana. Acta Paulista de Enfermagem, São Paulo, v. 26, n. 1, p. 42-49, 2013.
Abstract in Portuguese: Objetivo: Avaliar a capacidade de mães com HIV/Aids de administrar a zidovudina e a profilaxia com sulfametoxazol-trimetoprima aos filhos nascidos expostos ao HIV. Métodos: Estudo transversal e quantitativo, realizado em hospital de referência no atendimento a casos de HIV/Aids em Fortaleza (CE), Brasil. Utilizou-se a Escala de Avaliação da Capacidade para Cuidar de Crianças Expostas ao HIV, que foi respondida por 60 mães. Resultados: O nível de capacidade de administrar a zidovudina variou de moderado a alto, sem diferenças significantes em relação às variáveis maternas (p>0,05). Em relação à administração do sulfametoxazoltrimetoprima, o nível de capacidade variou entre baixo, moderado e alto. A variável materna “paridade” apresentou relação com o nível de cuidado alto (p=0,051). Conclusão: O nível de capacidade das mães para administrar o AZT xarope (Fator I) variou de moderado a alto e para administrar e SMZ-TMP (Fator IV), o nível de capacidade de administração distribuiu-se sem diferença entre baixo, moderado e alto.
Abstract: Objective: To evaluate HIV-positive mothers’ ability to administer zidovudine and trimethoprim-sulfamethoxazole (SMZ/TMP) prophylaxis for HIV-exposed infants. Methods: This cross-sectional and quantitative study was carried out at a reference hospital for HIV/AIDS patients in Fortaleza (CE), Brazil. A total of 60 mothers responded to the ability assessment scale for the care of HIV-exposed children. Results: The level of ability to administer zidovudine varied from moderate to high. Maternal variables did not show significant differences (p>0.05). TMP/SMZ administration varied from low, moderate, and high. The variable “parity” was related to a high level of care (p=0.051). Conclusion: The level of ability of mothers to administer AZT syrup (factor I) varied from moderate to high; with SMZ-TMP administration (factor IV), no difference among low, moderate, and high was seen.
URI: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/7255
ISSN: 1982-0194 Online
Appears in Collections:DFIFA - Artigos publicados em revista científica

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2013_art_ghcunha1.pdf503,65 kBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.