Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/7284
Title in Portuguese: Helicobacter pylori, níveis séricos de ferritina, vitamina B12, ácido fólico e a dinâmica da infecção em indivíduos de uma comunidade de baixa renda
Title: Helicobacter pylori, serum ferritin, vitamin B12, folic acid and the dynamics of infection in individuals in a low-income community
Author: Fialho, Andréa Bessa Campelo Braga
Advisor(s): Vasconcelos , Paulo Roberto Leitão de
Co-advisor(s): Braga, Lúcia Libanêz Bessa Campelo
Keywords: Helicobacter pylori
Anemia
Ferritinas
Issue Date: 2012
Citation: FIALHO, Andréa Bessa Campelo Braga. Helicobacter pylori, níveis séricos de ferritina, vitamina B12, ácido fólico e a dinâmica da infecção em indivíduos de uma comunidade de baixa renda. 2012. 72 f. Dissertação (Mestrado em Cirurgia) - Universidade Federal do Ceará. Faculdade de Medicina, Fortaleza, 2012.
Abstract in Portuguese: A infecção pelo Helicobacter pylori é uma das infecções mais prevalentes do mundo. Existem fortes evidências de que a transmissão dessa bactéria ocorre na infância, e estudos epidemiológicos em crianças são essenciais para que se entenda os aspectos relacionados com a dinâmica da infecção e suas conseqüências. Previamente pesquisadores vinculados ao Laboratório de Gastroenterologia da Universidade Federal do Ceará avaliaram a prevalência de H.pylori em crianças até quatorze anos de idade em uma comunidade fixa de baixa renda, denominada Parque Universitário. No presente estudo, foi realizado outro corte transversal aproximadamente oito anos após a análise inicial nesse mesmo grupo de crianças, com o objetivo de avaliar a dinâmica da infecção e se as crianças infectadas são mais susceptíveis a terem anemia, deficiência de ferrritina, folato e vitamina B12 do que as não infectadas. A infecção por H. pylori foi avaliada em 133 crianças por meio do teste respiratório, previamente validado para a população brasileira. Foram coletadas amostras de sangue em 108 crianças para a realização de hemograma e a dosagem de concentrações séricas de ferritina, vitamina B12 e folato por meio da técnica de quimioluminescencia utilizando Immulite ® 2000. A prevalência da infecção por H. pylori nas crianças foi de 53,4% (71/133) em 2000, enquanto a prevalência de H. pylori nas mesmas crianças em 2008 foi de 64,7% (86/133). Após 8 anos, a maioria (88,7%) das crianças H. pylori positivas permaneceram infectadas. A taxa de aquisição da infecção por H. pylori após 8 anos da análise inicial foi de 17,3% (23/133) e a taxa de cura espontânea da infecção foi de 6% (8/133). As taxas de aquisição foram maiores em crianças com idade de 10 anos ou menos, atingindo 30,2% em crianças menores de 5 anos. A prevalência da infecção em crianças com menos de 5 anos aumentou de 39.6% em 2000 para 62,2% em 2008 (p=0,020). Não houve diferença estatisticamente significante entre anemia, concentrações séricas de ferritina, vitamina B12 e folato em indivíduos H. pylori positivos comparados aos H. pylori negativos. Em conclusão, a infecção por H. pylori é adquirida precocemente na infância, com altas taxas de aquisição em crianças com 10 anos ou menos. Não foi encontrado associação entre a infecção por H. pylori e anemia, níveis séricos de vitamina B12, ferritina e folato
Abstract: Helicobacter pylori infection is one the most prevalent infections in the world. There is a strong evidence that it is acquired in childhood. Therefore epidemiological studies in children are essential to understand the dynamics of this infection and also to evaluate the possible consequences of H. pylori infection in children. Previously it was evaluated the prevalence of H. pylori in children up to fourteen years of age at a low-income community called Parque Universitário. The present study is a cohort of a group of children eight years after the first study, with the aim of evaluating the dynamics of H. pylori infection and also to check if infected children are more likely to have anemia and ferrritin, folate and vitamin B12 deficiency when compared to non-infected children. The infection was evaluated in 133 individuals through the 13C urea breath test, previously validated for the brazilian population. Blood was sampled from 108 individuals to dose levels of ferritin, vitamin B12 and folate by chemiluminescence using Immulite ® 2000 and hemoglobin. The prevalence of H. pylori infection in the individuals was 53.4% (71/133) in 2000, while the prevalence of H. pylori in the same group in 2008 was 64.7% (86/133). It was found that after eight years, the majority (88.7%) of H. pylori positive individuals remained positive for infection. The rate of acquisition of infection by H. pylori after 8 years of the initial analysis was 17.3% (23/133) and the rate of loss of infection was 6% (8/133). The acquisition rates were higher in children younger than 10 years, reaching 30.2% in children younger than 5 years. The prevalence of infection in children under 5 years increased from 39.6% in 2000 to 62.2% in 2008 (p = 0.020). There was no statistically significant difference between anemia, serum ferritin, vitamin B12 and folate in H. pylori-positive individuals compared to H. pylori-negative. In conclusion, H. pylori infection is acquired early in childhood, with high rates of acquisition in children under 10 years. There was no association between H. pylori infection and anemia, serum vitamin B12 and folate levels among the individuals studied.
URI: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/7284
metadata.dc.type: Dissertação
Appears in Collections:DCIR - Dissertações defendidas na UFC

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2012_dis_abcbfialho.pdf1,09 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.