Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/7309
Title in Portuguese: Avaliação da eficácia da ultra-sonografia anorretal tridimensional dinâmica no diagnóstico de animus em mulheres com evacuação obstruída comparando com a eletromanometria anorretal
Title: Evaluation of the dynamic three-dimensional anorectal ultra-sonography effectiveness in animus assessment in women with obstructed defecation comparing with anorectal manometry
Author: Lima, Doryane Maria dos Reis
Advisor(s): Regadas , Francisco Sérgio Pinheiro
Keywords: Manometria
Evacuação
Canal Anal
Issue Date: 2006
Citation: LIMA, Doryane Maria dos Reis. Avaliação da eficácia da ultra-sonografia anorretal tridimensional dinâmica no diagnóstico de animus em mulheres com evacuação obstruída comparando com a eletromanometria anorreta. 2006. 98 f. Dissertação (Mestrado em Cirurgia) - Universidade Federal do Ceará. Faculdade de Medicina, Fortaleza, 2006.
Abstract in Portuguese: Aproximadamente metade dos pacientes constipados apresenta sintomas de evacuação obstruída, sendo o anismus uma das principais causas. O objetivo é demonstrar uma nova técnica utilizando a ultra-sonografia anorretal tridimensional dinâmica (USD-3D) para o diagnóstico do anismus e comparando os resultados com a eletromanometria anorretal. Foram utilizadas neste estudo prospectivo e comparativo 70 mulheres adultas com sintomas de evacuação obstruída provenientes do Serviço de Coloproctologia do Hospital Universitário Walter Cantídio da Universidade Federal do Ceará, no período entre maio de 2005 a agosto de 2006. A idade variou de 23-79, na média de 48.72 anos. Todas as pacientes foram inicialmente submetidas à eletromanometria anorretal e, a partir dos resultados, divididas em grupo I, constituído por 40 pacientes normais apresentando relaxamento da musculatura esfincteriana estriada ao esforço evacuatório e grupo II com as 30 pacientes restantes com diagnóstico de anismus. Em seguida, as pacientes de ambos os grupos foram submetidas à ultra-sonografia anorretal tridimensional dinâmica. A técnica consistiu em dois escaneamentos e as imagens estáticas e dinâmicas foram devidamente analisadas nos planos axial e longitudinal, observando-se as posições do músculo PR entre o repouso e o esforço evacuatório. Visando quantificar de forma objetiva os movimentos do músculo PR, foi desenvolvido no plano longitudinal mediano um ângulo constituído por uma linha traçada paralela à borda interna do PR ( 1.5cm ) com uma outra linha vertical, longitudinal ao eixo do canal anal. Esse ângulo é calculado no repouso e no esforço evacuatório, sendo a média no repouso de 88.37 º ± 4.05 no grupo I e de 89.13 º ± 5.73 no grupo II. Não houve diferença significativa entre os dois grupos no repouso ( p=0.51 ). A média do ângulo no esforço evacuatório no grupo I foi de 98.19 º ± 1.18 e no grupo II, de 84.94 º ± 1.31, ocorrendo diferença estatisticamente significante entre os dois grupos ( p<0.001 ). A ultra-sonografia anorretal tridimensional dinâmica demonstrou resultados concordantes com a eletromanometria anorretal em 92,86 % com relação ao diagnóstico de anismus em pacientes com sintomas de evacuação obstruída. Conclui-se que a técnica de ultra-sonografia anorretal dinâmica apresentada neste estudo pode ser considerada eficaz no diagnóstico do anismus e com a vantagem de demonstrar simultaneamente a conformação anatômica dos músculos esfincterianos.
Abstract: Approximately half of the constipated patients shows symptoms of obstructed defecation and anismus is one of the main causes. The aim of this study is to demonstrate a new technique using dynamic three-dimensional anorectal ultrasonography for diagnosis of anismus and compare the results with anorectal manometry. This prospective and comparative study was carried out by seventy women with symptoms of obstructed defecation selected from the Colorectal Unit of the Walter Cantídio University Hospital of the Federal University of the Ceará, between may 2005 and august 2006. The mean age was 48 years old (range 23 – 79). All the patients were initially submitted to anorectal manometry and then, depending on the results, separated into two groups. Group I, consisting of forty patients with normal results and presenting anal striated muscles relaxation during straining and group II with the thirty remaining patients with diagnosis of anismus. Subsequently, the patients from both groups were submitted to dynamic three-dimensional anorectal ultrasonography. The method consisted of two automatic scans at rest and during straining. Then, both images were analyzed in the axial and longitudinal planes in order to identify the PR movements. The technique consisted to determine an angle between a line traced parallel to the internal edge of the PR ( 1.5cm ) with another vertical and perpendicular line with the anal canal axis. This angle is calculated at rest and during straining and the average resting angle size was 88.37 º ± 4.05 in group I and 89.13 º ± 5.73 in group II, without significant difference between them ( p=0.51 ). The mean angle size during straining was of 98.19 º ± 1.18 in group I and 84.94 º ± 1.31 in group II, showing significant statistical difference ( p<0.001 ). Thus, the dynamic three-dimensional anorectal ultrasonography showed the same results of the anal manometry in 92.86 % of the patients regarding anismus diagnosis in patients with symptoms of obstructed defecation. As a conclusion, the dynamic ultrasonography technique showed to be considered efficient for anismus diagnosis, with the advantage to simultaneously demonstrate the anatomical conformation of the anal canal.
URI: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/7309
Appears in Collections:DCIR - Dissertações defendidas na UFC

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2006_dis_dmrlima.pdf1,28 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.