Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/7310
Title in Portuguese: Ornitina alfa-cetoglutarato na isquemia-reperfusäo intestinal em ratos
Title: Ornithine alpha-ketoglutarate in intestinal ischemia-reperfusion in rats
Author: Gonçalves, Eduardo Silvio Gouveia
Advisor(s): Vasconcelos, Paulo Roberto Leitão de
Keywords: Isquemia
Reperfusão
Glutamina
Issue Date: 2009
Citation: GONÇALVES, Eduardo Sílvio Gouveia. Ornitina alfa-cetoglutarato na isquemia-reperfusão intestinal em ratos. 2009. 138 f. Dissertação (Mestrado em Cirurgia) - Universidade Federal do Ceará. Faculdade de Medicina, Fortaleza, 2009.
Abstract in Portuguese: Objetivo: Avaliar os efeito da ornitina α-cetoglutarato (OKG) no sangue e tecido intestinal de ratos submetidos à isquemia/reperfusão intestinal através da determinação das concentrações in vivo no sangue e no tecido do intestino delgado, submetido a isquemia/reperfusão, de glicose, G 6 PDH, piruvato, acetoacetato, lactato, 3 HBDH, glutationa, T-Bars, mieloperoxidase, CPK e LDH. Método: Sessenta ratos (Rattus norvergicus albinus, Rodentia Mammalia) foram distribuídos aleatoriamente em cinco grupos de 12 animais: Sham 0’ (s0’), Sham 30’ (s30’), Sham 60’ (s60’), Isquemia (i30’), Reperfusão (r30’). Estes grupos foram distribuídos em subgrupos de acordo com o tempo e com o composto utilizado na gavagem. Todos os animais receberam gavagem de caseinato de cálcio ou OKG em dose única, trinta minutos antes da laparotomia exploradora (LE). Os subgrupos s0’CaCa s30’CaCa, s60’c, i30’CaCa e r30’CaCa receberam apenas caseinato, de cálcio. Os subgrupos s0’OKG, s30’OKG, s60’OKG, i30’OKG e r30’OKG receberam OKG na dose de 5g/kg de peso. As amostras foram colhidas em cinco momentos: imediatamente após a LE; após 30 minutos da LE; Após 1h da LE; Após 30 minutos de isquemia; Após 30 minutos de reperfusão. A estatística discritiva foi expressa através da média, erro e desvio padrão, acompanhando-se pelo intervalo de confiança da média a 95% . Para comparar os valores pré e pós-procedimentos nas concentrações das variáveis estudadas foram empregados os teste “t” de Student pareado (para variância homogênea e heterogênea) e ANOVA após análise de normalidade através do teste Kolmogorov-Smirnov. Quando observou a não normalidade aplicou-se o teste de Kruskal-Wallis. Resultados: Os resultados apontaram um aumento significativo na lactacemia (1.186 + 0,18 versus 0,794 + 0,06, p<0,01) nos animais que receberam OKG em relação ao controle nos subgrupos isquemia trinta minutos (i30’). No tecido intestinal reperfundido (r30’) ocorreu redução significativa da concentração de lactato (0,107 + 0,01 versus 0,266 + 0,02, p<0,05) nos animais recipientes de OKG em relação ao animais controle, O piruvato plasmático e tecidual se mostrou significantemente reduzido (0,146 + 0,24 versus 0,156 + 0,17 e 0,094 + 0,02 versus 0,248 + 0,03, p<0,05) após o período de reperfusào de trinta minutos nos animais recipientes da OKG em relação aos animais controle. Houve redução significativa da concentração do acetoacetato no tecido intestinal nos tempos pós isquemia e pós reperfusão dos animais recipientes da OKG (0,57 + 0,01 versus 0,0685 + 0,01 e 0,128 + 0,04 versus 0,156 + 0,03,*p<0,05) quando comparados ao animais não tratados. A glicose 6 PDH apresentou redução significativa da sua concentração plasmática no tempo isquemia trinta minutos dos animais recipientes da OKG em relação aos não tratados ( 0,1442 + 0,048 versus 1,1098 + 0,0796, *p<0,05) , ocorrendo o mesmo na concentração tecidual, no pós isquemia (0,1002 + 0,02 versus 0,147 + 0,0264, p<0,05). A LDH apresentou elevação significativa da sua concentração nos animais recipientes da OKG em relação ao controle (278,01 + 51,52 versus 132,93 + 12,54, *p<0,05) no grupo isquemia (i30’) . Ocorreu redução significativa da CPK no grupo reperfusão (r30’) dos animais recipientes da OKG em comparação aos animais controle (115,13 + 11,77 versus 166,70+6,23,p<0,05). A glutationa tecidual apresentou elevação significativa no sham OKG 30 minutos em relação ao nimais controle (59,17 + 2,39 versus 25,09 + 1.53, p<0,05) e redução significante no tempo isquemia, tanto nos animais OKG quanto CaCa. Durante o período de reperfusão a glutationa não apresentou alterações significativas entre os animais tratados e controle. A OKG influenciou de maneira significativa na redução da concentração da 3HDBH tecidual no tempo i30’ (0,062 + 0,01 versus 0,075 + 0,02,p<0,01) Esta diferença significativa foi mantida no sangue dos animais tratados no grupo reperfusão 30’OKG em relação aos animais r30’CaCa (0,03 + 0,00 versus 0,0615 + 0,01, p<0,01). A T-bars tecidual apresentou redução significante no grupo r30’OKG em comparação ao r30’CaCa (0,0522 + 0,03 versus 0,0745 + 0,02, p<0,05), com elevação significativa no grupo sham 60’CaCa em relação aos animais tratados 0,0937 + 0,02 versus 0,020 + 0,01, p<0,01). A oferta exógena da alfa-cetoglutarato não ocasionou nenhuma alteração significante nas concentrações de glicose e mieloperoxidase (MPO) entre os animais do subgrupo experimento quando comparados aos do subgrupo controle. Conclusões: Os procedimentos realizados foram suficientes para desencadear alterações significativas em alguns metabólitos estudados. O modelo de isquemia-reperfusão demonstrou efetividade. A oferta exógena OKG, em dose única por gavagem, sugere aumento na atividade pró-glicolíticas aeróbica a nível tecidual e sistêmico; proteção contra lesão celular do tecido intestinal, e efeito antioxidante tecidual e sistêmico durante a lesão de isquemia e após a lesão de reperfusão.
Abstract: Objective: To evaluate the effect of ornithine alpha-ketoglutarate (OKG) in the blood and intestinal tissue of rats submitted to intestinal ischemia/reperfusion, using the blood concentrations of glucose, G6PDH, pyruvate, acetoacetate, lactate, 3HBDH, glutathione, T-Bars, myeloperoxydase, CPK and LHD, evaluated in vivo on these tissues. Methods: Sixty rats (Rattus norvergicus albinus, Rodentia Mammalia) were selected and aleatorily distributed in five groups of twelve animals, which were: Sham0’(s0’), Sham30’(s30’), Sham60’(s60’), Isquemia(i30’), Reperfusão(r30’). These groups were distributed in subgroups according to the time and the compost used to the “gavagem”. All de animals received the “gavagem” with calcium caseinate or okg, only one dosage, thirty minutes before the exploratory laparotomy (EL). The subgroups s0’Ca, s30’Ca, s60’Ca, i30’Ca and r30’Ca received only calcium caseinate. The subgroups s0’okg, s30’okg, s60’okg, i30’okg and r30’okg received 5g of okg par each kilogram. The samples were taken in five moments: immediately passed the EL; passed 30 minutes of the EL; passed 60 minutes of the EL; passed 30 minutes of the isquemia; passed 30 minutes of the reperfusion. The descriptive statistics were media, error and standard deviation. The values before and after the procedures were compared using the “t” test (“Student pareado” to homogeny and heterogeny variation) and ANOVA. Then, it was used Kolmogorov-Smirnov to compare the normal results. The results were not normal, it was used the Kruskal-Wallis test. Results: It was shown an improvement on the blood lactate(1.186 + 0,18 versus 0,794 + 0,06, p<0,01) to the animals that received okg from i30’. A reduction on blood lactate lactato (0,107 + 0,01 versus 0,266 + 0,02, p<0,05) was noticed in the group r30’ that received okg. It occurred a reduction on plasmatic and tissue pyruvate reduzido (0,146 + 0,24 versus 0,156 + 0,17 and 0,094 + 0,02 versus 0,248 + 0,03, p<0,05) to the group r30’ that received okg. The acetoacetate was reduced to both groups, isquemia and reperfusion, that received okg0,57 + 0,01 versus 0,0685 + 0,01 e 0,128 + 0,04 versus 0,156 + 0,03,*p<0,05). The plasmatic glucose was reduced to the group i30’( 0,1442 + 0,048 versus 1,1098 + 0,0796, *p<0,05) treated with okg and the same happened to the tissue glucose after isquemia (0,1002 + 0,02 versus 0,147 + 0,0264, p<0,05). The LDH had an improvement (0,1002 + 0,02 versus 0,147 + 0,0264, p<0,05) to the group i30’ treated with okg. CPK was reduced (115,13 + 11,77 versus 166,70+6,23,p<0,05) to the group r30’ treated with okg. The tissue glutathione had an improvement to sham okg 30’ (59,17 + 2,39 versus 25,09 + 1.53, p<0,05) and a reduction on isquemia period to the animals treated with okg and CaCa . 3HBDH was reduced (0,062 + 0,01 versus 0,075 + 0,02,p<0,01) in the blood and in the tissues from i30’. This difference was kept to animals’ blood from r30’okg when related to r30’CaCa(0,03 + 0,00 versus 0,0615 + 0,01, p<0,01). There was a reduction on tissue T-BARS to r30’OKG when compared to r30’CaCa(0,0522 + 0,03 versus 0,0745 + 0,02, p<0,05) and an improvement to sham60’CaCa(0,0937 + 0,02 versus 0,020 + 0,01, p<0,01). Glicose and Myeloperoxydase were not affected by the use of okg. All the results were compared to the respective control groups. Conclusion: The used procedures could bring useful results to metabolites in study. The isquemia/reperfusion showed efficiency, offering exogen okg leads to a rising on glicolitic and aerobic activity to tissues and systems. This offer protects yet from the tissue injury and has antioxidant effect during the isquemia/reperfusion injury.
URI: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/7310
metadata.dc.type: Dissertação
Appears in Collections:DCIR - Dissertações defendidas na UFC

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2009_dis_esggoncalves.pdf1,55 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.