Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/7487
Título: Aplicação do k-means cluster para classificar estilos gerenciais
Autor(es): Guidini, Marilene Bertuol
Nascimento, Auster Moreira
Bone, Rosemarie Bröker
Alves, Tiago Wickstrom
Palavras-chave: Gestao Empresarial
Gestão participativa
Data do documento: 2008
Editor: Sandra Maria dos Santos
Citação: GUIDINI, M.B.; NASCIMENTO, A.M.; BONE, R.B.; ALVES, T.W.(2008)
Resumo: O objetivo desta pesquisa foi de realizar uma análise estatística a fim de classificar os estilos de gestão das organizações empresariais utilizando as técnicas de agrupamento através do k-means cluster. Limitou-se a abordar os estilos propostos por Likert (1975;1979): autoritário, benevolente, consultivo e participativo. Efetuou-se uma survey através de um questionário, com questões fechadas respondido por 111 controllers de empresas da revista Valor 1.000 entre os anos de 2000 a 2004. Para classificar os estilos aplicou-se o k-means cluster. Constatou- se que 45,95% das empresas apresentaram um estilo de gestão participativo, com aplicações eventuais de punições pela não consecução de metas; 29,73%, um estilo de gestão consultivo, também com eventuais punições; 7,21% apresentaram um estilo de gestão consultivo, com eventuais punições e um planejamento estratégico informal; 9,01%, um estilo consultivo, porém, sem a aplicação de punições ou de critérios de incentivos aos gestores; e, por fim, 8,11%, um estilo benevolente.
Resumo em espanhol: The objective of this research was to perform a statistical analysis in order to classify business organizations’ management styles through kmeans clustering. It is limited to addressing the authoritarian, benevolent, consultative and participatory styles as proposed by Likert (1975, 1979). A survey was conducted through a questionnaire with closed questions answered by 111 company controllers of Valor 1000 magazine between the years 2000 and 2004, and K-means cluster analysis was used to classify the styles. It was found that 45.95% of the companies had participative management style, with occasional application of penalties in case of nonachievement of targets; 29.73% had consultative management style, also with possible penalties; 7.21% had consultative management style with occasional application of penalties and informal strategic planning; 9.01% had consultative style, with no application of penalty or incentive criteria for managers; and, finally, 8.11%, had benevolent style.
Descrição: GUIDINI, M.B. et al. Aplicação do k-means cluster para classificar estilos gerenciais. Contextus: Revista Contemporânea de Economia e Gestão, Fortaleza, v. 6, n. 2, p. 25-34, jul./dez. 2008.
URI: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/7487
ISSN: 2178-9258
1678-2089
Aparece nas coleções:FEAAC - Artigos publicados em revistas científicas

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
2008_art_mbguidini.pdf227,96 kBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.