Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/7516
Title in Portuguese: Análise ambiental do alto curso da microbacia do Rio da Batateira no município de Crato/Ce: subsídios ao zoneamento ecológico-econômico
Author: Magalhães, Alexsandra de Oliveira
Advisor(s): Oliveira, Vládia Pinto Vidal de
Keywords: Geografia
Análise ambiental
Impactos ambientais
Zoneamento ecológico-econômico
Analyse environnementale
Impacts environnementaux
Zonage écologico-économique
Impacto ambiental
Zoneamento
Bacias hidrográficas
Issue Date: 2006
Citation: MAGALHÃES, Alexsandra de Oliveira. Análise ambiental do alto curso da microbacia do Rio da Batateira no município de Crato/Ce: subsídios ao zoneamento ecológico-econômico. 2006. 200 f. Dissertação (Mestrado em Geografia) - Centro de Ciências, Universidade Federal do Ceará, Fortaleza, 2006.
Abstract in Portuguese: A análise ambiental do alto curso da microbacia do Rio da Batateira objetiva um estudo que trata da identificação dos componentes da paisagem, associando-os às condições de uso e ocupação da terra, visando à elaboração de subsídios para o zoneamento ecológico-econômico dessa área. O Rio da Batateira compõe a rede de drenagem da microbacia 03, pertencente à sub-bacia hidrográfica do Rio Salgado. Esse rio tem suas nascentes nas fontes perenes que brotam na base da cornija de arenito, situada na parte superior da escarpa da Chapada do Araripe, no município do Crato. Apesar da sua importância ecológica e ambiental para o município, essa área vem passando por transformações paisagísticas causadas por impactos ambientais, como por exemplo, desmatamentos e queimadas indiscriminados; aceleração de processos erosivos; poluição hídrica superficial e subterrânea; acúmulo de lixo; contaminação dos solos por agrotóxicos; ocupação irregular das margens fluviais; sistema de alocação ilegal das águas fluviais entre outros. Esse trabalho fundamentou-se na análise sistêmica, de acordo com as concepções teóricas e metodológicas propostas por Bertrand (1972), Sotchava (1976) e os princípios ecodinâmicos de Tricart (1977), considerando também, os trabalhos sobre zoneamento geoambiental desenvolvidos por Souza (2000) para o Estado do Ceará. A elaboração deste apoiou-se nas seguintes etapas: a) reconhecimento detalhado da área de pesquisa, e posterior caracterização dos aspectos ambientais; b) elaboração do diagnóstico socioeconômico da área, enfatizando as formas de uso e ocupação da terra; c) interpretação de fotografias aéreas na escala 1:15.000, que subsidiou a elaboração do mapa básico, e em seguida, a partir do cruzamento de informações com o mapa do Zoneamento Agrícola (SEAGRI, 1988), confeccionou-se o mapa morfopedológico na escala 1:50.000; d) elaboração do mapa dos geossistemas e geofáceis, na escala 1:50.000, a partir dos mapas supracitados, objetivando a compartimentação das unidades ambientais; e) caracterização geoambiental das unidades da paisagem, enfocando suas potencialidades, limitações e impactos das atividades humanas; f) elaboração de subsídios para o zoneamento ecológico-econômico da área, com alternativas de adequação de uso e manejo ambiental dos recursos naturais na microbacia do Rio da Batateira. Por fim, vale salientar que, a implantação de ações voltadas para o desenvolvimento sustentável na área, possa minimizar os problemas ambientais, e tornar viável o uso dos recursos naturais. Para tanto, faz-se necessário orientar esse uso e ocupação da terra, através do zoneamento ecológico-econômico, a fim de que sejam resguardadas as áreas destinadas à preservação e/ou conservação ambiental.
URI: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/7516
metadata.dc.type: Dissertação
Appears in Collections:DGR - Dissertações defendidas na UFC

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2006_dis_aomagalhaes.pdf5,11 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.