Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/7528
Title in Portuguese: Avaliação do efeito do LASSBio-596, um análago da talidomida, na angiogênese inflamatória em córnea de coelho
Title: Evaluation of the effect of LASSBio-596, a thalidomide analogue, on inflammatory corneal angiogenesis in rabbits
Author: Ribeiro, João Crispim Moraes Lima
Advisor(s): Moraes Filho, Manoel Odorico de
Co-advisor(s): Ferreira, Francisco Valdeci de Almeida
Keywords: Inflamação
Inibidores da Angiogênese
Talidomida
Issue Date: 2011
Citation: RIBEIRO, João Crispim Moraes Lima. Avaliação do efeito do LASSBio-596, um análago da talidomida, na angiogênese inflamatória em córnea de coelho. 2011. 72 f. Dissertação (Mestrado em Cirurgia) - Universidade Federal do Ceará. Faculdade de Medicina, Fortaleza, 2011.
Abstract in Portuguese: Observa-se exacerbação do processo angiogênico em diversas doenças, entre elas pode ser citada a neovascularização de córnea. Para o tratamento dessas doenças, são estudados diversos fármacos com propriedades antiangiogênicas. O objetivo deste trabalho foi avaliar a eficácia do fármaco LASSBIO-596, estruturalmente designado como um híbrido da talidomida, sildenafil e arilsulfonamida, na angiogênese corneana inflamatória. Dezoito coelhos foram submetidos a uma cauterização alcalina pontual na região superior da córnea direita. Os animais foram randomicamente alocados em três grupos: veículo, dexametasona 4,0% e LASSBio-596 1,0%. Os tratamentos foram administrados em forma de colírio três vezes por dia durante 21 dias. Avaliações foram realizadas nos dias 3, 6, 9, 12, 15, 18 e 21 pós-cauterização. Nesses momentos, imagens digitalizadas da córnea foram capturadas de uma forma padronizada. A resposta angiogênica foi mensurada utilizando-se um software que foi desenvolvido especificamente para esta finalidade. Foram calculados os seguintes parâmetros: área de neovascularização (AN), comprimento vascular total (CT) e número de vasos sanguíneos (NV). A partir da AN, calculou-se a taxa de angiogênese (TA) em cada grupo estudado. Observou-se que a dexametasona diminuiu significativamente AN, CT e NV durante todas as avaliações. Portanto, a dexametasona inibiu completamente a angiogênese inflamatória da córnea com uma TA de -0,001 ± 0,006 mm2/dia, que foi significativamente menor (p < 0,001) do que a observada após o tratamento com o veículo (0,078 ± 0,024 mm2/dia) e LASSBio-596 (0,054 ± 0,012 mm2/dia). Apesar de o LASSBio-596 ter reduzido o processo de angiogênese em relação ao veículo, conforme AN, CT e NV, essa diferença não foi estatisticamente significante. No entanto, verificou-se que a TA medida no grupo LASSBio-596 foi significativamente menor (p < 0,05) do que a observada nos animais controle, indicando um potencial efeito antiangiogênico. Concluímos que a aplicação tópica de LASSBio-596 a 1,0% tem um efeito inibitório parcial sobre a angiogênese corneana inflamatória em coelhos.
Abstract: There is exacerbation of the angiogenic process in various diseases, especially in corneal neovascularization. For the treatment of these diseases, several drugs were studied with antiangiogenic properties. The aim of this study was to evaluate the effect of LASSBio-596, structurally designed as a hybrid of thalidomide, sildenafil and arilsulfonamide, on inflammatory corneal angiogenesis. Eighteen rabbits were submitted to an alkaline cauterization in the right cornea. The animals were randomly allocated in three groups: vehicle, dexamethasone, and LASSBio-596 group. Drugs were administrated by eye drops three times per day for 21 days. Evaluations were performed on days 3, 6, 9, 12, 15, 18, and 21 post-cauterization. At these time points, digital images of the cornea were captured in a standard fashion. Angiogenic response was measured using software that was developed specifically for this purpose. It calculated the following parameters: neovascularization area (NA), total vascular length (TVL), and blood vessel number (BVN). It was observed that dexamethasone significantly decreased NA, TVL, and BVN during all assessments. From NA it was calculated the angiogenesis rate (AR) in each group. Therefore, dexamethasone completely inhibited the inflammatory corneal angiogenesis with angiogenesis rate (AR) of -0.001 ± 0.006 mm2/day, which was significantly lower (p < 0.001) than that observed after treatment with vehicle (0.078 ± 0.024 mm2/dia) and LASSBio-596 (0.054 ± 0.012 mm2/dia). Although LASSBio-596 reduced angiogenesis in relation to vehicle, according to NA, TVL and BVN values, this difference was not statistically significant. However, it was found that the AR as measured in the LASSBio-596 group was significantly lower (p < 0.05) than that seen in control animals, indicating a potential antiangiogenic effect. We conclude that topical application of LASSBio-596 at 1.0% has a partial inhibitory effect on inflammatory corneal angiogenesis in rabbits.
URI: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/7528
metadata.dc.type: Dissertação
Appears in Collections:DCIR - Dissertações defendidas na UFC

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2011_dis_jcmlribeiro.pdf1,2 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.