Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/7621
Title in Portuguese: História da formação do pensamento geográfico cearense: entre o saber, o conhecimento científico e a docência (1887-1947)
Title: Formation history of geographical thought Ceará: between knowledge, scientific knowledge and teaching (1887-1947)
Author: Mendes, Eluziane Gonzaga
Advisor(s): Vasconcelos Júnior, Raimundo Elmo de Paula
Keywords: Conhecimento Científico
Formação de Professores
Geografia regional - Estudo e ensino - Fortaleza(CE)
Professores de geografia - Fortaleza(CE) - Formação
Prática de Ensino
Issue Date: 2012
Publisher: www.teses.ufc.br
Citation: MENDES, Eluziane Gonzaga. História da formação do pensamento geográfico cearense: entre o saber, o conhecimento científico e a docência (1887-1947). 2012. 364f. – Tese (Doutorado) – Universidade Federal do Ceará, Programa de Pós-graduação em Educação Brasileira, Fortaleza (CE), 2012.
Abstract in Portuguese: Analisar a contribuição do Instituto Histórico, Geográfico e Antropológico e de seus intelectuais na construção da Geografia cearense, compreendendo sua influência para formação desse conhecimento como saber: escolar, científico e acadêmico foi o principal objetivo da tese. A escala temporal deu-se a partir de 1887, data de implantação do Instituto do Ceará à década de 1947, com a fundação do curso superior de Geografia, da Faculdade Católica de Filosofia do Ceará, responsável pela formação de professores para o ensino secundário. Outras instituições foram fundamentais na formação de professores para a Geografia, como o Liceu do Ceará, Escola Normal e o Seminário da Prainha, além de escolas públicas e privadas que contribuíram para constituição de um currículo básico para essa disciplina. O período de criação do Instituto do Ceará ocorreu quando no Brasil vivia-se a efervescência de criações de instituições culturais, científicas e literárias. A cidade de Fortaleza e os intelectuais do Instituto fizeram parte deste contexto. Identificamos, pela leitura de trajetórias desses estudiosos, aqueles que foram proeminentes na escrita da Geografia científica e escolar, assim destacamos: a família Pompeu, dentre os diversos naturalistas e pesquisadores da época. Utilizamos a metodologia historiográfica com a coleta e análise de fontes primárias e secundárias como: documentos digitais e impressos, manuscritos, solicitações, obras raras e as Revistas do Instituto do Ceará - RIC, estas consideradas como a principal fonte e contribuição para formação e sistematização do conhecimento geográfico cearense. Diversas constatações puderam ser retiradas com o desenvolvimento da tese, dentre estas, compreender que apesar da Geografia cearense, entre o final do século XIX a meados do século XX, estar vinculada ao pensamento dos grandes centros, acompanhando as tendências do Positivismo, Determinismo e Possibilismo geográfico, oriundos da França e Alemanha, já havia entre as instituições científicas locais a formação de um conhecimento endógeno, difundido pelas revistas científicas e pelos livros escolares. Neste sentido, a análise de livros raros de geografia escolar, revelou a existência de uma mesma linha de pensamento e escrita entre o saber científico produzido na época e o saber levado as escolas. Revelou-se ainda, na pesquisa, a busca dos estudiosos em comprovar os pressupostos que pudessem sustentar, teoricamente, as origens e identidade do Ceará, cultivando a intenção de escrever a história e a geografia “oficial”. Verificamos que a geografia escolar assumiu funções atrelada a realidade histórica do país, como a formação da nacionalidade, levada as escolas pelos livros e discursos dos professores. Foi um saber transposto do mundo da ciência para a escola, e apesar da contingente popularização dos saberes científicos pelos materiais didáticos, até meados dos anos cinquenta, o ensino da geografia era baseado na memorização de conceitos e denominações. Os professores formados nesse período continuaram reproduzindo nas instituições escolares os princípios de uma educação tradicional e clássica. Enfim, compreendemos que tecer a trajetória da Geografia no Ceará foi uma oportunidade de desvelamento dessa ciência, de sua importância científica na história da educação local e na formação da Geografia brasileira.
Abstract: Analyze the contribution of Historical Geographic Anthropological Institute, and its intellectuals in the construction of cearense Geography, understanding its influence to the formation of this knowledge as knowing: educational, scientific and academic was the main aim of the thesis. The time scale was given starting from 1887, date of implementation of the Institute of Ceará until the decade of 1947, with the foundation of Geographic college degree, Philosophy Catholic College of Ceará, responsible for teacher’s formation to secondary education. Other institutions were fundamental for teacher’s formation to Geography, such as Liceu of Ceará, Escola Normal and Prainha Seminar, besides private and public schools, which contributed to the constitution of a basic curriculum to this subject. The creation period of the Ceará Institute occurred when in Brazil lived up effervescence of cultural, scientific and literary institutions creation. Fortaleza city and the institute intellectuals took part of this context. We identified, by reading trajectory of these scholars, those who were prominent in scientific and educational written Geography, thus it is highlighted: The Pompeu family, among the several naturalists and researchers of that period. We made use of historiographical methodology with the collection and analysis of primary and secondary sources, as: digital and printed documents, manuscripts, requests, rare books and the Institute of Ceará Magazines - RIC, the latter considered the main source and the contribution for formation and systematization of the cearense geographic knowledge. Several findings could be retreated with the thesis development, among these, understand that although the cearense Geography, between the end of the century XIX and mid-century XX, being linked to the thought of the great centers, following trends of geographic Positivism, Determinism and Possibilism, coming from France and Germany, already presented among the local scientific institutions the formation of endogenous knowledge, broadcast through scientific magazines and through textbooks. In this sense, the analysis of rare books of school geography, revealed the existence of the same line of thinking and writing between scientific knowledge produced at the time and the knowledge taken into schools. It was also revealed, in the research, the search of the scholars when proving assumptions, which could support, theoretically, the origin and identity of Ceará, cultivating the intention of writing the “official” history and geography. It was verified that the school geography assumed functions linked to the historical reality of the country, as the formation of nationality, taken into schools through books and speeches of the teachers. It was knowledge transposed of the science world to school, and despite the contingent and popularization scientific knowledge by didactic materials, until the mid-fifties, the geography teaching was based on memorization of concepts and designations. The teachers trained in this period kept reproducing in school institutions the principles of a traditional and classical education. Ultimately, we understand that weave the trajectory of Geography of Ceará was an opportunity of unveiling this science, of its scientific importance in the local education history and in formation of Brazilian Geography.
URI: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/7621
metadata.dc.type: Tese
Appears in Collections:PPGEB - Teses defendidas na UFC

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2012_tese_egmendes.pdf8,51 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.