Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/7635
Title in Portuguese: Modelo experimental da artroscopia do quadril cadáveres de recém-nascidos submetidos do extresse axial
Title: Experimental model of hip arthroscopy in newborn cadavers submitted to the axial stress
Author: Oliveira, Ronaldo Silva de
Advisor(s): Leite, José Alberto Dias
Keywords: Artroscopia
Recém-nascido
Issue Date: 2004
Citation: OLIVEIRA, Ronaldo Silva de. Modelo experimental de artroscopia do quadril em cadáveres de recém-nascidos submetidos ao estresse axial. 2004. 45 f. Dissertação (Mestrado em Cirurgia) - Universidade Federal do Ceará. Faculdade de Medicina, Fortaleza, 2004.
Abstract in Portuguese: O desenvolvimento do artroscópio possibilitou ao cirurgião ortopédico o acesso a diversas articulações. O quadril, que apresenta complexa anatomia e topografia, permaneceu por muito tempo como uma barreira para os artroscopistas. Com os avanços ocorridos ao longo da última década, as indicações vêm crescendo a cada ano. Isto fez da artroscopia do quadril uma valiosa técnica que preencheu uma lacuna no esclarecimento diagnóstico, freqüentemente pouco elucidativos mesmo com utilização de modernos métodos; possibilitando o tratamento de um número cada vez maior de afecções desta articulação. Em adultos o método é ainda pouco utilizado e em crianças apresenta indicações muito restritas. Assim, foi decidido realizar um trabalho que propiciasse o desenvolvimento de um modelo experimental de treinamento do método artroscópico, e através deste, observar aspectos histomorfológicos de estruturas intra-articulares submetidas à tração axial. Utilizando quadris de 20 cadáveres de recém-nascidos foi testada a possibilidade de realizar o procedimento. Seis fetos (A1 a A6), representaram o projeto piloto, servindo para desenvolver o modelo de pesquisa e catorze o estudo principal (B1 a B14), seguindo critérios estabelecidos com o projeto piloto. Em todos os fetos realizou-se o procedimento utilizando ótica de 2,2 mm de espessura com 30º de angulação e em todos aplicada tração axial que variou de 68 a 88 N. Foram utilizados dois portais: antero-lateral e lateral, e no final feito artrotomia e análise histomorfológica das estruturas: pulvinar, labrum acetabular e ligamento redondo do quadril. Ficou estabelecido com o estudo piloto que o procedimento somente é possível realizar com fetos maiores, pois nos quatro fetos em que o peso era abaixo de 1500 g, o procedimento foi tecnicamente impossível. A tração Foi necessária para uma completa inspeção da articulação. Constatou-se ainda que através de um só acesso não foi possível visualizar toda a articulação, mas, que a utilização de dois acessos, os portais lateral e antero-lateral, oferecem boa segurança sendo possível reproduzir o método artroscópico e identificar a maior parte das estruturas anatômicas intra-articulares. Concluiu-se que a artroscopia do quadril tem técnica difícil, mas factível em cadáveres de recém-nascidos com peso superior a 1700 g e não foram encontradas lesões macroscópicas ou histológicas sobre as estruturas estudadas em fetos submetidos a uma tração de até 88 N.
Abstract: Surgical access to different joints was made possible due to the development of the arthroscope. On account of its complex anatomy and topography the endoscopic access to the hip joint seemed to be an unattainable goal by many specialists for a long period of time. Last decade progress turned arthroscopic examination indications an ever growing need. The procedure helped to fill out the gap in the diagnostic area of hip joint diseases making possible the treatment of many illnesses affecting the joint. Despite this progress the exam is not widely performed in adult patients. Also, usage in children presents very restricted limitations. This paper was aimed at developing an experimental model of hip arthroscopy and to study the histomorphological damages resulted from its use in structures subjected to traction. Twenty newborn cadavers were used. Six fetuses use used during the pilot project (A1-A6). The remainder fourteen fetuses were used during the main study (B1-B14). Optical system (2.2 mm diameter) and 30o angulation were used. Axial traction was applied to all cases (68-88 N). Antero-lateral and lateral ports were used for surgical access to the hip. Histomorphological studies of pulvinar, labrum acetabulare and hip round ligament were carried out in each case. A pilot study has demonstrated that the application of this technique is not feasible in fetuses weighing less than 1500g. The traction was required to secure a complete inspection of the articulation. Using just one port was not possible to visualize all structures. The simultaneous use of lateral and anterolateral ports provided adequate exposure to all joint structures. It is concluded that hip arthroscopy is not an easy procedure although feasible in newborn cadavers weighing more than 1700 g. No macroscopic or histological lesions were identified in fetuses submitted to traction of up to 88 N.
URI: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/7635
metadata.dc.type: Dissertação
Appears in Collections:DCIR - Dissertações defendidas na UFC

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2004_dis_rsoliveira.pdf272,75 kBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.