Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/767
Título: Terras lusitanas e gentes dos brasis: a nação e o seu retrato literário
Autor(es): CUNHA, Luís
Palavras-chave: Lusofonia
Etnopaisagem
Nação
Representações Culturais
Literatura
Lusophony
Ethnolandscape
Nation
Cultural Representations
Literature
Data do documento: 2009
Editor: Revista de Ciências Sociais
Citação: CUNHA, L. (2009)
Resumo: A partir da análise comparativa feita entre quatro textos literários (do Brasil e de Portugal), o autor examina o modo como as narrativas instituem identidades, rupturas e interações entre nações. Nesse sentido, trata da lusofonia como construção e representação cultural que remete a um espaço de disputas entre idéias e imaginários sociais. A lusofonia e seus discursos expressam uma “etnopaisagem” da qual fazem parte agentes de produção e recepção, sendo a literatura um espaço retórico importante para reflexão sobre o tema.
Abstract: Starting from a comparative analysis of four literary texts (from Brazilian and Portuguese origin), the author examines how narratives set up identities, ruptures and interactions between nations. In this view, he treats lusophony as a cultural construct and representation which refers to a space of dispute between concepts and social imaginaries. Lusophony and its discourses express an “ethnolandscape” to which production and reception agents belong, literature constituting an important rhetorical field for reflexions on the theme.
Descrição: CUNHA, Luís. Terras lusitanas e gentes dos brasis: a nação e o seu retrato literário. Revista de Ciências Sociais, Fortaleza, v. 40, n. 2, 2009, p. 72-86
URI: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/767
ISSN: BL 0041-8862
Aparece nas coleções:DCSO - Artigos publicados em revistas científicas

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
2009_art_LCUNHA.pdf166,45 kBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.