Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/7707
Title in Portuguese: Estudo do efeito nefroprotetor do extrato alcoólico de própolis vermelha em um modelo de lesão renal aguda por isquemia/reperfusão em ratos
Author: Costa, Marcus Felipe Bezerra da
Advisor(s): Martins , Alice Maria Costa
Keywords: Própole
Isquemia
Lesão Renal Aguda
Issue Date: 2013
Citation: COSTA, M. F. B. da. Estudo do efeito nefroprotetor do extrato alcoólico de própolis vermelha em um modelo de lesão renal aguda por isquemia/reperfusão em ratos. 2013. 85 f. Dissertação (Mestrado Farmacologia) - Universidade Federal do Ceará. Faculdade de Medicina, Fortaleza, 2013.
Abstract in Portuguese: As doenças renais apresentam um problema de saúde pública mundial, aonde há um aumento nos números de incidência de Lesão Renal Aguda (LRA) em pacientes hospitalizados. A LRA caracteriza-se por uma redução abrupta da função renal, resultando na incapacidade dos rins em exercer suas funções básicas. A lesão por isquemia/reperfusão (I/R) pode ser definida como as alterações resultantes da privação seguida do re-estabelecimento do fornecimento de oxigênio para tecidos e órgãos. É um processo complexo, que resulta na produção espécies reativas de oxigênio (EROs) e dano por estresse oxidativo. A Própolis Vermelha brasileira é uma mistura complexa coletada e produzida pelas abelhas Apis mellifera, e parece ser promissor nesse contexto, atenuando assim o efeito oxidativo e nefrotóxico no rim. Este estudo experimental tem como objetivo reproduzir e padronizar um quadro de LRA por Isquemia/Reperfusão (I/R) em ratos, e analisar os possíveis efeitos protetores renais do Extrato Alcoólico de Própolis Vermelha (EAPV) na dose de 150mg/kg, sobre os marcadores e variáveis desse quadro patológico. Foram utilizados ratos Wistar, adultos machos, divididos em 4 grupos, utilizado um esquema de indução e de tratamento. Foram avaliados os parâmetros bioquímicos indicativos da função renal (creatinina, ureia, Clearence de creatinina) função tubular (FENa+ e FEK+), o perfil oxidativo através do MDA (Malonaldeido) e atividade da enzima antioxidante GSH, além da análise histológica e imunohistoquímica. O EAPV alterou significativamente quase todos os parâmetros investigados. Os resultados demonstraram efeito protetor do extrato na dose de utilizada diante dos parâmetros de nefrotoxicidade: diminuiu os níveis séricos creatinina (1,8±0,5 vs 2,7±0,9) e uréia (181,1±65,6 vs 274,3±91,81), reverteu o aumento da FENa+ (0,58±0,30 vs 1,03±0,39) e da FEK+(64,74±52,44 vs 134,4±54,94), reverteu a diminuição do clearence de creatinina (0,41±0,14 vs 0,073±0,048), diminuiu os níveis de MDA (90,22±20,82 vs 133,9±23,36) e aumentou o de GSH (1784±297,4 vs 1267±229,5), diminuiu o índice de necrose tubular aguda (2,0±0,7 vs 3,6±0,5) a aumentou a expressão de eNOS (2,20,4 vs 0,60,5) e Heme-oxigenase (2,60,5 vs 1,40,5). Portanto, ocorreu proteção da função renal, do dano tubular e do estresse oxidativo. Estes resultados relatam pela primeira vez o efeito da Própolis Vermelha sobre um modelo de LRA induzido por I/R, demonstrando o efeito protetor do extrato na LRA.
Abstract: Kidney disease remains a public health problem worldwide, where there is an increase in the number of incidence of Acute Kidney Injury (AKI) in hospitalized patients. The AKI is characterized by an abrupt decrease in renal function, resulting in the inability of the kidneys to perform it´s basics functions. The Ischemia/Reperfusion (I/R) injury can be defined as all changes resulting from the deprivation and the re-establishment of the oxygen supply to tissues and organs. It is a complex process that results in the production of reactive oxygen species (ROS) and oxidative stress damage. The Brazilian Red Propolis is a complex mixture collected and produced by Apis mellifera bees, and seems to be promising in this context, attenuating the oxidative and nephrotoxic effect in the kidney. This experimental study aims to replicate and standardize a framework of AKI by Ischemia/reperfusion (I/R) in rats, and analyze the possible protective renal effects of Red Propolis Alcohol Extract (RPAE) at a dose of 150mg/kg on markers and pathological variables. Wistar rats, adult males, were divided into 4 groups, using an induction and treatment regimen. We evaluated biochemical parameters indicative of renal function (creatinine, urea, creatinine clearance) tubular function (FENa+ and FEK+), oxidative profile through MDA (malondialdehyde) and activity of antioxidant enzyme GSH, in addition to histological analysis and immunohistochemistry. The RPAE significantly altered almost all parameters investigated. The results demonstrated the protective effect of the extract in the dose used against the nephrotoxicity: decreased serum levels of creatinine (1.8 ± 0.5 vs 2,7±0,9) and urea (181.1 ± 65.6 vs 274,3±91,81), reversed the increase in FENa+ (0,58±0,30 vs 1,03±0,39) and FEK+ (64,74±52,44 vs 134,4±54,94), reversed the decrease of creatinine clearance (0,41±0,14 vs 0,073±0,048), decreased MDA levels (90,22±20,82 vs 133,9±23,36) and increased GSH (1784±297,4 vs 1267±229,5), decreased the rate of acute tubular necrosis (2,0±0,7 vs 3,6±0,5), increased the expression of eNOS (2,20,4 vs 0,60,5) and Heme-oxygenase (2,60,5 vs 1,40,5). Therefore, occurred protection of renal function, protection of the tubular damage and oxidative stress. These results describe for the first time the effect of Red Propolis on a model of AKI induced by I/R, suggesting the protective effect of the extract against this type of injury.
URI: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/7707
metadata.dc.type: Dissertation
Appears in Collections:DFIFA - Dissertações defendidas na UFC

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2013_dis_mfbcosta.pdf1,43 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.