Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/7711
Title in Portuguese: Avaliação dos efeitos da hipertermoterapia por ultrasom associada a agentes antiangiogênicos no tratamento do tumor experimental de Walker
Title: Evaluation of the hiperthermotherapy effects by ultrasound associated to antiagiogenic agents in the treatment of Walker experimental tumor
Author: Morano, José Antônio Carlos Otaviano David
Advisor(s): Moraes Filho, Manoel Odorico de
Keywords: Febre
Quimioterapia
Radioterapia
Issue Date: 2009
Citation: MORANO, José Antônio Carlos Otaviano David. Avaliação dos efeitos da hipertermoterapia por ultrasom associada a agentes antiangiogênicos no tratamento do tumor experimental de Walker. 2009. 134 f. Tese (Doutorado em Cirurgia) - Universidade Federal do Ceará. Faculdade de Medicina, Fortaleza, 2009.
Abstract in Portuguese: Os métodos tradicionais de tratamento do câncer, como a quimioterapia e a radioterapia, embora sejam eficazes em vários tipos de tumores, encontram freqüentemente populações de células neoplásicas resistentes, além de apresentarem uma baixa margem de segurança para os pacientes. A utilização da hipertermia associada á quimioterapia e/ou radioterapia já se encontra fartamente relatada como vantajosa na literatura especializada, principalmente em pacientes portadores de câncer em estádio avançado, submetidos previamente aos métodos clássicos de tratamento. A aplicação de calor nos tecidos através de ultrassom contínuo torna mais ágil êste procedimento e com eficácia comprovada. O uso dos antiangiogênicos também vem sendo relatado como eficaz na literatura especializada e atualmente, a lista destas substâncias vem aumentando consideravelmente. O estudo da ação da hipertermia associada a alguns agentes antiangiogênicos tem sido sugerida uma vez que os vasos tumorais ao encontrarem-se dilatados, não promoverão a diminuição da temperatura no tecido tumoral e, consequentemente, os efeitos desta associaçào serão mais intensos do que no tecido normal devendo contribuir para a morte celular. Objetiva-se neste trabalho, avaliar o efeito antitumoral e antiangiogênico da hipertermia induzida por US isolada e combinada com etoricoxibe e pegaptanibe,no carcinossarcoma de Walker 256 implantado na tela subcutânea do dorso de ratos por meio de utilização do modelo experimental de hipertermoterapia por US assim como o estudo dos efeitos da hipertermia por US isolada e em combinação com etoricoxibe e pegaptanibe,na angiogênese tumoral.O método utilizado para o estudo teve início com o implante de células de tumor de Walker 256 no dorso de ratos Wistar machos. Os animais foram tratados com hipertermia aplicada através de aparelho de ultrassom, mantida a nível de 45o C durante cinco minutos no terceiro dia após a inoculação e também tratados com etoricoxibe e pegaptanibe por via oral e intraperitoneal respectivamente a partir do dia da inoculação. Cada grupo de animais foi submetido a medidas do crescimento tumoral durante o período de 30 dias, assim como também á avaliação da microdensidade vascular através de estudo mesoscópico fotográfico, validado pelo estudo microscópico. A aplicação do calor através de aparelho de ultrasom demonstrou eficiência e agilidade A hipertermia, o etoricoxibe e o pegaptanibe, apresentaram capacidade antiangiogênica, expressada tanto pela curva de sobrevida, como pela avaliação da microdensidade vascular. Particularmente, a hipertermia isoladamente apresentou um efeito antiangiogênico significativo tanto na curva de crescimento tumoral como na diminuição da densidade microvascular. A associação da hipertermia com o pegaptanibe, demonstrou uma eficiência na diminuição da densidade microvascular significativamente maior do que os demais grupos. O modelo de aplicação de hipertermia gerada por um aparelho de ultrassom na modalidade contínua foi satisfatória, demonstrando ter sido efetiva tanto na diminuição do crescimento tumoral, como na diminuição da densidade microvascular.
Abstract: The traditional methods of cancer treatment, like the chemotherapy and radiotherapy, even though they are effective in many types of tumours, they find frequently resistant neoplasic cells’ population, beyond presenting a low security margin to the patients. The hyperthermia use associated to the chemotherapy and radiotherapy are plenty mentioned as profitable in the specialist literature, especially in patients with cancer in advanced stage, submitted previously to the classic methods of the treatment. The tissues’ heat insertion through the continuous ultrasound becomes the procedure faster and with proved efficacy. The antiangiogenic use also is being related like effective in the specialist literature and, at this moment, the substances’ list has grown vastly. The study of the hyperthermia action associated to antiangiogenic agents has been suggested, once the tumour vessels are dilated, would not promote the temperature reduction in the tumour vessels and, therefore, the effects of this association would be more intense than in the normal tissue, what might contribute to the death cell. The study objective is to evaluate the antitumor and antiangiogenic effect of the hyperthermia induced by isolated ultrasound and combined with etoricoxibe and pegaptanibe in the 256 Walker carcinossarcoma implanted in the subcutaneous back screen of mouse by using the hyperthermia experimental model by ultrasound, like the hyperthermia effects study by isolated ultrasound and linked with etoricoxibe and pegaptanibe, in the tumour angiogenesis. The method used describes the insertion of 256 Walker Tumour cells in the back of male Wistar mouse. The animals were treated with hyperthermia applied through the ultrasound equipment, kept to a 45º C level during five minutes in the third day after the inoculation and also treated with etoricoxibe and pegaptanibe by oral and intraperitoneal respectively since the inoculation day. Each animal group was submitted to a tumour growth measurement during a period of 30 days, as well as also a vascular microdensity evaluation through a photographic mesoscopic study, validated by the microscopic study. The heat application through the ultrasound equipment demonstrated efficiency and agility. The hyperthermia, the etoricoxibe and the pegaptanibe showed antiangiogenic capacity, expressed by the over life curve, and also by the vascular microdensity evaluation. Particularly, the isolated hyperthermia showed a significative antiangiogenic effect in the tumour growth curve and also in the decreasing of the micro vascular density. The association between the hyperthermia and the pegaptanibe demonstrated a greater efficiency in the reducing of the micro vascular density than the other groups. The hyperthermia application model generated by the ultrasound equipment in the continuous modality was satisfactory, demonstrating by being effective as much in the reducing of the tumour growth as in the decreasing of the micro vascular density.
URI: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/7711
metadata.dc.type: Tese
Appears in Collections:DCIR - Teses defendidas na UFC

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2009_tese_jacodmorano.pdf3,06 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.