Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/7802
Título: Explicando comportamentos socialmente desviantes: uma análise do modelo da coerção de Patterson
Autor(es): FERNANDES, Darlene Pinho
Orientador(es): SANTOS, Walberto Silva dos
Palavras-chave: Coercion Model
Antisocial behavior
Patterson, Modelo da Coerção de
Crianças - Desenvolvimento - Testes - Fortaleza(CE)
Transtornos de personalidade antissocial
Data do documento: 2014
Editor: www.teses.ufc.br
Citação: FERNANDES, D. P.; SANTOS, W. S. (2014)
Resumo: O Modelo da Coerção, proposto por Patterson, apresenta algumas variáveis explicativas do desenvolvimento de comportamentos socialmente desviantes, a saber: treinamento básico em casa, rejeição social, fracasso escolar e adesão a grupos desviantes. Com o objetivo de se testar as quatro fases do modelo, foi realizado um estudo transversal, considerando três amostras de conveniência, compostas por aproximadamente 100 estudantes provenientes de escolas públicas ou privadas da cidade de Fortaleza-CE. Os participantes responderam ao Strenghts Difficulties Questionnaire (SDQ), ao Inventário de Estilos Parentais (IEP), ao Questionário de Conduta Antissocial (CCA), à Escala de Solidão, às variáveis relativas ao desempenho acadêmico e ao envolvimento com grupos de pares desviantes, além de perguntas de caráter sociobiodemográfico. A coleta dos dados ocorreu, variando de acordo com a amostra, com os professores, pais e alunos vinculados à instituição pesquisada. Ressalta-se que todos os procedimentos éticos foram adotados a fim de viabilizar a pesquisa. As análises dos dados foram realizadas pelo SPSS 19. O Estudo 1, que buscou a avaliar a primeira etapa do modelo, apresentou informações acerca do poder explicativo dos estilos parentais em relação aos problemas de conduta na infância. O Estudo 2, cujo objetivo foi testar a segunda fase do Modelo da Coerção, apontou que os problemas de conduta apresentam poder explicativo em relação à rejeição social e ao baixo desempenho acadêmico. O Estudo 3 teve como propósito testar a terceira e quarta fase do modelo, os resultados encontrados apoiaram, em parte, a proposta teórica de Patterson para essas fases, uma vez que a variável estilos parentais (em detrimento à rejeição social e o baixo desempenho acadêmico) se apresentou como a variável com maior poder explicativo em relação à associação com grupos desviantes que, por sua vez, apresentou-se como importante preditora na explicação dos comportamentos socialmente desviantes. Portanto, confia-se que os resultados alcançados permitiram testar as variáveis sugeridas pelo modelo de Patterson em contexto brasileiro, contribuindo para o conhecimento acerca dos correlatos do comportamento antissocial.
Abstract: The Coercion Model proposed by Patterson presents some predictors of the development of antisocial behaviors, which are basic coaching at home, social rejection, academic failure and joining deviant groups (PATTERSON, DEBARYSHE; RAMSEY, 1989). In order to test the four stages of the model, it was realized a transversal study, considering three non-probabilistic samples, each one composed by approximately 100 students from public and private schools from Fortaleza – CE. Participants answered the Strenghts Difficulties Questionnaire (SDQ), Parenting Stile Inventory (PSI), Antisocial Conduct Questionnaire, Scale of Solitude, variables related to the academic performance and involvement with social deviant groups, as well as demographic questions. Depending on the sample, data were collected from teachers, parents, and students linked to the research institution. It is noteworthy that all ethical procedures were adopted to make the research possible. Data analyzes were performed using SPSS 19. Study 1 aimed to review the first stage of the Coercion Model and presented information about the predictive power of parental styles in relation to conduct problems in childhood. Study 2, which goal was to test the second stage of Coercion Model, pointed out that Conduct Problems were a predictor of social rejection and low academic performance. Study 3 aimed to test the third and fourth stages of the Model and its results partly supported Patterson’s theoretical proposal, once parenting styles (to the detriment of social rejection and low academic performance) presents as having the greatest predictive power in relation to association with deviants groups, which presents as an important predictor in explaining antisocial behaviors. Therefore, it is believed that the results obtained allowed to test the variables suggested by the Patterson’s Model in Brazilian context, contributing to the knowledge about the correlates of antisocial behavior.
Descrição: FERNANDES, Darlene Pinho. Explicando comportamentos socialmente desviantes: uma análise do modelo da coerção de Patterson. 2014. 123f. – Dissertação (Mestrado) – Universidade Federal do Ceará, Programa de Pós-graduação em Psicologia, Fortaleza (CE), 2014.
URI: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/7802
Aparece nas coleções:PPGP - Dissertações defendidas na UFC

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
2014_dis_dpfernandes.pdf748,76 kBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.