Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/7816
Title in Portuguese: As políticas públicas do turismo e os espaços litorâneos na região metropolitana de Fortaleza
Author: Araújo, Enos Feitosa de
Advisor(s): Dantas, Eustógio Wanderley Correia
Keywords: Geografia humana
Turismo
Turismo e Estado
Turismo - Política pública
Fortaleza, Região Metropolitana (CE)
Litoral - Fortaleza (CE)
Issue Date: 2012
Citation: ARAÚJO, E. F. As políticas públicas do turismo e os espaços litorâneos na região metropolitana de Fortaleza. 2012. 187 f. Dissertação (Mestrado em Geografia) - Centro de Ciências, Universidade Federal do Ceará, Fortaleza, 2012.
Abstract in Portuguese: O turismo é uma atividade importante no Nordeste Brasileiro. A prática relaciona-se com as dinâmicas metropolitanas e a valorização dos espaços litorâneos, os quais ganharam importância devido a outros hábitos de lazer, tornando-se áreas principais para investimentos e fluxos turísticos. Assim, o litoral apresenta-se como o principal espaço turístico do século XXI, com infraestrutura consolidada, discursos políticos e imaginário que promovem um cenário positivo da região costeira. O trabalho As políticas públicas do turismo e espaços litorâneos na Região Metropolitana de Fortaleza tem, pois, como objetivo geral compreender as conjugações socioespaciais do turismo nos espaços litorâneos da Região Metropolitana de Fortaleza. Várias políticas públicas de diferenciadas escalas governamentais são implantadas no intuito de promover o crescimento do turismo e a ampliação dos seus recursos. Porém o PRODETUR/NE destaca-se com o aporte de investimentos e a articulação das ações turísticas, promovendo transformações profundas na produção espacial litorânea da Região Metropolitana de Fortaleza. Assim, a produção dos espaços litorâneos metropolitanos ocorre mediante as relações entre os agentes turísticos e as políticas públicas direcionadas ao turismo. Com base nessa lógica metropolitana e turística, este trabalho visa compreender os tipos de fluxos e empreendimentos em que os espaços são redefinidos. Assim, as tipologias espaciais — grandes empreendimentos, híbridos e fora do circuito turístico — promovem discussões sobre adiferenciação espacial produzida pela lógica das políticas públicas, pelos agentes turísticos e pela lógica litorânea metropolitana.
URI: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/7816
metadata.dc.type: Dissertação
Appears in Collections:DGR - Dissertações defendidas na UFC

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2012_dis_efaraujo.pdf9,18 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.