Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/8279
Título: As estratégias de interpretação de unidades fraseológicas do português para Libras em discursos de políticos
Autor(es): Lemos, Andréa Michiles
Orientador(es): Monteiro, Rosemeire Selma
Palavras-chave: Phraséologie
Stratégies
Língua portuguesa - fraseologia
Língua brasileira de sinais
Comunicação não-verbal
Intérpretes para surdos
Data do documento: 2012
Editor: www.teses.ufc.br
Citação: Lemos, A. M.; Monteiro, R. S. (2012)
Resumo: As pesquisas na área de tradução/interpretação vêm crescendo e, na medida em que estas aumentam, surgem diversas questões relacionadas ao papel da tradução e às estratégias utilizadas no processo tradutório. Os estudos fraseológicos, por sua vez, durante anos, ficaram à margem dos estudos linguísticos e somente recentemente têm despertado maiores interesses de pesquisa. Nesse sentido, esta pesquisa surgiu a partir de nosso interesse pelos estudos fraseológicos e pelos Estudos da Tradução, especialmente no que se refere à interpretação dessas línguas de modalidades de articulação diferentes, como é o caso da língua brasileira de sinais e da língua portuguesa. Nesta dissertação, temos como objetivo investigar as estratégias de interpretação utilizadas no processo tradutório da língua portuguesa para a Língua Brasileira de Sinais (Libras), em situações interpretativas que envolvem unidades fraseológicas (UFs) utilizadas por deputados estaduais em seus discursos nas Sessões Plenárias da Assembleia Legislativa do Estado do Ceará. Para isso, levantamos as seguintes questões de pesquisa: como o intérprete de Libras faz para interpretar UFs da língua portuguesa para a Libras? Quais estratégias de interpretação são utilizadas pelos intérpretes de Libras na interpretação de UFs? Para responder a essas questões, analisamos vídeos com interpretações em Libras de Sessões Plenárias da Assembleia Legislativa, entre o período de fevereiro de 2008 a dezembro de 2010. Para registro e análise do corpus, utilizamos o software Eudico Linguistic Annotador (ELAN). Após o registro (transcrição do português e das glosas em Libras) de todos os vídeos selecionados para a análise, fizemos a identificação e a análise das estratégias de interpretação que apareceram. Depois dessa etapa, realizamos uma entrevista, semiestruturada, com seis tradutores-intérpretes de Libras com o objetivo de conhecer melhor os sujeitos da pesquisa, entender as suas escolhas de tradução e trazer à tona sua percepção e conhecimento acerca das estratégias que utilizam nas interpretações. Nosso trabalho se insere no rol das pesquisas descritivas. A análise do corpus da pesquisa aponta para o uso, preferencial, de duas estratégias de interpretação das seis estratégias principais por nós encontradas e classificadas. As duas estratégias que mais apareceram foram: paráfrase e omissão. Os dados apresentados neste estudo nos apontam para a necessidade de mais pesquisas acerca da prática tradutória do profissional tradutor-intérprete de língua de sinais. Concluímos que há a necessidade de aprofundarmos os estudos relativos ao uso de estratégias para a tradução de UFs e de pensarmos de que forma as pesquisas podem contribuir para uma prática profissional desses tradutores-intérpretes.
Descrição: LEMOS, Andréa Michiles. As estratégias de interpretação de unidades fraseológicas do português para Libras em discursos de políticos. 2012. 177f. – Dissertação (Mestrado) – Universidade Federal do Ceará, Departamento de Letras Vernáculas, Programa de Pós-graduação em Linguística, Fortaleza (CE), 2012.
URI: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/8279
Aparece nas coleções:PPGL - Dissertações defendidas na UFC

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
2012_dis_amlemos.pdf7,81 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.