Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/8280
Título: Intergenericidade e encenação argumentativa na construção de sentidos em anúncios publicitários
Título em inglês: Intergenericity and argumentative scenario in the construction of meanings of advertisements
Autor(es): Oliveira, Edelyne Nunes Diniz de
Orientador(es): Sousa, Maria Margarete Fernandes de
Palavras-chave: Meaning effects
Argumentative scenario
Anúncios – Brasil
Análise do discurso
Comunicação de massa – Semiótica
Comunicação de massa - Publicidade
Data do documento: 2012
Editor: www.teses.ufc.br
Citação: Oliveira, E. N. D.; Sousa, M. M. F. (2012)
Resumo: Na pós-modernidade, a importância dos gêneros promocionais nas práticas discursivas humanas reflete no comportamento consumista e nos posicionamentos ideológicos do público. Mas, o que está por trás dos textos promocionais? Neste trabalho, analisamos a interação entre o fenômeno da intergenericidade e a encenação argumentativa como estratégia textual-discursiva na construção de sentidos dos anúncios publicitários e dos propósitos comunicativos dos anunciantes para produzir efeitos de sentidos no leitor. Utilizamos a metodologia qualitativa, pautada na descrição detalhada dos dados e na sua interpretação, com incursões quantitativas. O suporte teórico subdivide-se entre duas áreas de estudo para orientar a discussão teórica e a performance da análise: a Linguística Aplicada, a qual adotamos a proposta teórico-metodológica de Charles Bazerman (2006), acerca dos níveis e técnicas de intertextualidade para analisar a intergenericidade, e a Análise Semiolinguística do Discurso, proposta de Patrick Charaudeau (2008), acerca da encenação argumentativa para investigar como o dispositivo argumentativo opera “em cena”, no texto. A partir da identificação das categorias trabalhadas, analisamos a sua relação com a construção de sentidos nos anúncios. Analisamos uma amostra composta por 30 textos, de anúncios publicitários impressos, publicados em revista, outdoor e panfleto. Constatamos que a interação entre as duas categorias ocorre da seguinte forma: a intergenericidade está ligada ao aspecto estrutural e modal construído no gênero anúncio, enquanto a encenação argumentativa lida com o discurso que está por trás do texto, opera com os aspectos textual-discursivos. Os anunciantes usam tipos reconhecíveis de gêneros textuais (intergêneros) como estratégia para a composição estrutural do anúncio e para respaldar o seu discurso nos propósitos comunicativos do intergênero a que está vinculado. A encenação argumentativa se articula estrategicamente com os argumentos discursivos do intergênero subutilizado, ou, ancora-se aos traços genéricos do intergênero, ao fazer remissões à sua forma composicional, à temática e ao estilo, para ser inferido, reconhecido e ter seus sentidos compreendidos pelo leitor. Para construir uma cena argumentativa, o dispositivo argumentativo se vale das técnicas de representação intertextual usadas no anúncio para lançar uma proposta ao leitor e manipular sentidos em suas mensagens, relacionando a imagem do produto à fixação da sua marca no mercado, e então construir efeitos particulares a respeito do que o produto anunciado oferece e da credibilidade da marca no mercado. Os efeitos de sentidos mais recorrentes nos anúncios foram: valor de verdade, de ética e hedônico (fragrâncias e sabores). Juntas as categorias analisadas se complementam para construir efeitos de sentidos, implícitos ou explícitos, num jogo de leitura dinâmica, entre enunciados, imagens e estrutura intergenérica, para elucidar os propósitos comunicativos específicos construídos nos anúncios e interesses ideológicos dos anunciantes. Em suma, esses efeitos despertam a atenção do leitor para a conivência de aceitação ideológica do produto e/ou da marca, pois tocam em aspectos sensíveis ao leitor, desde as necessidades básicas de consumo até aos desígnios ideológicos de busca de poder, de status social, suscitam nas pessoas o dever de consumir e de ter para ser.
Descrição: OLIVEIRA, Edelyne Nunes Diniz de. Intergenericidade e encenação argumentativa na construção de sentidos em anúncios publicitários. 2012. 163f. – Dissertação (Mestrado) – Universidade Federal do Ceará, Departamento de Letras Vernáculas, Programa de Pós-graduação em Linguística, Fortaleza (CE), 2012.
URI: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/8280
Aparece nas coleções:PPGL - Dissertações defendidas na UFC

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
2012_dis_endoliveira.pdf5,33 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.