Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/8329
Title in Portuguese: Avaliação da qualidade de vida relacionada à saúde de mulheres com câncer de mulheres com câncer de mama e ovário em quimioterapia adjuvante
Title: Assessment of health-related quality of women with cancer of women with breast and ovarian cancer in adjuvant chemotherapy life
Author: Leitão, Nilza Maria de Abreu
Advisor(s): Pinheiro , Ana Karina Bezerra
Keywords: Qualidade de Vida
Quimioterapia
Enfermagem Oncológica
Issue Date: 2012
Citation: LEITÃO, N. M. A. Avaliação da qualidade de vida relacionada à saúde de mulheres com câncer de mulheres com câncer de mama e ovário em quimioterapia adjuvante. 2012. 78 f. Dissertação (Mestrado em Enfermagem) - Universidade Federal do Ceará. Faculdade de Farmácia, Odontologia e Enfermagem, Fortaleza, 2012.
Abstract in Portuguese: Este trabalho de investigação teve como objetivo avaliar a Qualidade de Vida Relacionada à Saúde de mulheres com cânceres de mama e ginecológico submetidas à quimioterapia antineoplásica adjuvante. Estudo de natureza descritiva com delineamento transversal e abordagem quantitativa. O local da pesquisa foi o setor de quimioterapia de uma instituição hospitalar filantrópica de nível terciário e referência em cirurgia oncológica na cidade de Fortaleza-Ce. A amostra do estudo foi composta por 72 mulheres. A coleta de dados foi realizada no período de abril a maio de 2012. Após dado o consentimento informado, todas as mulheres participaram de uma entrevista individual e preencheram o protocolo de investigação constituído por um questionário de dados sócio demográficos e pela escala da European Organization for Research and Treatment of Cancer: Avaliação da Qualidade de Vida do doente oncológico (QLQ-C30 versão 3.0). Do estudo analítico realizado, destacam-se os seguintes resultados: A medida global de QV foi considerado pela maioria como “ótima” com predomínio das notas 6 e 7. A sub-escala no item Funcionamento social obteve melhor escore com 54,2. Em contrapartida, os piores desempenhos das mulheres foram observados no nível do Desempenho de Papéis, Funcionamento Emocional, Físico e Cognitivo. Quanto aos sintomas mais frequentes ou intensos foram relatados a dor, fadiga, insônia e perda de apetite. No extremo oposto, estavam a dispnéia, náuseas e vômitos, com um escore médio de 81,9 e 86,1, respectivamente. O item referente à Dificuldade Financeira mostrou-se como fator que influencia negativamente na Qualidade de Vida com representação de 44,4 na média de escore. Conclui-se que a interação entre os quadros clínicos e os tratamentos da doença coexistente tem efeitos cumulativos e deletérios sobre a Qualidade de Vida, acentuando as preocupações específicas relacionadas ao câncer. Ressalta-se que os fatores preditivos de Qualidade de Vida Relacionada à Saúde identificados neste estudo devem ser foco de maior atenção na prática assistencial e podem representar pontos de partida para estudos futuros que abordem, em profundidade, os diferentes aspectos que envolvem a QV de pacientes com câncer.
Abstract: This research work aimed to assess the Health-Related Quality of Life of women with breast and gynecological cancer undergoing adjuvant antineoplastic chemotherapy. A descriptive study with cross-sectional design and quantitative approach. The research took place at the chemotherapy ward of a nonprofit tertiary referral hospital for cancer surgery in Fortaleza-CE, Brazil. The study sample consisted of 72 women. Data collection happened from April to May 2012. After given informed consent, all women participated in individual interviews and completed the research protocol consisting of a questionnaire of socio-demographic data and the scale of the European Organization for Research and Treatment of Cancer: Quality of Life Evaluation in cancer patients (QLQ-C30 version 3.0). From the analytical study, we highlight the following results: most patients considered the overall QOL measure as “great” with predominant scores 06 and 07. The sub-scale of the item for Social Functioning had the best score with 54.2. On the other hand, we observed the worst performances of women in the Role Performance, Emotional, Physical, and Cognitive Functioning. Regarding the most frequent or intense symptoms, the most reported were pain, fatigue, insomnia, and loss of appetite. At the opposite extreme were dyspnea, nausea and vomiting, with a mean score of 81.9 and 86.1, respectively. The item relating to Financial Difficulty represented a factor that negatively influences the Quality of Life with representation of 44.4 on the average score. Thus, we conclude that the interaction between clinical situation and treatments for the coexisting disease have cumulative and deleterious effects on Quality of Life, emphasizing the specific concerns related to cancer. It is worth mentioning that the predictive factors for Health-Related Quality of Life identified in this study should receive more attention in the health care practice, they may represent also starting points for future studies that address in depth the different aspects involving the QOL of cancer patients.
URI: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/8329
metadata.dc.type: Dissertação
Appears in Collections:DENF - Dissertações defendidas na UFC

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2012_dis_nmaleitao.pdf1,14 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.