Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/8356
Title in Portuguese: Intervenções de enfermagem propostas pela nursing interventions classification (NIC) para o diagnóstico de enfermagem integridade da pele prejudicada em recém-nascidos
Title: Nursing interventions proposed by the nursing interventions classification (NIC) for the nursing diagnosis impaired skin integrity of newborns
Author: Fontenele, Fernanda Cavalcante
Advisor(s): Cardoso, Maria Vera Lúcia Moreira Leitão
Keywords: Recém-Nascido
Cuidados de Enfermagem
Diagnóstico de Enfermagem
Issue Date: 2013
Citation: FONTENELE, F. C. Intervenções de enfermagem propostas pela nursing interventions classification (NIC) para o diagnóstico de enfermagem integridade da pele prejudicada em recém-nascidos. 2013. 176 f. Tese (Doutorado em Enfermagem) - Faculdade de Farmácia, Odontologia e Enfermagem, Universidade Federal do Ceará, Fortaleza, 2013.
Abstract in Portuguese: A assistência ao recém-nascido com integridade da pele prejudicada deve ser prioridade para equipe de enfermagem. Objetivou-se analisar o uso das intervenções propostas pela Nursing Intervention Classification (NIC) indicadas para o diagnóstico de enfermagem Integridade da pele prejudicada na Unidade de Terapia Intensiva Neonatal. Estudo exploratório, descritivo, utilizando-se mapeamento cruzado em três unidades neonatais públicas, em Fortaleza-CE-Brasil. Participaram 42 enfermeiros atuantes em Neonatologia. A coleta de dados foi realizada de maio a setembro/2011, conforme a disponibilidade dos participantes. Aprovado pelo Comitê de Ética das instituições pesquisadas. No primeiro momento da coleta, os enfermeiros indicaram as atividades realizadas junto aos recém-nascidos com o diagnóstico de enfermagem Integridade da pele prejudicada. Em seguida, foi realizada comparação dessas atividades com as intervenções propostas pela NIC, caracterizando o mapeamento. A análise ocorreu entre outubro/2011 e janeiro/2012. Para revisão e refinamento do mapeamento, os resultados obtidos foram encaminhados a nove enfermeiros experts em diagnóstico de enfermagem, por meio do correio convencional e eletrônico. O mapeamento revelou que das 75 atividades sugeridas na NIC, 57 corresponderam às indicadas pelos enfermeiros. As mais citadas pelos enfermeiros como desempenhadas cotidianamente foram relacionadas ao cuidado com lesões: aplicar um curativo adequado ao tipo de lesão; reposicionar o paciente pelo menos a cada duas horas, conforme apropriado; posicionar o paciente, de modo a evitar a tensão sobre a lesão, conforme apropriado; e remover curativo e fita adesiva. Tratamento tópico: aplicar emolientes à área afetada; aplicar curativo oclusivo transparente sempre que necessário; e evitar o uso de sabonete alcalino na pele. Supervisão da pele: examinar a pele e as mucosas quanto à vermelhidão, ao calor exagerado, ao edema e à drenagem; e documentar mudanças na pele e mucosas. As atividades sugeridas pela NIC mais realizadas segundo opinião dos enfermeiros (média ponderal entre 0,8 e 1) relacionadas ao cuidado com lesões: aplicar um curativo adequado ao tipo de lesão; manter técnica asséptica durante realização; trocar curativos, conforme a quantidade de exsudato e drenagem; limpar com soro fisiológico ou substancias não tóxicas; posicionar o paciente, de modo a evitar tensão sobre a lesão e reposicionar o paciente pelo menos a cada duas horas. Referentes ao tratamento tópico: manter limpas, secas e sem vincos as roupas de cama; aplicar curativo oclusivo transparente; proporcionar higiene íntima; aplicar antibiótico tópico à área afetada; e aplicar emolientes à área afetada. Quanto à supervisão da pele: observar as extremidades quanto à cor, ao calor, ao inchaço, aos pulsos, à textura, ao edema e às ulcerações; monitorar cor e temperatura da pele; e examinar a condição da incisão cirúrgica. Após submissão do mapeamento à avaliação por enfermeiros peritos, foi sugerido que das 22 atividades de cuidado com a pele, 13 permaneceriam com a nomenclatura NIC. Com relação ao tratamento tópico, 23 atividades tiveram discretas alterações e 10 permaneceram inalteradas. Relativo à supervisão da pele, três foram modificadas e nove atividades mantiveram a nomenclatura NIC. Concluiu ser possível a utilização da NIC como terminologia padronizada para descrever os cuidados de enfermagem prescritos, uma vez que essa classificação mostrou-se, em sua maioria, adequada à realidade neonatal.
Abstract: The assistance to newborns with impaired skin integrity should be a priority for the nursing staff. Thus, we aimed to analyze the use of the interventions proposed by the Nursing Intervention Classification (NIC) indicated for the nursing diagnosis Impaired skin integrity in the Neonatal Intensive Care Unit. This is an exploratory descriptive study using cross-mapping in three public neonatal units, in Fortaleza-CE, Brazil. The population was composed of 42 nurses working in neonatology. Data collection was conducted from May to September 2011, according to the availability of participants. The study was approved by the Ethics Committee of the institutions surveyed. In the first moment of collection, nurses indicated the activities they performed along with the newborns with the nursing diagnosis Impaired skin integrity. Next, we compared these activities with the interventions proposed by NIC, characterizing the mapping. The analysis occurred between October 2011 and January 2012. To review and refinement of the mapping, the results obtained were sent to nine nurses experts in nursing diagnosis through conventional mail and e-mail. The mapping revealed that from the 75 activities suggested by NIC, 57 corresponded to those indicated by nurses. The most mentioned by nurses as routinely performed were related to the care of injuries: apply an adequate bandage for the type of injury; reposition the patient at least once every two hours, as recommended; positioning the patient in order to avoid tension on the injury, as recommended; and remove bandage and tape. Topical Treatment: apply moisturizers to the affected area; apply a transparent occlusive dressing when necessary; and avoid the use of alkaline soap on the skin. Skin surveillance: examine the skin and mucous membranes for redness, excessive heat, edema and drainage, and document changes in the skin and mucous membranes. The activities suggested by NIC most performed according to the nurses’ opinion (weighted average of 0.8-1) related to the care of injuries were: apply an appropriate bandage for the type of injury; maintain aseptic technique during performance; changing dressings according to the amount of exudate and draining; cleaning with saline or non-toxic substances; positioning the patient in order to prevent tension on the wound; and reposition the patient at least once every two hours. As regards to topical treatment: keep bed linen clean, dry and wrinkle-free; apply transparent occlusive dressing; provide intimate hygiene; apply topical antibiotics to the affected area; and apply moisturizer to the affected area. As for the skin surveillance: observe the extremities for color, warmth, swelling, pulses, texture, edema and ulceration; monitor skin color and temperature; and examine the condition of the surgical incision. After submitting the mapping to the evaluation of expert nurses, it was suggested that, of the 22 activities of skin care, 13 remain with the NIC taxonomy. Regarding the topical treatment, 23 activities had minor changes and 10 remained unchanged. On the skin surveillance, 3 activities were modified and 9 kept the NIC taxonomy. We concluded that is possible to use the NIC as a standardized terminology to describe the nursing care prescribed, once this classification has proven, in most cases, appropriate to neonatal reality.
URI: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/8356
Appears in Collections:DENF - Teses defendidas na UFC

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2013_tese_fcfontenele.pdf2,13 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.