Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/8495
Title in Portuguese: Resistência genética e induzida de Vigna unguiculata (L.) Walp. à Aphis craccivora Koch e sua amostragem.
Title: Genetic and induced resistance in Vigna unguiculata (L.) Walp. to Aphis craccivora Koch and its sampling
Author: Silva, Jefté Ferreira da
Advisor(s): Bleicher, Ervino
Co-advisor(s): Marques, Gleidson Vieira
Keywords: Fitotecnia
Feijão de corda
Pulgão preto
Cis-jasmona
Preferência
Distribuição espacial
Feijão-de-corda
Variação Genética
Plantas - Resistência à doenças e pragas
Issue Date: 2011
Citation: SILVA, J. F.; BLEICHER, E. (2011)
Abstract in Portuguese: Objetivaram-se neste trabalho: avaliar a resistência de genótipos de feijão de corda [Vigna unguiculata (L.) Walp.] ao pulgão preto [Aphis craccivora Koch 1854] e estudar a variabilidade genética desses genótipos para esta característica; avaliar a ação indutora da cis-jasmona para a resistência a esta praga; estudar a dispersão espacial do pulgão na cultura de feijão de corda; e estabelecer o número de amostras necessárias para a estimativa da população da praga para o uso em programas de Manejo Integrado de Pragas. Para a avaliação da resistência foi conduzido um experimento de preferência em casa de vegetação na Universidade Federal do Ceará (UFC), em Fortaleza, Ceará. O delineamento utilizado foi o de blocos casualizados com 51 tratamentos, representados pelos genótipos, e quatro repetições. Foram estimadas as distâncias generalizadas de Mahalanobis e o agrupamento dos genótipos foi realizado utilizando o método de otimização de Tocher. Para a avaliação da cis-jasmona foram conduzidos três experimentos, sendo o primeiro em Quixadá, Ceará, no delineamento de blocos casualizados com cinco repetições e cinco tratamentos sendo: uma testemunha; aplicação dos inseticidas endosulfan e deltamethrin; e a aplicação da cis-jasmona em dose única de 60 g.i.a. ha-1, em três aplicações de 20 g.i.a. ha-1 e seis de 10 g.i.a. ha-1 sobre a cultivar Vita 7. No segundo, no mesmo local, as sementes das cultivares TVu 408 P2, BRS Gurguéia e Vita 7 foram embebidas em uma solução de cis-jasmona na concentração de 60 g.i.a. ha-1 ou em água por 24 horas. O delineamento utilizado foi em blocos casualizados no arranjo fatorial 3x2. No terceiro experimento, conduzido na UFC, utilizou-se o delineamento de blocos casualizados com quatro repetições e quatro tratamentos que consistiam de uma testemunha; e aplicações de cis-jasmona nas doses de 50 g.i.a. ha-1, 100 g.i.a. ha-1 e 200 g.i.a. ha-1. A cultivar utilizada foi a Vita 7. Para as avaliações foi contado o número de colônias de pulgão presentes em toda planta. Para estudo da dispersão do pulgão foram cultivados dois campos experimentais na UFC. O primeiro campo tinha uma área de 216 m² e o segundo 576 m². Os campos foram divididos em 15 e 25 parcelas, respectivamente. A cultivar utilizada foi a Vita 7 no espaçamento de 0,25 m x 0,8 m. Foram realizadas seis coletas de dados em cada campo onde foram avaliadas dez plantas por parcelas. Foi contado o número de colônias de pulgão presentes em toda a planta. Os resultados demonstram que os genótipos BRS Guariba, TVu 410, BRS Paraguaçu, TVu 36, Sempre Verde, TVu 408 P2, Setentão e Epace 10 apresentam maior resistência ao pulgão. As maiores divergências encontradas foram entre o BRS Guariba e Sete Semanas e entre TVu 410 e Sete Semanas, enquanto o BRS Guariba e TVu 410 foram os mais similares. Foi observada a divisão dos genótipos em oito grupos e o caractere que mais contribui para a divergência é o número de ninfas. O cruzamento entre o genótipo Setentão e os genótipos BRS Guariba,TVu 410, BRS Paraguaçu, TVu 36, TVu 408 P2 e entre o Epace 10 e o Sempre Verde, BRS Guariba e TVu 410 podem resultar em novas combinações genéticas visando o melhoramento da resistência ao pulgão. Em todos os experimentos a cis-jasmona não reduziu a infestação de A. craccivora concluindo-se que essa substância, em condições de campo, não induz a resistência. Quanto a dispersão os índices de agregação utilizados indicam que do tipo agregada o que foi confirmado pelo ajuste dos dados a distribuição de frequência Binomial Negativa. Quarenta e cinco é o número de amostras adequado para a estimativa da população de A. craccivora em campos de V. unguiculata para aplicação em programas de Manejo Integrado de Pragas.
Abstract: The objective of this work were: to evaluate resistance of cowpea genotypes [Vigna unguiculata (L.) Walp.] to the black aphid [Aphis craccivora Koch, 1854] and to study the genetic variability of these genotypes for this feature; to evaluate the possible inducible action of cis-jasmone to resistance to this pest; to study the spatial dispersion of the aphid in cowpea culture, and to establish the number of samples required to estimate the population of the pest to use in integrated pest management programs. To evaluate the resistance preference, an experiment was conducted in a greenhouse at the Universidade Federal do Ceará (UFC) in Fortaleza, Ceará. The experimental design was randomized blocks with 51 treatments, represented by genotypes and four replications. We estimated the generalized Mahalanobis distances and grouping of genotypes was performed using the Tocher optimization method. For the evaluation of cis-jasmone three experiments were conducted, the first in Quixadá, Ceará, in the design of randomized blocks with five replications and five treatments as follow: untreated control; application of the insecticide endosulfan and deltamethrin, and the application of cis-jasmone a single dose of 60 g.ha-1, three applications of 20 g ha-1 and six of 10 g ha-1 on the cultivar Vita 7. In the second, in the same place, the seeds of the TVu 408 P2, BRS Gurguéia and Vita 7 were soaked in a solution of cis-jasmone with 60 g ha-1 or in water for 24 hours. The design was factorial 3x2 in blocks. In the third experiment, conducted in the UFC, we used a randomized block design with four replications and four treatments consisting of an untreated control, and applications of cis-jasmone at doses of 50 g ha-1, 100 g ha-1 and 200 g ha-1. The cultivar was Vita 7. For the evaluations, the number of colonies of aphids present in every plant was counted. To evaluate the spatial distribution of aphid were grown in two field trials in the UFC. The first field had an area of 216 m² and second 576 m². The fields were divided into 15 and 25 plots, respectively. The cultivar used was Vita 7 spaced in 0.25 m x 0.8 m. On those fields were performed six collections of data in each field where they were evaluated ten plants per plot. It was count the number of colonies of aphids present throughout the plant. The results show that the genotypes BRS Guariba, TVu 410, BRS Paraguaçu TVu 36, Sempre Verde, TVu 408 P2, Setentão e Epace 10 have greater resistance to the aphid than the others. The largest differences were found between BRS Guariba and Sete Semanas and between Tvu 410 and Sete Semanas, while the BRS Guariba and TVu 410 were the most similar. We observed the division of the genotypes in eight groups and the character that contributes to the most divergence was the number of nymphs. The crosses among the genotype Setentão and the genotypes BRS Guariba ,TVu 410, BRS Paraguaçu, TVu 36, TVu 408 P2 and between Epace 10 and Sempre Verde, BRS Guariba and TVu 410 may result in new genetic combinations intended to improve resistance to aphid. In all experiments, cis-jasmone did not reduce the infestation of A. craccivora and so concluding that this product, under field conditions, does not induce resistance. The dispersion indices indicate that aggregate was the case in this study, which was confirmed by data fitting the frequency distribution of the Negative Binomial. Forty five is the appropriate number of samples to estimate the population of A. craccivora in the fields of V. unguiculata to be used in Integrated Pest Management programs.
Description: SILVA, J. F. Resistência genética e induzida de Vigna unguiculata (L.) Walp. à Aphis craccivora Koch e sua amostragem. 2001. 122 f. Tese (Doutorado em Agronomia/Fitotecnia) - Centro de Ciências Agrárias, Universidade Federal do Ceará, Fortaleza, 2011.
URI: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/8495
metadata.dc.type: Tese
Appears in Collections:PPGFIT - Teses defendidas na UFC

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2011_tese_jfsilva.pdf4,35 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.