Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/8539
Título: Adaptação transcultural do Quality of Life Index Spinal Cord Injury : version III
Título em inglês: Cross-cultural adaptation the Quality of life index spinal cord injury - version III
Autor(es): Reis, Priscila Alencar Mendes
Orientador(es): Carvalho, Zuila Maria de Figueiredo
Palavras-chave: Medula Espinal
Qualidade de Vida
Enfermagem Transcultural
Data do documento: 2014
Citação: REIS, P. A. M. (2014)
Resumo: A partir da necessidade de um instrumento específico para avaliar a qualidade de vida de pessoas com lesão medular no idioma brasileiro, realizou-se este estudo que teve como objetivos: traduzir e adaptar culturalmente para a língua portuguesa Ferrans and Powers Quality of Life Index Spinal Cord Injury Version – III e caracterizar a amostra quanto aos aspectos sociodemográficos e clínicos. Estudo do tipo metodológico, no qual obteve-se autorização da autora para utilização do instrumento. Inicialmente procedeu-se a etapa de tradução com a participação de seis tradutores, em seguida a adaptação cultural pela confrontação de cinco juízes. A amostra do pré-teste constituiu-se de 30 pacientes com lesão medular selecionados a partir do banco de dados disponibilizados pelo Núcleo de Pesquisa e Extensão em Enfermagem Neurológica, e que atenderam aos critérios de inclusão. A coleta de dados ocorreu nos meses de agosto a novembro/2013, por meio da utilização da versão final traduzida para o português denominada de Índice de Lesão Medular e Qualidade De Vida – Versão III e um questionário com dados sociodemográficos e clínicos. O estudo foi aprovado pelo Comitê de Ética em Pesquisa, Parecer nº 344.927/2013. Obteve-se um índice com 74 itens, divididos em duas partes (satisfação / importância), com alguns ajustes para facilitar a compreensão, dos quais resultaram em quatro acréscimos de pronome ou artigo para variação do gênero; nove retiradas de uma palavra ou artigo; duas mudanças de uma palavra para uma expressão; quatro expressões adicionais com o intuito de exemplificar; quatro ajustes em expressões; nove mudanças de apenas uma palavra. Desse modo, obteve-se ao todo 24 modificações. Quanto aos critérios de equivalência semântica do índice observou-se que, em relação a ortografia o percentual de itens avaliados como Tradução Muito Adequada foi superior a 87%, vocabulário e gramática a 86%. Na equivalência idiomática obteve-se valores superior a 74%, na equivalência experimental superior a 78% e na equivalência conceitual superior a 70%. A análise estatística para as avaliações semântica, idiomática, experimental e conceitual por meio do kappa apontou de ligeira a moderada a concordância das análises entre os pares, ao adotar (p ≤ 0,05). Conclui-se que este instrumento após ser adaptado transculturalmente demonstrou ser adequado do ponto de vista semântico, idiomático, experimental e conceitual, além de fácil aplicação para avaliar a qualidade de vida de pessoas com lesão medular. O estudo possibilitou a ampliação do saber científico da enfermagem, em especial aos profissionais que atuam na área neurológica, por possibilitar o planejamento, as intervenções e avaliação de cuidados direcionados às necessidades tão peculiares destes pacientes, podendo agora recorrer a uma tecnologia que mensura muitas relações subjetivas e que não são observadas ou reveladas.
Abstract: From the need for a specific instrument to evaluate the quality of life of people with spinal cord injury in the Brazilian language, this study was conducted and had the following objectives: to translate and culturally adapt to Portuguese Ferrans and Powers Quality of Life Index Spinal Cord Injury Version – III and characterise the sample in terms of sociodemographic and clinical aspects. Methodological procedure, in which the authorization from the author was obtained. First, there was a stage of translating with the participation of six translators. Then, there was a cultural adaptation taking into account the opinion of five judges. The pretest sample consisted on 30 patients with spinal cord injury, which were selected from the database of the Center for Research and Consulting in Neurological Nursing, and which also met the criteria for inclusion. Data was collected from August to November of 2013 by the final version in Portuguese called Índice de Lesão Medular e Qualidade De Vida – Versão III and a questionnaire with social, demographic and clinical data. The study was approved by the Ethics in Research Committee, under the number: 344.927/2013. An index with 74 items was obtained, it was divided into two parts (satisfaction / importance ), on which some adjustments were made for a better understanding. These adjustments resulted in: the addition of four new pronouns or articles to change the genre; nine exclusions of words or articles; two changes from a word to a term; four additional expressions for the purpose of illustrating; four adjusts in expressions; nine changes of only one word. Therefore, there was 24 modifications. It was observed that, in the criteria of semantics equivalence of the index, ortography was rated as “a very appropriate translation” by a number greater than 87 % ; vocabulary and grammar, by 86%; idiomatic equivalence was rated by a number higher than 74%; experimental equivalence, higher than 78% and conceptual equivalence, by a number greater than 70%. Statistical analysis on semantic, idiomatic, experimental and conceptual evaluations by kappa showed a slight to moderate conformity between the pairs of analysis, adopting (p ≤ 0.05). It was concluded that this instrument, after being transculturally adapted, has proved to be appropriate under the semantic , idiomatic, experimental and conceptual views, as well as easy to use to evaluate the quality of life of people with spinal cord injury. The study enabled the expansion of scientific knowledge of nursing, especially for professionals in the neurological field, by making it possible to plan, intercede and evaluate the caring for the special needs of these patients. It is now possible to resort to a technology that takes into account a great number of subjective relationships that are not, generally, observed or disclosed.
Descrição: REIS, Priscila Alencar Mendes. Adaptação transcultural do Quality of Life Index Spinal Cord Injury : version III. 2014. 140 f. Dissertação (Mestrado em Enfermagem) - Universidade Federal do Ceará. Faculdade de Farmácia, Odontologia e Enfermagem Enfermagem, Fortaleza, 2014.
URI: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/8539
Aparece nas coleções:DENF - Dissertações defendidas na UFC

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
2014_dis_pamreis.pdf3,19 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.