Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/8545
Título: Seleção de áreas potenciais para o cultivo de ostra nativa, crassostrea spp. e sururu, Mytella falcata, em Raposa, Maranhão
Título em inglês: Selection of potential areas for the cultivation of native oyster, Crassostrea spp. and mussel, Mytella falcata, in Raposa county, Maranhão St
Autor(es): França, Victor Lamarão de
Monteles, Josinete Sampaio
Funo, Izabel Cristina S. Almeida
Castro, Antonio Carlos Leal de
Palavras-chave: Maricultura
Crassostrea spp. - Cultivo
Data do documento: 2013
Editor: Arquivos de Ciências do Mar
Citação: FRANÇA, V. L. de; MONTELES, J. S.; FUNO, I. C. S. A.; CASTRO, A. C. L. de (2013)
Resumo: O presente trabalho identifica áreas potenciais para o cultivo da ostra nativa, Crassostrea spp., e sururu, Mytella falcata, no município de Raposa, Maranhão a fim de fomentar o desenvolvimento da maricultura sustentável nesse estado. Para isso foram utilizados 16 descritores ambientais e um banco de dados contendo informações de uso e ocupação do solo, unidades de conservação e rede hidrológica, que deram origem às unidades de paisagem locais. Como resultado foram definidas três faixas potenciais ao cultivo de ostra e sururu nesta área e propostos a demarcação de 13 parques aquícolas, sendo três em Mujijáia, cinco no Igarapé das Ostras e cinco no Igarapé da Juçara, totalizando 5,75 ha de cobertura efetiva. Os descritores bióticos e abióticos utilizados revelaram características ótimas no município para a instalação de sistemas de cultivo, e que estes podem também ocorrer em consonância com outras atividades, como o turismo, mariscagem e pesca, permitindo o aumento da renda familiar e de oportunidades de emprego.
Abstract: This paper identifies potential areas for the cultivation of mangrove oyster, Crassostrea spp. and mussel, Mytella falcata, in Raposa county, Maranhão in order to promote the development of sustainable mariculture in this state. For this we referred to 16 environmental descriptors and a database containing data for use and occupation of land, conservation areas and hydrological network that originated the local landscape units. As a result we reached the definition of three bands for potential cultivation of oysters and mussels in this area which have been proposed to demarcate 13 collective aquaculture areas, three in Mujijáia, five in Igarapé das Ostras and five in Igarapé da Juçara, rounding up to 5.75 hectares of effective covering. The adopted biotic and abiotic descriptors revealed outstanding characteristics in the region for the installation of farming systems, and they may also occur in line with other activities such as tourism, fishing and shellfish, permitting increased family income and job opportunities.
Descrição: FRANÇA, V. L. de et al. Seleção de áreas potenciais para o cultivo de ostra nativa, crassostrea SPP. e sururu, Mytella falcata, em Raposa, Maranhão. Arquivos de Ciências do Mar. Fortaleza, v. 46, n. 1, p. 62-75, 2013.
URI: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/8545
Aparece nas coleções:LABOMAR - Artigos publicados em revistas científicas

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
2013_art_vldefranca.pdf3,67 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.