Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/858
Título: Um novo método para avaliação rápida da tungíase em áreas endêmicas
Título em inglês: Introduction : systematic data of tungiasis epidemiology are still scarce in endemic areas
Autor(es): Ariza, Liana de Moura
Orientador(es): Heukelbach , Jorg
Palavras-chave: Tunga
Epidemiologia
Saúde Pública
Tungíase
Data do documento: 2009
Citação: ARIZA, L. M., (2009)
Resumo: Introdução: Existe pouco conhecimento sistemático sobre a epidemiologia da tungíase em áreas endêmicas. São necessários métodos de avaliação rápida para delimitar áreas em risco e possibilitar a implementação e avaliação do impacto de intervenções. Objetivo: Desenvolver e avaliar um método epidemiológico rápido para estimar a prevalência geral e a gravidade da tungíase em comunidades endêmicas com diferentes características demográficas, sócio-culturais e ambientais. Material e Métodos: Análise de dez estudos transversais realizados em cinco comunidades, três do Brasil (dados secundários) e duas da Nigéria (dados primários), no período de 2001-2008. A tungíase foi diagnosticada clinicamente a partir da presença de lesões de Tunga penetrans na epiderme dos indivíduos. Para elaborar o método rápido, seis localizações topográficas dos pés foram selecionadas como potenciais indicadores de infestação em nível comunitário. Foram feitas regressões lineares, calculados coeficientes de determinação (R2) e os valores p. Critérios operacionais como rapidez e facilidade do exame também foram utilizados para a escolha do método mais adequado. Resultados: Ao todo, nos dez estudos transversais foram incluídos 7.121 indivíduos. As prevalências da tungíase variaram entre 21% e 54%. Nas duas comunidades nigerianas a prevalência geral da tungíase nas 302 pessoas examinadas foi 47% (intervalo de confiança 95%: 41%-53%). Os homens foram mais infestados do que as mulheres (51% vs. 44%, p=0,2), assim como as crianças em comparação aos indivíduos >15 anos (60% vs. 33%, p<0,0001). Na análise dos potencias métodos rápidos, os coeficientes de determinação foram altos, variaram entre 70% e 96% para as seis localizações topográficas, com valores p significantes (todos <0,002). A prevalência na area periungueal dos pés apresentou o mais alto coeficiente de determinação (96%), além da maior rapidez e facilidade do exame. As prevalências gerais estimadas a partir da equação da reta Y= 1,12 x prevalência na área periungueal + 5,0 apresentaram média do erro absoluto de 1,9%. Prevalências graves (> 20 lesões), estimadas pela equação da reta Y= 0,24 x prevalência na área periungueal - 3,4, apresentaram erro absoluto médio de 0,9%. Conclusão: A tungíase é um problema de saúde pública em comunidades pesqueiras na Nigéria. A identificação de T. penetrans na área periungueal dos pés pode ser usada como método rápido e confiável de avaliação epidemiológica. Sua aplicação auxiliará na delimitação de áreas endêmicas, bem como no planejamento de medidas que visem à redução da tungíase em áreas endêmicas.
Abstract: Rapid assessment methods are needed to delimitation of risk communities and to enable implementation and evaluation of impact interventions. Objective: To develop and assess a rapid epidemiologic method to estimate the overall prevalence of tungiasis and severity of disease in endemic communities with distinct demographic, socio-cultural and environment characteristics. Material and Methods: Analysis data from ten population-based surveys on tungiasis, performed in five endemic communities – three in Brazil (secondary data) and two Nigeria (primary data) – between 2001 and 2008. In all surveys, tungiasis was clinically diagnostic by presence of Tunga penetrans into epidermis of participants. To elaborate rapid assessment method six topographic sites of the feet were selected as potential infestation indicator in community level. Linear regression analyses were performed as well strength of associations (R2) and p values were calculated. Estimated prevalences were calculated for each of the ten surveys and compared to true prevalences. The most useful topographic localization to define a rapid assessment method was select based on the strength of association and operational aspects. Result: In total, 7121 individuals of the five communities were examined. Prevalence of tungiasis varied between 21.1% and 54.4%. In the two Nigerian communities the combined overall prevalence was 47% (142/302; 95% confidente intervale: 41%-53%). Tungiasis were more common in males than in females (51,5% vs. 46,3%; p=0,2). Children prevalence (<14 years) was statistically higher then adolescents and adults prevalence (60% vs. 33%, p<0,0001). In the ten surveys, all strength coefficients were high for the six localizations (ranged between 70% and 96%) and p values were significant (all <0,002). The presence of periungual lesions on the toes showed the highest strength coefficient (R2=96%; P<0.0001) and it was identified as the most useful and rapid localization to estimate the prevalence of tungiasis. Estimating prevalence of tungiasis by equation [estimated prevalence] = 1,12 x [prevalence on periungual sites] + 5,0), the mean absolute error was 1,9%. Tungiasis on this topographic site also reliably estimated prevalence of severe disease (>20 lesions) using the equation [estimated prevalence] = 0,24 x [prevalence on periungual sites] – 3,4); mean absolute error was 0,9%. Conslusion: Tungiasis is a public health problem in the fishing communities in Nigeria. Identification of T. penetrans in the periungual area of the feet can be used as a rapid and reliable method to assess the epidemiological situation of endemic areas. This approach will help to delimit endemic communities and to plan control measures aimed at the reduction of tungiasis. Key-words: Tungiasis; Tunga penetrans; Epidemiology; Rapid assessment method; Public Health; Africa; Brazil
Descrição: ARIZA, Liana de Moura. Um novo método para avaliação rápida da tungíase em áreas endêmicas. 2009. 209 f. : Tese (doutorado) - Universidade Federal do Ceará. programa de Pós-Graduação em Ciências Médicas, Fortaleza-CE, 2009.
URI: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/858
Aparece nas coleções:DMC - Teses defendidas na UFC

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
2009_tese_lmariza.pdf4,54 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.