Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/8638
Title in Portuguese: Subsídios para monitoramento e manejo da resistência de Bemisia tabaci (Gennadius) (Hemiptera: Aleyrodidae) a inseticidas.
Title: Subsides for monitoramento and resistance manajemente of Bemisia tabaci (Gennadius) (Hemiptera: Aleyrodidae)the perticides.
Author: Silva, Leonardo Dantas da
Advisor(s): Bleicher, Ervino
Co-advisor(s): Omoto, Celso
Keywords: Fitotecnia
Mosca-branca
Controle químico
Manejo da resistência
Issue Date: 2006
Citation: SILVA, L. D. Subsídios para monitoramento e manejo da resistência de Bemisia tabaci (Gennadius) (Hemiptera: Aleyrodidae) a inseticidas. 2006. 86 f. Tese (Doutorado em Agronomia/Fitotecnia) - Centro de Ciências Agrárias, Universidade Federal do Ceará, Fortaleza, 2006.
Abstract in Portuguese: O uso de inseticidas tem sido a principal estratégia de controle da mosca-branca, Bemisia tabaci (Gennadius). O uso intensivo desses produtos tem levado ao aparecimento de problemas de resistência da mosca-branca aos mesmos em todo o mundo. Devido à carência de estudos nessa área no Brasil, os objetivos desta pesquisa foram: validar uma técnica de bioensaio para a caracterização de linhas-básicas de suscetibilidade de B. tabaci a inseticidas e verificar a variabilidade genética de populações de B. tabaci quanto à suscetibilidade a alguns inseticidas no Brasil. A técnica de bioensaio testada foi uma do tipo contato residual mediante o uso de discos foliares de feijão-de-porco como substrato. A influência de plantas de algodão e soja sobre a suscetibilidade da criação de B. tabaci foi também avaliada para a definição dos procedimentos de bioensaio. Os inseticidas usados na pesquisa foram acetamiprido, imidacloprido, tiametoxam, clorpirifós, endosulfan e piridabem. Quatro populações de mosca-branca foram testadas em relação a uma população suscetível de referência (SusIAC), sendo duas oriundas do Estado de Goiás (GO-1 e GO-2) e outras duas do Estado da Bahia (BA-1 e BA-2). Os discos foram tratados por imersão em solução inseticida e, posteriormente, foram colocados sobre uma camada de solução ágar-água no fundo de tubo de vidro. Insetos adultos não separados por sexo e nem por idade foram transferidos para o tubo contendo o disco tratado. As avaliações foram realizadas após 24 h da infestação de mosca-branca para o endosulfan e 48 h para os demais produtos. As caracterizações das linhas-básicas de suscetibilidade de B. tabaci a inseticidas testados foram mais consistentes quando esse inseto foi criado em plantas de algodão ao invés de soja. Foram detectadas diferenças significativas quanto à suscetibilidade de mosca-branca aos inseticidas. A população GO-2 foi significativamente menos suscetível aos inseticidas testados do que a SusIAC, principalmente em relação aos neonicotinóides (acetamiprido, imidacloprido, tiametoxam). A situação mais crítica de resistência de mosca-branca ocorreu com tiametoxam, seguida pelo imidacloprido.
Abstract: The use of pesticides has been the major strategy to control the whitefly, Bemisia tabaci (Gennadius). The intensive use of these products has resulted in the development of whitefly resistance all around the world. Because of lack of studies in this subject in Brazil, the objectives of this research were: validate a bioassay technique to characterize the baseline susceptibility and evaluate the genetic variability of B. tabaci populations to some pesticides in Brazil. A residual contact bioassay by using foliar discs of Canavalia ensiformis L.. The effect of cotton and soybean plants on susceptibility of the rearing B. tabaci to acetamiprid, imidacloprid, thiamethoxan, chlorpyrifos, endosulfan and pyridaben was evaluated. Four whitefly populations, two from the Goiás state (GO-1and GO-2) e two from Bahia state (BA-1 and BA-2), were tested against a susceptible reference one (SusIAC). The foliar discs were treated by immersion on the chemical solutions and; then, they were transferred onto an agar-water solution in the bottom of a glass vial. Adult insect of unknown age and sex were transferred to the vials with treated foliar discs. Evaluations were performed after 24 h for endosulfan and 48 h for the other chemicals. The characterization of the baseline susceptibility of B. tabaci to the tested pesticides was more consistent when whiteflies were reared on cotton than on soybean plants. Significant differences in the susceptibility to pesticides were detected among B. tabaci populations. The population GO-2 was significantly less susceptible to tested pesticides than SusIAC, mainly to neonicotinoids. The most critical whitefly resistance situation was detected to thiamethoxan, followed by imidacloprid.
URI: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/8638
metadata.dc.type: Tese
Appears in Collections:PPGFIT - Teses defendidas na UFC

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2006_tese_ldsilva.pdf387,7 kBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.