Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/8648
Título: Negatividade e positividade da política em Karl Marx
Título em inglês: La négativité et la positivité de la politique de Karl Marx
Autor(es): Riça, Fernando Farias Ferreira
Orientador(es): Chagas, Eduardo Ferreira
Palavras-chave: Émancipation politique
Émancipation humaine
Marx,Karl,1818-1883 - Crítica e interpretação
Ciência política - Filosofia
Revoluções - Filosofia
Data do documento: 2014
Editor: www.teses.ufc.br
Citação: Riça, F. F. F.; Chagas, E. F. (2014)
Resumo: Esse trabalho consiste em uma analise aprofundada das obras de Karl Marx no que diz respeito à política. Nela pretendemos demonstrar que há, no pensamento político de Marx, uma concepção negativa e uma positiva da política. A política, nas obras do autor, praticada pelo burguês capitalista surge como política negativa, pois ele não está interessado com o bem social como um todo e como finalidade da sua ação política. O que ele visa é o bem próprio ou, quando muito, o bem de determinado grupo de interesses iguais aos seus. Nesse caso, a política beneficia aqueles que possuem mais bens, e o poder se fundamenta na riqueza, ou seja, na expropriação dos meios de produção da vida material. O guardião maior dessa forma de fazer política é o Estado, que é usado não para realizar e estabelecer um patamar de igualdade e liberdade a todos os cidadãos, mas para garantir a existência de mecanismos que protegem as riquezas de um pequeno grupo. É nessa perspectiva que podemos compreender melhor a concepção negativa da política em Marx. Para o filósofo, se faz necessária uma emancipação para além da emancipação política, que ele chamou de emancipação humana. Essa garantiria a todos os indivíduos a plena liberdade, igualdade, o direito de usufruir dos bens produzidos da terra segundo suas reais necessidades, em suma, realizar as garantias do cidadão no mundo, no real. Na obra do filósofo, o elemento principal da realização da emancipação humana é o trabalhador, pois ele é, segundo Marx, um indivíduo de sofrimento e miséria universal, e tal emancipação se dará com uma revolução social. É nesse tipo de ação que afirmamos existir um aspecto positivo da política em Marx, pois ela agora não visa um interesse de determinada classe, mas o bem de toda a sociedade. É importante salientar que a política pensada em seu caráter positivo, ou seja, voltada para o social, é resultado da superação de seu caráter negativo, privado. Isto quer dizer que a análise da política em nosso trabalho tem como referência o método dialético de Marx.
Descrição: RIÇA, Fernando Farias Ferreira. Negatividade e positividade da política em Karl Marx. 2014. 112f. – Dissertação (Mestrado) – Universidade Federal do Ceará, Programa de Pós-graduação em Filosofia, Fortaleza (CE), 2014.
URI: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/8648
Aparece nas coleções:PPGFILO - Dissertações defendidas na UFC

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
2014_dis_fffrica.pdf773,87 kBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.