Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/869
Título: Efeito da via de sinalização slam sobre células T na resposta in vitro à leishmania braziliensis
Título em inglês: Effect of signaling pathway in T cells slam on in vitro response to Leishmania braziliensis
Autor(es): Coelho, Zirlane Castelo Branco
Orientador(es): Cunha , Geanne matos de Andrade
Palavras-chave: Leishmania braziliensis
Leishmaniose cutânea
Interferon gama
Interleucina-10
Data do documento: 2011
Citação: COELHO, Z. C. B., (2011)
Resumo: A ativação das células do sistema imunológico é modulada através dos sinais acionados por uma diversidade de receptores de superfície celular, incluindo os receptores ativadores, receptores coestimuladores e receptores inibidores. Receptores relacionados à molécula sinalizadora na ativação do linfócito (SLAM) têm influência na ativação imunológica celular. Neste trabalho, investigou-se a função de SLAM na resposta imunológica à Leishmania braziliensis, e se a resposta de indivíduos alto (AP) ou baixo (BP) produtores de IFN-γ seria modulada pela via de sinalização SLAM. Células monocucleadas do sangue periférico (CMSP) de 43 indivíduos foram bloqueadas com α-SLAM, rIFN-γ, rIL-12 e fitohemaglutinina, após estimulação com L. brazilensis. Verificou-se que L. braziliensis promoveu uma significante redução da expressão de SLAM nas células T, com 120h de cultivo, possivelmente indicando ativação desta via na resposta imunológica inicial. A expressão de SLAM se comportou de modo diferenciado nos indivíduos AP e BP. Nos indivíduos BP, L. braziliensis não alterou a expressão de SLAM nas células T, na fase inicial da resposta imunológica. O bloqueio da via de SLAM com α-SLAM reduziu significativamente a expressão desta proteína nos primeiros momentos da resposta imunológica das CMSP estimuladas com L. braziliensis. O bloqueio com α-SLAM, avaliado com 120 horas, não alterou a expressão de CD3+SLAM+, em ambos os grupos. As citocinas proinflamatórias, rIFN-γ e rIL-12, presentes no microambiente com L. braziliensis, reduziram a expressão de SLAM apenas em indivíduos AP com 6h de sensibilização e não modificaram esta resposta com 120h de cultivo, na presença do antígeno. O bloqueio com α-SLAM, na concentração de 10μg/ml, não interferiu na produção das citocinas IFN-γ e IL-13, em ambos os grupos, entretanto aumentou de forma significativa a produção de IL-10 em indivíduos AP. O bloqueio da via de SLAM associado à L. braziliensis e rIFN-γ não modificou a produção de IFN-γ, IL-13 e IL-10. O bloqueio da via de SLAM associado à L. braziliensis e rIL-12 induziu aumento de IFN-γ, nos indivíduos BP, e aumento de IL-13, nos indivíduos AP. Os resultados deste trabalho sugerem que, na resposta in vitro de CMSP, sensibilizadas com L. braziliensis, a via de sinalização SLAM atua na modulação da resposta Th1 em indivíduos AP e induz uma condição de imunossupressão temporária nos indivíduos BP, não descrita anteriormente na literatura.
Abstract: Immune cells activation is modulated by balancing the signals triggered by a variety of cell surface receptors, including receptor activators, co-stimulating receptors and inhibitory receptors. Receptor-related signaling molecule in lymphocyte activation (SLAM) influences the immune cell activation. In this study we investigated the role of SLAM in immune response of cutaneous leishmaniasis caused by L. braziliensis, as well as if the response of individuals high (HP) or low (LP) IFN-γ producers is modulated by SLAM signaling pathway. Peripheral blood monocuclear cells (PBMC) isolated from 43 health individuals were cultured in vitro with anti-SLAM, rIFN-γ, rIL-12 and phytohemagglutinin in the presence or in the absence of L. braziliensis. It was found that L. braziliensis promoted a significantly reduced SLAM expression in T cells, after 120 h of cultured, possibly indicating activation of this pathway in the initial immune response. SLAM expression behaved differently in HP and LP groups. In LP group, L. braziliensis did not modify SLAM expression in T cells in early immune response. The effect of anti-SLAM on SLAM pathway reduced the expression of this protein in the early stages of the immune response of PBMC stimulated with L. braziliensis. After 120 h the effect of anti-SLAM did not alter CD3+SLAM+ expression in both groups. The proinflammatory cytokines, rIFN-γ and rIL-12, present in the microenvironment with L. braziliensis, reduced SLAM expression only in HP group after 6 h of culture and did not change this response after 120 h. Anti-SLAM at a concentration of 10 μg/ml presented no effect on production of cytokines IFN-γ and IL-13 in both groups, but significantly increased IL-10 production in the HP group. Furthermore anti-SLAM associated with L. braziliensis and rIFN-γ simultaneously did not modify IFN-γ, IL-13 and IL-10 productions. Anti-SLAM associated with L. braziliensis and rIL-12 simultaneously induced an increase of IFN-γ in LP group, and increased IL-13 in HP group. These results suggest that in vitro immune response of PBMC exposed to L. braziliensis, the SLAM signaling pathway acts in modulating Th1 response in HP group and induces a condition of temporary immunosuppression in LP group, not previously described in literature.
Descrição: COELHO, Zirlane Castelo Branco Coelho. Efeito da via de sinalização slam sobre células T na resposta in vitro à leishmania braziliensis. 2011. 139 f. Tese (Doutorado) - Universidade Federal do Ceará. Faculdade de Medicina. Programa de Pós-Graduação em Ciências Médicas, Fortaleza, 2011.
URI: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/869
Aparece nas coleções:DMC - Teses defendidas na UFC

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
2011_tese_coelho.pdf24,91 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.