Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/8754
Título: O encadeamento argumentativo na teoria da argumentação na língua
Título em inglês: The argumentative chaining in Theory of Argumentation within Language
Autor(es): Carneiro, Waltersar José de Mesquita
Orientador(es): Mattes, Marlene Gonçalves
Palavras-chave: Theory of Argumentation within Languager
Agumentative chaining
Linguagem e lógica
Lingüística
Análise do discurso
Data do documento: 2006
Editor: www.teses.ufc.br
Citação: Carneiro, W. J. M.; Mattes, M. G. (2006)
Resumo: A presente dissertação apresenta uma discussão teórica sobre a Teoria da Argumentação na Língua – TAL, teoria apresentada por Oswald Ducrot e colaboradores. O objetivo principal deste trabalho é verificar como os pressupostos da TAL têm sido utilizados por autores que tratam da noção de encadeamento argumentativo. Como a Tal passou, desde a publicação de “A argumentação na língua”, em 1983 por Anscombre e Ducrot, por modificações em alguns de seus pressupostos, que interferiram diretamente na noção de encadeamento argumentativo, buscamos verificar se os autores que utilizaram os pressupostos da TAL acompanharam as respectivas alterações da teoria. Com o propósito de delimitar a área de abrangência de nosso trabalho dentro do campo da argumentação, fizemos um percurso histórico sobre o tema, partindo dos primeiros usos do termo, através dos ‘mitos’ da Antiguidade Clássica até a postulação da Teoria da Argumentação na Língua. A cada momento histórico do tratamento da argumentação, verificamos quais postulados influenciaram a teoria ducrotiana. Selecionamos como objeto de verificação algumas obras teóricas da área da Lingüística Textual e da área da Análise do Discurso, que nos permitiram, pelo fato de conterem referências a conceitos advindos da teoria ducrotiana, verificar de que forma conceitos como ‘operador argumentativo’ e ‘polifonia’ foram utilizados nessas obras, observando principalmente se elas acompanharam todas as reformulações teóricas que caracterizam a própria TAL.
Abstract: This paper presents a theoretical discussion on the Theory of Argumentation within Language – TAL, such as proposed by Oswald Ducrot and his collaborators. Our main objective is to investigate how the fundamental principles of TAL have been used by authors who deal with the notion of argumentative chaining. Since the publication of "The Argumentation within Language", in 1983, by Anscombre and Ducrot, some TAL basic principles have been modified, with direct consequences to the notion of argumentative chaining. Thus, this paper aims at checking if the authors who have been using TAL principles have followed the relevant modifications to the basic theory. In order to limit the scope of our work to the argumentation field, we have looked at the historical background of the discussions on the topic, from the first uses of the term in the Classic Antiquity ‘myths’ to the postulation of the Theory of Argumentation within Language. On each historical moment of the reflection on argumentation, we checked which principles have influenced Ducrot’s theory. As a corpus for this study, we selected some theoretical books in the areas of Textual Linguistics and Discourse Analysis. Those texts contain references to concepts derived from Ducrot’s theory, which allowed us to observe how concepts such as “argumentative operator” and “polyphony” have been used in these books, and above all to check if such concepts have followed, in these texts, all the theoretical reformulations that mark TAL theory.
Descrição: CARNEIRO, Waltersar José de Mesquita. O encadeamento argumentativo na teoria da argumentação na língua. 2006. 96f. – Dissertação (Mestrado) – Universidade Federal do Ceará, Departamento de Letras Vernáculas, Programa de Pós-graduação em Linguística, Fortaleza (CE), 2006.
URI: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/8754
Aparece nas coleções:PPGL - Dissertações defendidas na UFC

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
2006_dis_wjmcarneiro.pdf5,68 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.