Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/8759
Título: Manguebit: uma discursividade literomusical guerrilheira
Título em inglês: Manguebit: une guérilla discours literomusical
Autor(es): Rocha, Francisco Talvanes Sales
Orientador(es): Costa, Nelson Barros da
Palavras-chave: Mundo Livre S/A(Conjunto musical)
Nação Zumbi(Conjunto musical)
Chico Science,1966-1997
Mangue beat(Movimento)
Cultura de massa - Recife(PE)
Cultura popular - Recife(PE)
Cultura popular - Recife(PE)
Data do documento: 2006
Editor: www.teses.ufc.br
Citação: Rocha, F. T. S.; Costa, N. B. (2006)
Resumo: Este trabalho aborda as relações interdiscursivas que, a nosso ver, foram constitutivas na emergência da discursividade manguebitiana: as que se deram com os gestos arquienunciativos de Josué de Castro de “Homens e Caranguejos”, com as arquienunciações literomusicais de Jorge Ben (com destaque para o período entre 1964 e 1974), e, por meio polêmico, com o armorialismo. Como referencial teórico, adotamos a proposta de AD de Dominique Maingueneau, devidamente adaptada ao campo de estudo dos processos discursivos literomusicais por Nelson Costa, mais alguns princípios filosóficos da Teoria Crítica, desenvolvido pela Escola de Frankfurt. Em nossa análise, utilizamo-nos dos conceitos de posicionamento, campo discursivo, prática discursiva, comunidade discursiva, dialogismo, polifonia, investimento genérico, cenografia, ethos, código de linguagem; noções de modernidade, capitalismo, indústria cultural, classe, guerrilha cultural, contracultura, etc., sem burocratizá-los em demasia, nem a nós mesmos, sabendo ser fiel e infiel (mas sem leviandades) quando o movimento analítico o exigiu. As hipóteses levantadas acerca da constituição da identidade intradiscursiva do Movimento Manguebit encontraram respaldo nas análises, algo que só reforça o potencial heurístico da AD, principalmente pela sua abertura à reconstituição incessante, tanto em diálogo com outras ciências sociais, quanto com a reflexão filosófica.
Descrição: ROCHA, Francisco Talvanes Sales. Manguebit: uma discursividade literomusical guerrilheira. 2006. 115f. – Dissertação (Mestrado) – Universidade Federal do Ceará, Departamento de Letras Vernáculas, Programa de Pós-graduação em Linguística, Fortaleza (CE), 2006.
URI: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/8759
Aparece nas coleções:PPGL - Dissertações defendidas na UFC

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
2006_dis_ftsrocha.pdf672,16 kBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.