Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/886
Título: Manifestações clínicas e fatores de risco relacionados à lesão renal aguda na Leishmaniose visceral e aplicação do critério rifle
Autor(es): Oliveira, Michele Jacintha Cavalcante
Orientador(es): Daher , Elizabeth
Palavras-chave: Leishmaniose Visceral
Fatores de Risco
Data do documento: 2010
Citação: OLIVEIRA, M. J. C., (2010)
Resumo: Introdução. Há poucos dados na literatura que relacionam a Leishmaniose visceral (LV) à lesão renal aguda (LRA). O objetivo deste estudo é avaliar as manifestações clínicas e fatores de risco associados à LRA em pacientes com LV e aplicar o critério RIFLE. Método. Estudo retrospectivo, incluindo pacientes acima de 14 anos, sem doença renal prévia, com diagnóstico de LV, internados no HSJ entre 2002 e 2008. Foram avaliadas manifestações clínicas e os fatores de risco relacionados à LRA (avaliada através do critério RIFLE) nesses pacientes, aplicando regressão logística multivariada. Resultados. Foram incluídos 224 pacientes com idade média de 36±15 anos sendo 76,8% do gênero masculino. LRA foi observada em 76 pacientes (33,9%) sendo que 52,6% (40) estavam na classe F do critério RIFLE. Dispneia, edema e icterícia foram os principais sinais e sintomas associados à LRA (p<0,05). Oligúria foi observada em 6,5% dos pacientes com LRA. Os fatores de risco associados à LRA foram gênero masculino (OR=2,2, 95% IC=1,0-4,7, p=0,03), idade acima de 40 anos (OR = 1,05, 95% IC = 1,02-1,08, p<0,001) e icterícia (OR=2,9, 95% IC=1,5-5,8, p=0,002). Foi verificada considerável associação entre o emprego de anfotericina B e LRA (OR=18,4, 95% IC=7,9-42,8, p<0,0001), contudo o uso de glucantime® foi associado a menor ocorrência de LRA (OR=0,05, 95% IC=0,02-0,12, p<0,0001). A mortalidade geral foi 13,3% e foi mais alta nos pacientes que desenvolveram LRA (30,2% vs. 4,7%, p<0,0001). Os percentuais de mortalidade nas classes R, I e F foram respectivamente 40%, 20,8% e 35%. Conclusões. Os fatores de risco preditores de LRA em pacientes com LV foram sexo masculino, anfotericina B, idade acima de 40 anos e icterícia. Anfotericina B foi o fator mais importante de LRA na LV.
Abstract: Background. There are few studies of renal function evaluation in visceral leishmaniasis (Kala-azar). The aim of this study was to investigate the clinical manifest and the risk factors associated with acute kidney injury (AKI) based on RIFLE criteria in patients with visceral leishmaniasis (VL). Methods. A retrospective study of medical records from patients over 14 years old, without previous kidney disease, with VL, treated at São José Infectious Diseases Hospital, from 2002 to 2008. Clinical manifestations and risk factors for AKI (defined by using RIFLE criteria) were studied. A multivariate analysis was performed to analyze the risk factors for AKI. Results. A total of 224 patients were included. The mean age was 36±15 years and 76.8% were males. AKI was observed in 76 patients (33.9% of cases) and % 52.6 (40) were class F on RIFLE criteria. The main clinical symptoms were dyspnea, edema and jaundice in patients with VL and AKI (p<0.05). Oliguria was observed in 6.5% of patients with AKI. Risk factors associated with AKI were male gender (OR=2.2, 95% CI= 1.0-4.7, p=0.03), age > 40 years (OR = 1.05, 95% CI= 1.02-1.08, p < 0.001) and jaundice (OR=2.9, 95% CI= 1.5-5.8 p=0.002). There was an strong association between amphotericin B use and AKI (OR=18.4, 95% CI=7.9-42.8, p<0.0001), whereas glucantime® use was associated with a lower incidence of AKI when compared to amphotericin B users (OR=0.05, 95% CI=0.02-0.12, p<0.0001). Mortality was 13.3% and it was higher in AKI patients (30.2% vs. 4.7%, p<0.0001). RIFLE criteria presented mortality 40%, 20.8% e 35% in R, I and F respective class. Conclusions. The risk factors associated with AKI in patients with VL were male gender, advanced age, jaundice and amphotericin B. The last one was the most important factor of AKI in VL.
Descrição: OLIVEIRA, Michelle Jacintha Cavalcante. Manifestações clínicas e fatores de risco relacionados à lesão renal aguda na Leishmaniose visceral e aplicação do critério rifle. 2010. 103 f. Dissertação (Mestrado em Ciências Médicas) - Universidade Federal do Ceará. Faculdade de Medicina, Fortaleza, 2010.
URI: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/886
Aparece nas coleções:DMC - Dissertações defendidas na UFC

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
2010_dis_mjcoliveira.pdf990,24 kBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.