Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/9138
Título: Joaquim Catunda e a recepção do debate evolutivo na segunda metade do século XIX
Título em inglês: Joaquim Catunda and the reception of evolutionary debate in the second half of the nineteenth century
Autor(es): Monteiro, Nivia Marques
Orientador(es): Oliveira, Almir Leal de
Palavras-chave: Evolution
Origin of man
Catunda, J. (Joaquim Catunda), 1834-1907 – Crítica e interpretação
Evolução
Raças
Homem – Origem
Data do documento: 2014
Editor: www.teses.ufc.br
Citação: Monteiro, N. M.; Oliveira, A. L. (2014)
Resumo: O presente trabalho procura analisar as concepções científicas de Joaquim Catunda (1834 - 1907) com o objetivo de compreender a recepção de ideias evolucionistas e racialistas na segunda metade do século XIX, como o darwinismo e outras teorias evolutivas. Catunda foi intelectual e político nascido no Ceará, autor do livro Estudos de História do Ceará (1886), um dos fundadores do Instituto Histórico do Ceará e senador da República. Ao longo da segunda metade do século XIX, o debate evolutivo ensejava questões sobre a origem do homem e a discussão entre ciência e religião. Ao analisar os escritos de Catunda, especificamente Estudos de História do Ceará, identificamos uma clara evidência do interesse de Catunda pelos estudos dessas questões, inclusive a antiguidade do homem americano, as hipóteses de povoamento da América, apoiado em pressupostos evolucionistas e em outras teorias que procuravam explicar o surgimento e o desenvolvimento do homem. Nesse sentido, o foco de nossa discussão são as matrizes teóricas de Catunda, analisadas através de sua produção intelectual de cunho historiográfico, tendo em vista problematizar as apropriações dessas ideias pelo autor e compreender como as ideias evolutivas aliadas ao discurso historiográfico foram interpretadas ao passo que estudamos sua trajetória político-intelectual.
Abstract: This present paper attempts to analyze the scientific conceptions of Joaquim Catunda (1834 - 1907) with the aim of understanding the reception of evolutionary ideas and racialist in the second half of the nineteenth century, like Darwinism and other evolutionary theories. Intellectual and political, Catunda was born in Ceará, author of Estudos de História do Ceará (1886), one of the founders of the Historical Institute of Ceará and Senator. Throughout the second half of the nineteenth century, the evolutionary debate addressed issues such as the origin of man and the debates between science and religion. By analyzing the writings of Catunda, specifically Estudos de História do Ceará, we identified a clear evidence of the interest of Catunda by studies of these issues, including the antiquity of American man, the chances of peopling of America, supported by evolutionary assumptions and other theories sought to explain the emergence and development of man. In this sense, the focus of our discussion are the theoretical matrices of Catunda, analyzed through their intellectual production of historiographical nature, in order to problematize the appropriation of these ideas by the author and understand how evolutionary ideas allied to the historiographical discourse were interpreted while studied its political and intellectual trajectory.
Descrição: MONTEIRO, Nivia Marques. Joaquim Catunda e a recepção do debate evolutivo na segunda metade do século XIX. 2014. 175f. – Dissertação (Mestrado) – Universidade Federal do Ceará, Programa de Pós-graduação em História, Fortaleza (CE), 2014.
URI: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/9138
Aparece nas coleções:PPGH - Dissertações defendidas na UFC

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
2014_dis_nmmonteiro.pdf2,48 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.