Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/9411
Title in Portuguese: Saúde do trabalhador na atenção primária : percepções e práticas de equipes de saúde da família
Title: Occupational health in primary care : perceptions and practices in family health teams.
Author: Silva, Thais Lacerda e
Dias, Elizabeth Costa
Pessoa, Vanira Matos
Fernandes, Luisa da Matta Machado
Gomes, Edinalva Maria
Keywords: Saúde do trabalhador
Atenção Primária à Saúde
Sistema Único de Saúde
Issue Date: Apr-2014
Publisher: Interface - Comunicação, Saúde, Educação
Citation: SILVA, T. L. et al. Saúde do trabalhador na atenção primária : percepções e práticas de equipes de saúde da família. Interface, Botucatu, v. 18, n. 49, p. 273-288, abr., 2014.
Abstract in Portuguese: O estudo buscou conhecer a percepção de equipes de Saúde da Família sobre as relações trabalho-saúde-doença e identificar estratégias, facilidades e dificuldades para prover o cuidado aos trabalhadores. Foram realizados grupos focais com profissionais de unidades básicas em: Palmas (TO), Sobral (CE) e Alpinópolis (MG). Utilizou-se análise de conteúdo de Bardin para sistematização e análise dos dados. Os resultados revelam que as ações de cuidado dos trabalhadores são pontuais e pouco articuladas com as diretrizes e objetivos da Política Nacional de Saúde do Trabalhador e da Trabalhadora. Entre as dificuldades estão: sobrecarga de trabalho; despreparo das equipes para as questões que envolvem as relações trabalho-saúde-doença; falta de apoio institucional, entre outros. O apoio matricial às equipes de saúde pelos Centros de Referência em Saúde do Trabalhador e outras instâncias do SUS foi identificado como facilitador das ações.
Abstract: This study sought to recognize the perceptions of family health teams regarding work-health-illness relationships, and to identify strategies, facilities and difficulties relating to providing workers with healthcare. Focus groups were conducted among primary care professionals in three Brazilian cities: Palmas (TO), Sobral (CE), and Alpinópolis (MG). The Bardin technique for content analysis was used to organize and analyze the data. The results showed that the healthcare actions provided to workers were unsystematic and out of line with the guidelines and objectives of the Brazilian National Occupational Health Policy. The major problems identified were: work overload; unpreparedness among the teams regarding issues involving work-health-illness relationships; and lack of institutional support, among others. Central organizational support for healthcare teams, provided by occupational health reference centers and other parts of the Brazilian National Health System, was identified as a facilitator of actions.
URI: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/9411
metadata.dc.type: Artigo de Periódico
ISSN: 1807-5762 On-line version
Appears in Collections:DSC - Artigos publicados em revista científica

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2014_art_vmpessoa.pdf80,84 kBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.