Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/952
Título: Religiosidade juvenil em movimento: um estudo de caso Batista Regular
Título em inglês: Religiosity in youth movement: a case study of Regular Baptist
Autor(es): Silva, Valberth Veras da
Orientador(es): Abreu, Domingos Sávio
Palavras-chave: Igreja Batista Maanaim – Brasil - Religião e sociedade
Juventude e Religião
Inquietação da Juventude
Cultura e Religião
Prática Religiosa
Igreja Batista - Conflito Cultural
Pós-Modernidade
Religiosidade
Juventude
Youthful Religiosidade
Post-modernity
Data do documento: 2009
Editor: http://www.teses.ufc.br
Citação: SILVA, V. V. ; ABREU, D. S. (2009)
Resumo: A modernidade desde o início foi um processo de liquefação e de derretimento dos sólidos (BAUMAN, 2001). Por derretimento dos sólidos ele se refere à dissolução da antiga ordem social, ao repúdio e destronamento do passado, onde a tradição se manifestava sólida. Há um esmagamento das crenças e lealdades a esta tradição e ordem social. A pós-modernidade, entendida como esse derretimento dos sólidos, trouxe novas maneiras de viver a juventude e a religião. O objetivo da pesquisa é compreender a religiosidade juvenil em tempos pós-modernos no contexto de uma igreja batista regular. O ethos religioso juvenil pós-moderno apresenta traços de uma cultura do self-love, rompimento com o ideal de viver para o próximo, fluidez nos relacionamentos sociais,nas crenças e pertencimentos religiosos, bem como, bricolagem de crenças. Isso gera uma crise institucional e de transmissão religiosa dentro da igreja Maanaim. Durante a pesquisa se desenvolve uma tipologia para se compreender o movimento religioso dentro da igreja batista Maanaim. Três tipos são idealizados: Crer sem pertencer, entregue a satanás e jovens ortodoxos. O primeiro tipo refere-se aos jovens, saindo ou ficando na igreja, buscam uma adesão fluida. O segundo tipo fala dos jovens que romperam com os dogmas da igreja e por isso são estigmatizados. No terceiro tipo lida-se com os jovens que defendem a doutrina e as práticas da igreja.
Abstract: The modernity since beginning it was a process of liquefaction and melting of solids (BAUMAN, 2001). By melting of solids he talks about the dissolution of old social order, repudiation and fallen of past, where the tradition reveals solid. There is a crushing of believing and loyalties to this tradition and social order. The post-modernity, comprehended as this melting of solids, brought new ways of live youth and religion. The aim of this research is comprehend the youth religiosity in post-modernity times inside regular Baptist church context. The post-modernity youth religious ethos introduces characteristics of a self-love culture, breaking ideal of live to each other, social relationships fluid, in believing and religious belonging, as well bricolage of believings. This produces a institutional crises and religious transmission inside the Maanaim church. During the research a typology was developed to comprehend the religious movement inside the Maanaim Baptist church. Three types are making: believe with no belonging, given to Satan and orthodox youth. The first type refers to young, going out or staying in church, search a fluid commitment. The second type, talk about the young that broke with dogmas of church and so that are stigmatized. The third type include young that defends the doctrine and practices of church.
Descrição: SILVA, V. V. Religiosidade juvenil em movimento: um estudo de caso Batista Regular. 2009. 132 f. Dissertação (Mestrado em Sociologia) – Universidade Federal do Ceará, Departamento de Ciências Sociais, Programa de Pós-Graduação em Sociologia, Fortaleza-CE, 2009.
URI: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/952
Aparece nas coleções:DCSO - Dissertações defendidas na UFC

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
2009_Dis_VVSilva.pdf829,57 kBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.