Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/9555
Title in Portuguese: Implicações psicossociais da violência nos modos de vida de prostitutas pobres
Title: Psychosocial implications of violence in the way of life of poor prostitutes
Author: Silva, Lorena Brito da
Advisor(s): Ximenes, Verônica Morais
Keywords: Female prostitution
Ways of life
Prostituição - Barra do Ceará(Fortaleza,CE)
Prostitutas - Barra do Ceará(Fortaleza,CE) - Atitudes
Violência contra as mulheres - Barra do Ceará(Fortaleza,CE)
Mulheres pobres - Barra do Ceará(Fortaleza,CE)
Issue Date: 2014
Publisher: www.teses.ufc.br
Citation: Silva, L. B.; Ximenes, V. M. (2014)
Abstract in Portuguese: Esta dissertação surge do interesse de estudar a prostituição feminina e a violência, dois fenômenos polissêmicos e complexos. Especificamente, essa relação está sendo abordada no contexto da baixa prostituição ou baixo meretrício, o qual é caracterizado por uma relação dialética entre a experiência da prostituição e o contexto da rua, potencializando uma série de vulnerabilidades e de modos de sociabilização. A violência reflete a lógica histórica e privada de silenciamento e reprodução ainda que ocorra em espaço público, não existindo, especificamente no que diz respeito à violência contra prostitutas, dados representativos no país. Os modos de vida são o cenário privilegiado para o estudo das implicações psicossociais da violência por revelarem as condições simbólicas e materiais de produção de subjetividades, de organização da vida e das relações nas zonas de prostituição. Diante dessas questões, surge como pergunta de pesquisa, como as implicações psicossociais da violência impactam no modo de vida das prostitutas em situação de pobreza? O objetivo geral do estudo é compreender as implicações psicossociais da violência no modo de vida de prostitutas pobres. Os objetivos específicos são: descrever os modos de vida de mulheres que exercem a baixa prostituição; compreender os sentidos construídos sobre a violência; analisar os modos de enfrentamento à violência construído pelas prostitutas. A pesquisa é de natureza qualitativa, tendo sido desenvolvida junto a sete mulheres que vivem e batalham na Barra do Ceará (Fortaleza). O caminho investigativo teve uma perspectiva etnográfica, tendo sido realizados como procedimentos metodológicos de construção de dados a observação participante, a visita dialógica, a entrevista individual e a técnica dos objetos geradores. Para análise de dados foi realizada a Análise de Conteúdo Temática proposta por Bardin, com o auxílio do software ATLAS.ti 5.2. As 57 categorias de análises encontras foram organizadas em três grandes categorias intituladas de “Modos de vida de prostitutas pobres”, “sentidos sobre violência na prostituição”, “expressões psicossociais da violência no modo de vida”. Como principais resultados, percebeu-se que a dinâmica da baixa prostituição está engendrada com a dinâmica territorial, estando os códigos e regras da zona de prostituição em constante disputa e acordo com a comunidade. A violência articula-se como uma teia relacional que acaba por impedir o reconhecimento do outro (classe, gênero ou etnia) mediante o uso da força física ou simbólica, minando as possibilidades de diálogo, por um lado, e criando outros códigos, formas de interação e performances sociais, por outro. Como principais modos de enfrentamento estão analisar o perfil do cliente e as condições para realização do programa, estabelecer uma rotina e uma organização pessoal de trabalho, participar de espaços e grupos religiosos, estar vinculada a casa ou bares específicos, manter laços de parceria na zona de prostituição.
Abstract: This dissertation is result of the interest on studying female prostitution and violence, two polysemic and complex phenomena. Specifically, this relationship is being discussed in the context of low prostitution or low meretricious, which is characterized by a dialectical relationship between the experience of prostitution and the context of the street, powering a series of vulnerabilities and ways of socializing. The violence reflects the historical and private logic of silencing and reproduction although it occurs in public space, not existing specifically, as regards to violence against prostitutes, representatives informations on the country. The ways of life are a privileged scenario to study the psychosocial implications of violence, for revealing the symbolic and material conditions of production of subjectivities, of organization of life and relationships in areas of prostitution. In view of these issues, the research question arises as to the psychosocial implications of violence impact the way of life of prostitutes in situations of poverty? The general objective of the study is to understand the psychosocial implications of violence in the way of life for poor prostitutes. The specific objectives are: Describe the lifestyles of women exercising the low prostitution; Understand the meanings constructed on violence; Analyze ways to deal with violence built by prostitutes. The research is qualitative and has been developed with 7 women who live in Barra do Ceara, a neighbourhood in Fortaleza. The investigation had an ethnographic perspective, having performed as methodological procedures and data construction, participant observation, dialogical visit, the individual interview and the technique of generating objects. For data analysis was performed the Qualitative Analysis of Bardin, with the assistance of ATLAS.ti 5.2 software. The 57 analysis categories were organized into three broad categories entitled of "Ways of life of poor prostitutes", "Meanings about violence in prostitution", "Psychosocial expressions of violence in the way of life”. As main results, we notice that the dynamics of the low prostitution is engineered with the territorial dynamics, with the codes and rules of the prostitution area in constant dispute and agreement with the community. The violence is a relational web that seeks to prevent the recognition of the other (class, gender or ethnicity) using physical or symbolic force, undermining the possibilities of dialogue, on one hand, and creating other codes, forms of social interaction and performances, on the other. As main forms of facing are: analysis of the profile of the customer and the conditions for implementing the program, establishment a routine and a personal organization of work, participation in religious groups, partnership with specific bars or home, maintaining ties of partnership in the zone of prostitution.
Description: SILVA, Lorena Brito da. Implicações psicossociais da violência nos modos de vida de prostitutas pobres. 2014. 169f. – Dissertação (Mestrado) – Universidade Federal do Ceará, Programa de Pós-graduação em Psicologia, Fortaleza (CE), 2014.
URI: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/9555
Appears in Collections:PPGP - Dissertações defendidas na UFC

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2014_dis_lbsilva.pdf2,64 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.