Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/9602
Título: Estudo da corrosão de ligas Fe-Cr-Mo em água artificial de tanque de armazenamento de petróleo saturada com CO2.
Título em inglês: Study of the Corrosion of Fe-Cr-Mo Alloys in CO2-saturated Oil Storage Tank Artificial Water
Autor(es): Cardoso, Amanda da Silva
Palavras-chave: Corrosão por CO2
Físico-química
Data do documento: 2012
Citação: CARDOSO, A. S.; LIMA NETO, P. (2012)
Resumo: O objetivo deste trabalho foi avaliar a influência da porcentagem em massa de Mo em ligas Fe-Cr-Mo frente à corrosão por CO2 em água artificial de tanque de armazenamento de petróleo e propor uma liga experimental para ser usada em dutos suscetíveis a esse tipo de corrosão. Foram estudados o aço carbono 1020, para comparação, e dois tipos de ligas Fe-Cr-Mo, uma comercial, denominada P9 (Fe-9Cr-1Mo); e uma liga experimental, E (Fe-9Cr-5Mo). Foram feitas medidas de PLP com tempo de Eca de 1 h. As curvas mostraram que, no aço 1020, ocorre apenas a dissolução do Fe, enquanto que, com o aumento da porcentagem de Mo, ocorre passivação. O monitoramento da corrosão foi feito por espectroscopia de impedância eletroquímica, ao longo de 168 h de imersão. Os diagramas de Nyquist mostraram que o aumento na quantidade de Mo aumenta a impedância das ligas estudadas. Já as representações de Bode mostraram que há apenas um processo na corrosão no aço 1020, enquanto que há dois para as ligas P9 e E. A caracterização da superfície foi feita por MEV. A distribuição dos produtos de corrosão foi homogênea no aço 1020 e heterogênea nas demais ligas. A identificação dos produtos de corrosão foi feita por espectroscopia RAMAN, mostrando que houve a formação de produtos de corrosão protetores apenas para as ligas Fe-Cr-Mo e que apenas a liga E apresentou produtos contendo Mo. Isso está em acordo com os resultados obtidos nas curvas de polarização e nos diagramas de impedância, uma vez que o Mo pode estabilizar filmes de passivação. Assim, a liga experimental E pode ser usada em substituição à liga comercial P9 em plantas de exploração de petróleo suscetíveis a corrosão por CO2.
Abstract: The objective of this work was to evaluate the influence of the percentage in mass of Mo in Fe-Cr-Mo alloys against CO2 corrosion in artificial water of oil storage tank and to propose an experimental alloy to be used in susceptible to this kind of corrosion pipes. They had been studied the 1020 carbon steel, for comparison, and two types of Fe-Cr-Mo alloys, one advertising, called P9 (Fe-9Cr-1Mo); and one experimental alloy, E (Fe-9Cr-5Mo). They had been made measurements of LSP with time of Eoc of 1 h. The curves had shown that, in 1020 steel, the dissolution of Fe occurs only, whereas, with the increase of the percentage of Mo, occurs passivation. Monitoring of the corrosion was made by electrochemical impedance spectroscopy, throughout 168 h of immersion. Nyquist diagrams had shown that the increase of Mo content increased the impedance of the studied alloys. Although, the Bode representations showed that there is only one process in the corrosion of 1020 steel, while there are two ones for P9 and E alloys. The characterization of the surface was made by SEM. The distribution of the corrosion products was homogeneous in the 1020 steel and heterogeneous one in the other alloys. The identification of the corrosion products was made by RAMAN spectroscopy, showing that there was protective corrosion products formation only to Fe-Cr-Mo alloys and that only the E alloy presented Mo-containing products. This is in agreement with the results obtained in polarization curves and in impedance diagrams, once Mo can stabilizes passivation films. So, experimental E alloy can be used in substitution of P9 alloy in oil exploration plants susceptible to CO2 corrosion.
Descrição: CARDOSO, A. S.; Estudo da corrosão de ligas Fe-Cr-Mo em água artificial de tanque de armazenamento de petróleo saturada com CO2. 2012. 50 f. Dissertação (Mestrado em Química) - Centro de Ciências, Universidade Federal do Ceará, Fortaleza, 2012.
URI: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/9602
Aparece nas coleções:DQOI - Dissertações defendidas na UFC

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
2012_dis_ascardoso.pdf1,51 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.