Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/9764
Título: Biomarcadores em estudos ambientais: a vigília dos bivalves na ria de Aveiro (Portugal) e no rio Ceará (Brasil)
Autor(es): Goncalves, Jeamylle Nilin
Orientador(es): Lotufo, Letícia Veras Costa
Palavras-chave: Poluição de águas
Bivalve
Ostra (Crassostrea rhizophorae)
Ecossistemas marinhos – estudo
Data do documento: 12-Nov-2014
Resumo: A busca por metodologias que integrem o maior número de informações sobre a qualidade ambiental tem sido o alvo de inúmeras pesquisas ao redor do mundo. Nesse sentido os biomarcadores tem como intuito estabelecer uma relação de alteração entre o status saudável do organismo e efeitos decorrentes da contaminação ambiental, a partir de análises em níveis bioquímico, citológico, fisiológico e comportamental. Os bivalves apresentam diversas características essenciais a um ‘organismo sentinela’ em estudos sobre qualidade ambiental, por exemplo o hábito filtrador e sedentário. A partir desse cenário, o presente trabalho teve como o objetivo principal avaliar as respostas de diversos biomarcadores em bivalves representativos de ecossistemas costeiros de transição, no Brasil, no rio Ceará com a ostra do mangue Crassostrea rhizophorae, e em Portugal, na ria de Aveiro com o berbigão Cerastoderma edule, com o intuito de identificar possíveis alterações biológicas relacionadas a contaminação ambiental. Na ria de Aveiro o local mais contaminado por mercúrio foi o Bico do Laranjo, seguido por Íhavo, Rio Novo do Príncipe, Cais do Bacalhoeiro, São Jacinto e Barra com a menor contaminação, podendo ser utilizado como local de referência para estudos ecotoxicológicos. O Bico do Laranjo apresentou as alterações dos biomarcadores mais significativas dentre os 6 locais estudados, principalmente nas campanhas de outubro/09 e janeiro/10. A campanha de abril/10 mostrou resultados diferenciados das demais campanhas para todos os locais de coleta, provavelmente devido ao período reprodutivo. A integração de todos os dados obtidos mostrou que a contaminação por mercúrio (Hg) no sedimento e no berbigão apresentou correlação significativa, porém fraca, com glutationa-S-transferase (GST) (positiva), catalase (CAT) e índice de condição (negativa). A colinesterase (ChE) mostrou grande correlação com a contaminação na análise individual das campanhas, já na avaliação geral das campanhas apresentou correlação positiva com a carboxilesterase (CaE) e negativa com a peroxidação lipídica (LPO), sugerindo uma participação na detoxificação de xenobióticos e prevenção de dano celular. Dentre os biomarcadores fisiológicos estudados, a taxa de depuração, a sobrevivência ao ar e o índice de condição apresentaram correlação a contaminação por Hg. Pela análise desses parâmetros foi possível distinguir quatro grupos: sendo um para o local menos impactado Barra; locais com impacto intermediário Cais do Bacalhoeiro e Rio Novo do Príncipe; São Jacinto e Ílhavo; e por fim o local mais impactado Bico do Laranjo. Já no estudo realizado no rio Ceará, ostras e sedimento foram coletados em três locais no estuário em dois períodos distintos. A bioacumulação de mercúrio pelas ostras não segue um padrão entre os locais nas duas campanhas realizadas e também não refletem a contaminação no sedimento. As maiores alterações nos biomarcadores (CaE, GST e IC) foram observadas na coleta realizada em fevereiro/11 principalmente próximo a confluência com o rio Maranguapinho que drena efluentes domésticos e industriais. Os resultados obtidos nesse trabalho contribuem para caracterização de respostas biológicas de bivalves bem como para a identificação de locais impactados dentro de cada ecossistema. Novos trabalhos com biomarcadores em berbigões e ostras são altamente encorajados para uma melhor caracterização tanto na sensibilidade quanto na aplicação em programas de monitoramento.
Abstract: The search for methodologies that integrate information about environmental quality has been subject of several studies around the world. In such way, biomarkers have the purpose to establish a relationship between changes on healthy body status and effects arising from environmental contamination, by means of analyzing biochemical, cytological, physiological and behavioral levels. Bivalves have several essential characteristics of a ‘sentinel organism’ in studies on environmental quality, e.g. sedentary and filter feeders habit. From this scenario, the present study aimed to assess the responses of several biomarkers in bivalves representing transitional coastal ecosystems in Brazil, at Ceará river with the mangrove oyster Crassostrea rhizophorae, and in Portugal, at ria de Aveiro with cockle Cerastoderma edule, in order to identify possible biological changes related to environmental contamination. Ria de Aveiro most contaminated sites by mercury (Hg) was Bico do Laranjo, followed by Ílhavo, Rio Novo do Príncipe, Cais do Bacalhoeiro, São Jacinto and Barra with the lowest level of Hg, and can be used as a reference site for ecotoxicological studies. Bico do Laranjo presented the most significant changes of biomarkers among the six study sites, especially in october/09 and january/10 campaigns. The results from abril/10 campaign shown to be distinguished from other campaigns for all sampling sites, probably related to the reproductive period. The integration of all data obtained presented showed a significant correlation, but weak, between contamination by Hg in sediment and cockles, with glutathione S-transferase (GST) (positive), catalase (CAT) and condition index (negative). Cholinesterase (ChE) had shown a high correlation with contamination in each individual campaigns analyses, while in overall campaigns evaluation was positively correlated with carboxylesterase (CaE) and negatively correlated with lipid peroxidation (LPO), suggesting a contribution with xenobiotics detoxification and prevention of cellular damage. Within physiological biomarkers studied, clearance rate, air survival and condition index were correlated contamination Hg. By analysis of these parameters it was possible to distinguish four groups: one for the less impacted site Barra, sites with intermediate impact Cais do Bacalhoeiro and Rio Novo do Príncipe, São Jacinto and Ílhavo, and finally the most impacted site Bico do Laranjo. In the study conducted in Ceará River, oyster and sediment samples were collected at three sites in the estuary, in two distinct periods. Mercury bioaccumulation by oysters did not follow a pattern between sites sampled and two campaigns, and also did not reflect contamination in sediment. The main changes in biomarkers (CAE, IC and GST) were observed in february/11 sampling, mainly near the confluence with Maranguapinho river that drains domestic and industrial effluents. The results obtained in this work contribute to the biological responses in the bivalves' characterization, as well as for the identification of impacted sites at each ecosystem. Further studies with biomarkers in cockles and oysters are highly encouraged to better characterize the sensitivity and their application in monitoring programs.
Descrição: Nilin, J. Biomarcadores em estudos ambientais: a vigília dos bivalves na ria de Aveiro (Portugal) e no rio Ceará (Brasil). 2012. 154f. Tese (Doutorado em Ciências Marinhas Tropicais) - Instituto de Ciências do Mar, Universidade Federal do Ceará, 2012.
URI: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/9764
Aparece nas coleções:LABOMAR - Teses defendidas na UFC

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
2012_tese_jnilin.pdf17,37 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.