Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/9889
Title in Portuguese: Plantas medicinais : cultivo em quintais pela população de um município do semiárido piauiense, nordeste do Brasil
Author: Silva, Maria de Fátima Pereira da
Silva, Paulo Henrique da
Oliveira, Ykaro Richard
Gomes, Tássio Marcílio Francisco
Ferreira, Paulo Michel Pinheiro
Cerqueira, Gilberto Santos
Abreu, Maria Carolina de
Keywords: Plantas Medicinais
Lamiaceae
Issue Date: Oct-2014
Publisher: RevInter
Citation: SILVA, M. de F. P. da et al. Plantas medicinais : cultivo em quintais pela população de um município do semiárido piauiense, nordeste do Brasil. RevInter Revista Intertox de Toxicologia, Risco Ambiental e Sociedade, São Paulo, v. 7, n. 3, p. 101-113, out. 2014.
Abstract in Portuguese: O uso das plantas medicinais cultivadas em quintais, é uma prática recorrente entre populações de todo planeta, por questões socioeconômicas ou culturais, tanto em zonas rurais como urbanas. É evidente a importância dos quintais facilitando as ações antropogênicas e condicionando a manutenção desses recursos vegetais no período de estiagem. Esse estudo objetiva levantar dados no que concerne o cultivo e uso de plantas medicinais nos quintais. Ele foi realizado na cidade de São Julião, no semiárido Piauiense. Estudo de caráter quali-quantitativo descritivo, realizado entre fevereiro e maio de 2013, sendo considerado o Termo de Consentimento Livre e Esclarecido, além de aplicar 100 entrevistas semiestruturadas, onde as residências foram escolhidas aleatoriamente. Registrou-se o uso e o cultivo de oito espécies, distribuídas em 06 famílias, sendo a Lamiaceae (03) de maior ocorrência. Constatou-se o cultivo em quintais em 24% das citações, e o uso destas em 91,67%. Das partes utilizadas predominou a folha com 83,33%, e como forma de preparo foi a infusão com 79,17%. Com base no exposto, o pequeno número de plantas medicinais cultivadas em quintais, leva a indagações e contradições de cunho cultural e ético, carecendo de mais estudos na região para compreender os motivos do abandono destas práticas.
Abstract: The use of medicinal plants cultivated in backyards is an applicant practice among peoples across the planet by socioeconomic or cultural issues in rural and urban areas. The importance of backyards is evident, facilitating the anthropogenic actions and conditioning the maintenance of these plant resources in drought. The study aim was to get information about cultivation and use of medicinal plants in backyards, at São Julião city in semi-arid of Piauí state, Brazil. The study has a quali-quantitative approach with descriptive character and was conducted between February and May 2013, was been considered the informed consent for research, with 100 semi-structured interviews applied and households randomly selected. Was recorded the use and cultivation of eight species, distributed in 06 families, being the Lamiaceae (03) family of higher occurrence. Cultivation in backyards occurred in 24% of the citations, and the use of these in 91.67%. The most used part of the plants was the leaf 83.33%, and the infusion was the method of preparation most common 79.17%. Based on the exposed, the small number of medicinal plants cultivated in backyards leads to questions and contradictions with cultural and ethical character, needing more studies to understand the abandonment of these practices.
URI: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/9889
metadata.dc.type: Artigo de Periódico
ISSN: 1984-3577
Appears in Collections:DFIFA - Artigos publicados em revista científica

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2014_art_pmpferreira.pdf638,34 kBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.