Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/989
Título: Condições clínicas orais de pacientes com histoplasmose disseminada e AIDS em hospital de referência de Fortaleza
Título em inglês: Oral clinical conditions of patients with disseminated histoplasmosis and AIDS reference hospital in Fortaleza
Autor(es): Freitas, Aglaê
Orientador(es): Leitão , Terezinha
Palavras-chave: Síndrome da Imunodeficiência Adquirida
Sorodiagnóstico da AIDS
Data do documento: 2010
Citação: FREITAS, A. F., (2010)
Resumo: A histoplasmose disseminada (HD) é uma grave infecção oportunista, causada por Histoplasma capsulatum, frequentemente observada em pacientes com aids em avançada imunossupressão atendidos em serviço de assistência a pessoas vivendo com HIV/aids em Fortaleza, Ceará. Como outras infecções oportunistas, a histoplasmose pode ser precocemente identificada pela presença de manifestações específicas na cavidade oral. Para conhecer a frequência e características das manifestações orais de HD associada à aids foi realizado um estudo transversal em pacientes adultos com suspeita ou confirmação de HD, de agosto de 2009 a março de 2010. Os dados foram coletados mediante aplicação de questionário, exame clínico oral, exames histo-citopatológicos, fotografias e consulta aos prontuários médicos. Foram diagnosticados 22 casos de HD, do total de 56 doentes. Cinco pacientes (5/22; 22,7%) apresentaram lesões orais com características clínicas de histoplasmose e em quatro (4/22; 18,9%) desses a presença do fungo foi detectada por meio de biópsia e citologia esfoliativa, em fragmentos e esfregaços examinados com coloração por Grocott, PAS (Periodic Acid-Schiff) e Giemsa. Nove pacientes foram definidos como possíveis casos de HD (com base em antecedentes patológicos e manifestações clínicas) e dois desses apresentaram, da mesma forma, lesões orais com características clínicas de histoplasmose, porém essas não foram biopsiadas. Úlcera com crosta hemorrágica em mucosa labial foi a apresentação mais frequente (60%), seguida da forma granulomatosa com lesões múltiplas em palato e gengiva (20%) e de lesão ulcerada na língua (20%). Os pacientes com HD apresentaram mediana de 36,5 cels/mm³ de linfócitos T CD4 e níveis significativamente mais elevados de desidrogenase láctica (LDH; p=0,0001) e aspartato aminotransferase (AST/TGO; p=0,0002), assim como níveis significativamente mais baixos de hemoglobina (p= 00,2), leucócitos (p= 0,04) e plaquetas (p= 0,001). Odinofagia foi relatada por todos os pacientes com HD (p=0,000) e disfagia esteve presente em 10 (45,4%; p=0,011) desses. Disfonia foi observada em um paciente que apresentou histoplasmose na laringe. Candidíase pseudomembranosa, seguida da forma eritematosa estiveram associadas à HD em 45,5% e 4,5% dos pacientes, respectivamente. A prevalência de gengivite foi de 38,3% e em 57,4% dos pacientes foi identificada a presença de cálculo o que indica saúde oral precária e expressiva necessidade de serviços odontológicos.
Abstract: The disseminated histoplasmosis (DH) is a serious opportunistic infection caused by Histoplasma capsulatum, often seen in aids patients in advanced immunosuppression treated in health care service for people living with HIV/aids in Fortaleza, Ceará. Like other opportunistic infections, histoplasmosis can be identified early by the presence of specific manifestations in the oral cavity. To know the frequency and characteristics of oral manifestations of DH aids-associated it was carried out a cross-sectional study in adult patients who were suspected or confirmed to have DH, from August 2009 to March 2010. The data were collected through questionnaire, oral clinical examination, histocyto-pathological examinations, photographs and observation of medical records. Twenty-two cases of DH were diagnosed in the total of fifty-six patients. Five out of the twenty-two patients (5/22, 22.7%) had oral lesions with clinical features of histoplasmosis and in four out of the twenty-two (4/22, 18.9%) the fungus was detected through biopsy and exfoliative cytology, in fragments and smears examined by staining with Grocott, PAS (Periodic Acid-Schiff) and Giemsa. Nine patients were defined as possible cases of DH (based on pathological background and clinical manifestations) and two of those presented, in the same way, oral lesions with clinical features of histoplasmosis, however, these were not biopsied. Ulcer with hemorrhagic crust on the lip mucosa was the most frequent (60%), followed by granulomatous form with multiple lesions on the palate and gums (20%) and ulcerated lesion on the tongue (20%). DH patients had a median of 36.5 cells / mm³ of lymphocyte T CD4 and significantly higher levels of lactate dehydrogenase (LDH; p= 0.0001) and aspartate aminotransferase (AST/TGO; p= 0.0002), as well as significantly lower levels of hemoglobin (p= 00.2), leukocytes (p= 0.04) and platelets (p= 0.001). Odynophagia was reported by all patients with DH(p = 0.000), and dysphagia was present in ten (45.4%, p = 0.011). Dysphonia was observed in a patient who presented histoplasmosis of the larynx. Pseudomembranous candidiasis, followed by the erythematous form was associated with DH in 45.5% and 4.5% of the patients, respectively. The prevalence of gingivitis was 38.3% and in 57.4% of the patients was identified calculus dental which indicates poor oral health and significant need for dental services.
Descrição: FREITAS, Aglaê Francelino. Condições clínicas orais de pacientes com histoplasmose disseminada e AIDS em hospital de referência de Fortaleza. 2010. 104 f. Dissertação (Mestrado em Saúde Pública)-Universidade Federal do Ceará, Fortaleza, 2010.
URI: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/989
Aparece nas coleções:DSC - Dissertações defendidas na UFC

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
2010_dis_affreitas.pdf3,32 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.