Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/10942
Título: Pan-africanismo, historiografia e educação: experiências em Cabo Verde e no Brasil
Título em inglês: Panafricanism, historiography and education experiences in cape vert and Brazil
Autor(es): GOMES, Fábio Florenço
Orientador(es): CUNHA JÚNIOR, Henrique Antunes
Palavras-chave: Pan-Africanism
Antique african
África – Antiguidades
África – História – Estudo e ensino – Fortaleza(CE)
África – História – Estudo e ensino – São Tiago,Ilha de(Cabo Verde)
Ensino médio – Fortaleza(CE)
Data do documento: 2014
Editor: www.teses.ufc.br
Citação: GOMES, F. F.; CUNHA JÚNIOR, H. A. (2014)
Resumo: A pesquisa transcrita nesta dissertação está inserida na linha de Movimentos Sociais, Educação Popular e Escola, e no Eixo Sociopoética, Cultura e Relações Étnico-raciais do Programa de Pós Graduação da Faculdade de Educação da Universidade Federal do Ceará. A problemática da investigação é confronto entre propostas teóricas e conceituais da História Geral da África (UNESCO), e a localização das civilizações africanas da Antiguidade em programas e livros didáticos de História no Ensino Médio (Brasil) e no Ensino Secundário (Cabo Verde). O objetivo geral é investigar a relação entre metodologia e antiguidade africana propostas pelos Livros 1 e 2 da História Geral da África (UNESCO) e o que se é ensinado nas salas de aula sobre a África na História Antiga da Humanidade. Os objetivos específicos são: 1) construir uma abordagem histórica e social sobre a História Geral da África a partir do Pan-africanismo e de seus referenciais intelectuais, políticos e institucionais das décadas de 1950 e 1970; 2) Identificar a localização de civilizações da antiguidade africana em programas e livros didáticos de história utilizados em escolas públicas da cidade de Fortaleza (Brasil) e da Ilha de Santiago (Cabo Verde); 3) Propor elementos para superação de problemas e valorização das potencialidades comuns ao Brasil e Cabo Verde. Nossa base teórica concentra-se em autores como ZERBO (1972-2010), DIOP (1954-2010), RODNEY (1975-1980), CABRAL (1978), CUNHA (2006), MONIZ (2009), ASANTE (1989), ANJOS (2002), NASCIMENTO (2001), UNESCO (2009-2011) entre outros pesquisadores que possuem como principais campos de estudo a História da África, metodologia, movimentos sociais, Pan-africanismo, antiguidade africana e educação. Trata-se de um estudo de caso efetivado através de uma abordagem qualitativa, tendo como análise livros didáticos, programas de história e o diálogo com professores. Os instrumentos utilizados para a coleta de dados resumem-se a pesquisa bibliográfica, análise documental e entrevista semiestruturada com professores. Para registrar dados da pesquisa utilizamos caderno de campo e gravação em áudio. Neste momento apresentamos conclusões preliminares da pesquisa, uma vez que o achado durante o trabalho de campo encontra-se em processo de sistematização. Entretanto, é possível asseverar que: 1) atualmente a localização geográfica, o povoamento e o legado das civilizações africanas na Antiguidade estão sob os mesmos princípios eurocêntricos em materiais didáticos e programas de história no Ensino Médio (Brasil) e Ensino Secundário (Cabo Verde); 2) há falta de materiais nos acervos das instituições visitadas, a História Geral da África (UNESCO) e 3) o Uso Pedagógico da História Geral da África (UNESCO) são pouco conhecidos e utilizados em programas e livros didáticos em Cabo Verde e no Brasil; Este conjunto de fatores aponta para: o desconhecimento, a falta de interesse e o conflito de estudantes com a história da África, sua cultura e identidade; o ensino de história da África e a elaboração de livros didáticos devem ter como bases mínimas a conscientização, a educação patrimonial e a integração regional entre países africanos e da diáspora.
Abstract: This research intends to confront the theoretical and the conceptual proposals of the textbook General History of Africa, published by UNESCO, as well as the locations of the ancient Classic African civilizations in the syllabi of the textbooks adopted in History classes of mediumschools in Brazil and secondary schools in Cape Verde. The general objective is to investigate the relationship between the methodology and African antiquity in the textbooks General History of Africa I and II, published by UNESCO It also analyses what is taught about Africa in Ancient Human History. The specific objectives are 1) to build a historical and social approach to teach about África General History based on Pan-Africanism and Historical Knowledge; 2) to identify the location of Ancient Africa in History in the curriculums and textbooks adopted in public schools in Fortaleza (Brazil) and in Santiago Island (Cape Verde); The theoretical background of this research is based on authors such as ZERBO (1972-2010), DIOP (1954-2010), RODNEY (1975-1980), CABRAL (1978), CUNHA (2006), MONIZ (2009), ASANTE (1989), ANJOS (2002), NASCIMENTO (2001), UNESCO (2009-2011), among other scholars devoted to the study of Ancient Africa and its methodology, social movements, Pan-Africanism, Ancient Africa and Education. The methodology adopted is a case study conducted through quantitative analysis of textbooks and syllabi, as well as interviews with teachers. The instruments employed for data collection are a bibliographical research, analysis of documents, and semi-structured interviews with teachers. In order to record the research data, a field journal and audio recordings have been used. After that, preliminary conclusions of the research are presented, even though the findings during the field work are still being systematized. However, by then it is already possible to affirm that the geographical locations, the settlements, and the legacy of the ancient classic African civilizations are dealt with under the same Eurocentric principles present in other textbooks and syllabi adopted in fundamental schools in Brazil and in secondary schools in Cape Verde. The political and ideological apology of the mixture of races exerts influence in the formation of identity, educational background and professional attitude of History teachers in Brazil and in Cape Verde. There is also a shortage of materials in the libraries of the institutions visited. Moreover, the textbooks General History of Africa I and II and The Pedagogical Use of General History of África (both published by UNESCO) are neither well-known nor widely adopted in Cape Verde or in Brazil. These factors point at 1) the lack of knowledge and interest, as well as at the conflict of students with African History, its culture and identity; 2) the need to teach and to write textbooks which are minimally based on the awareness, on the heritage and on the African regional integration.
Descrição: GOMES, Fábio Florenço. Pan-africanismo, historiografia e educação: experiências em Cabo Verde e no Brasil. 2014. 268f. – Dissertação (Mestrado) – Universidade Federal do Ceará, Programa de Pós-graduação em Educação Brasileira, Fortaleza (CE), 2014.
URI: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/10942
Aparece nas coleções:PPGEB - Dissertações defendidas na UFC

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
2014_dis_ffgomes.pdf3,19 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.