Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/13030
Title in Portuguese: Educação e revolução social nas páginas libertárias: a circulação do conhecimento pedagógico anarquista europeu no Brasil nas primeiras décadas do século XX
Title: Education and social revolution on anarchists pages: the circulation of the knowledge pedagogic anarchist european in brazil among the first decades of the twentieth century
Author: Oliveira, Francisco Robson Alves de
Advisor(s): Cavalcante, Maria Juraci Maia
Keywords: Libertarian education
Modern school
Educação Libertária
Pedagogia Libertária
Escola Moderna
Imprensa Libertária
Issue Date: 2014
Publisher: www.teses.ufc.br
Citation: OLIVEIRA, Francisco Robson Alves de. Educação e revolução social nas páginas libertárias: a circulação do conhecimento pedagógico anarquista europeu no Brasil nas primeiras décadas do século XX. 2014. 124f. – Dissertação (Mestrado) – Universidade Federal do Ceará, Programa de Pós-graduação em Educação Brasileira, Fortaleza (CE), 2014.
Abstract in Portuguese: A presente pesquisa investiga a circulação do conhecimento pedagógico anarquista europeu no Brasil entre as primeiras décadas do século XX. Para isso, constrói inicialmente uma definição conceitual do Anarquismo, enquanto ideologia, e traça relações do movimento anarquista com a Educação, anunciando seus teóricos ainda do século XIX, e demonstrando a relação destes com conceitos posteriormente utilizados pelos pedagogos e práticos das ideias libertárias em educação. Na primeira parte do trabalho, faz uma discussão historiográfica dos estudos sobre o Anarquismo no Brasil e sobre a ausência da pedagogia libertária nos “manuais” de História da Educação, problematizando também a questão das “tendências pedagógicas”. Na segunda parte define-se alguns princípios caros a tradição libertária na educação, como: a instrução integral, o ensino antiautoritário e o binômio educação-revolução. Apresenta as ideias educacionais de autores clássicos do anarquismo, como Bakunin, Kropotkin e Reclus, mas também dos pedagogos Paul Robin e Francisco Ferrer y Guardia, ambos responsáveis pela expansão do ensino racionalista e libertário por todo o movimento operário em vários países. Em seu terceiro capítulo, investiga-se a circulação do pensamento pedagógico libertário no Brasil, demonstrando as iniciativas dos anarquistas nos projetos educativos e relacionando com os projetos internacionais. Discute a importância da imprensa operária para a expansão do ensino anarquista, e coloca o papel das experiências educativas dos anarquistas no Brasil, como: criação de escolas libertárias, centros de cultura, abertura de bibliotecas, edição de livros e abertura de dezenas de periódicos, inclusive com jornais dedicados especificamente com a educação, como o jornal O Início, jornal dos estudantes da Escola Moderna de São Paulo.
Abstract: The present scientific research investigates the circulation of European pedagogic knowledge in Brazil among the first decades of the twentieth century. To do so, it builds initially a conceptual definition of Anarchism, as an ideology, and relates the anarchist movement with Education, announcing its theoreticians still in the nineteenth century, and showing the relation between those with concepts later on used by pedagogues and practitioners of the libertarian ideas in education. In the first part of the paper, we do a historiographicaldiscussion of the studies about anarchism in Brazil and about the lack of libertarian pedagogy in the History of Education “manuals”, problematizing also the question of “pedagogical tendencies”. In the second part, some dear principles to the libertarian tradition in education are defined, as: the integral instruction, the antiauthoritarian teaching and the education-revolution binomial. We present the educational ideas of classical authors of anarchism, like Bakunin, Kropotkin and Reclus, but also of the pedagogues Paul Robin and Francisco Ferrer y Guardia, both responsible for the expansion of the rationalist and libertarian teaching through all the workers movement in several countries. In its third chapter, we investigate the circulation of the libertarian thought in Brazil, showing the anarchists initiatives in educational projects and relating them with international projects. We discuss the importance of the worker press to the expansion of the libertarian education, and put the role of the educational experiences of anarchists in Brazil, like: The creation of libertarian schools, culture centers, the opening of libraries, edition of books and the opening of dozens of magazines, including newspapers dedicated especially to education, like the newspaper O Início, created by students of the Modern School of São Paulo (Escola Moderna de São Paulo).
URI: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/13030
metadata.dc.type: Dissertação
Appears in Collections:PPGEB - Dissertações defendidas na UFC

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2014_dis_fraoliveira.pdf4,1 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.