Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/16216
Title in Portuguese: Concepções, práticas e desafios na Mostra de Educação Ambiental do Ceará: o que fazem em educação ambiental os professores de ciências naturais?
Title: Concepts, practices and challenges in the Exhibition of Environmental Education in Ceará: What teachers of natural sciences make in environmental education?
Author: Rodrigues, Diego Adaylano Monteiro
Advisor(s): Leite, Raquel Crosara Maia
Keywords: Ensino de Ciências
Educação ambiental
Prática Pedagógica
Issue Date: 2016
Publisher: www.teses.ufc.br
Citation: Rodrigues, D. A. M.; Leite, R. C. M. (2016)
Abstract in Portuguese: O objetivo geral desta pesquisa é compreender como a dimensão ambiental se explicita nas concepções e práticas de professores de ciências naturais, que desenvolvem atividades de educação ambiental em Fortaleza (CE) e participaram da Mostra de Educação Ambiental da Rede Estadual de Ensino no Ceará (MEA). Este estudo utiliza aporte teórico originários da Educação Ambiental (EA) e Ensino de Ciências (EC), centrando-se sobre os conceitos de EA Crítica, alfabetização científica-tecnológica e enfoque Ciência, Tecnologia, Sociedade e Ambiente (CTSA). O percurso investigativo deste trabalho tem natureza qualitativa. Na primeira fase do estudo realizamos entrevistas com três organizadores da MEA que são responsáveis pela EA em Fortaleza e no estado do Ceará, também analisamos documentos relacionados ao evento. Quanto aos docentes (segunda fase do estudo), foram selecionados cinco professoras da área de Ciências Naturais da rede estadual de ensino de Fortaleza (CE). Foi realizada a análise documental dos trabalhos enviados a MEA e a coleta de dados com estas professoras por meio de questionários e entrevistas semiestruturadas. A análise dos dados foi fundamentada pela Análise de Conteúdo. Percebemos que a MEA tem relação com outras políticas públicas federais e estaduais, em especial as que promovem uma cultura de sustentabilidade na escola. O evento, como proposta, apresenta inserções conservacionistas, cientificas, resolutivas e críticas, assim não possui um discurso uníssono quanto a EA. Os professores de Ciências Naturais e Geografia predominam como orientadores dos trabalhos e geralmente abordam temáticas relacionadas a redução de resíduos e desperdício. A MEA é representada pelos professores e organizadores como espaço de estímulo, espaço de compartilhamento de ações, espaço de divulgação e espaço de aprendizagem, o que ressalta a importância do evento. Na segunda fase do estudo, que envolveu apenas as docentes da área de ciências, percebemos que para elas geralmente o meio ambiente é o lugar onde se vive e que esta concepção é ausente de aspectos sociais e políticos. A EA se reduz a uma visão pragmática ou conservacionista. As visões de EC sugerem o estímulo a uma alfabetização científica prática. As docentes tendem a visualizar as ciências da natureza como centrais nas práticas de EA e possuem visões mais contextualizadas sobre CTSA (dentro dos parâmetros avaliados). Também predomina no grupo estudado concepções de EA como eixo paralelo e como apêndice do ensino de ciências. Ou seja, para as docentes existem distinções entre o conteúdo dito ambiental e o científico. Destaca-se uma professora, com concepção de EA pragmática, que trabalha a dimensão ambiental nos conteúdos de Biologia e está engajada no processo de inserção da temática água em todo o currículo escolar, com a ajuda do grupo 8 Com-vida da escola. Argumentamos que são necessárias propostas de EA em sinergia com o EC, que não se restrinjam a inovações metodológicas paralelas as atividades em sala de aula, mas que façam reformulações curriculares com intervenções que questionem estruturas sociais e a confiança exagerada em uma neutralidade da ciência e tecnologia. A presença de grupos formalizados nas escolas como Com-vidas podem auxiliar este processo.
Abstract: The general purpose of this research is to understand how the environmental dimension is translated into the conceptual and practice experiences of natural sciences teachers. These educators develop environmental education activities in Fortaleza (CE) and were awarded in the Exhibition of Environmental Education of the State Teaching Network in Ceará (MEA). This study uses theoretical background from the “Environmental Education” (EE) and “Sciences Teaching” (ST), focusing on concepts of Critical EE, Technological-Scientific Literacy, and Science, Technology, Society and Environment (STSE). The investigation method employed in this thesis has a qualitative nature. In the first phase of this study, we surveyed three MEA organizers who are responsible for EE in Fortaleza and the State of Ceará. Additionally, we analyzed the documents related to the event. Regarding to the faculty (second phase), five women were selected from the State Teaching Network of Fortaleza. Data was gathered using questionnaries, semi-structured interviews, and through the analysis of documented reports sent to MEA. Data evaluation was substantiated by Content Analysis. We realized that MEA is related to other federal and state public policies, specially the ones that promote a sustainability culture in schools. Regarding EE, the event does not make a speech in unison, since one of its purposes is to present conservationist, scientific, resolute and critical insights. The teachers of Natural Sciences and Geography are the most common project advisors, and they usually talk about themes related to rubbish reduction and wastefulness. The MEA is represented by teachers and organizers as a stimulating, action-sharing, reporting and learning space, which highlights the importance of the event. In the second phase of the study, which involves only the sciences teachers, we realized that these professionals often consider the environment as the place where one lives, and that this concept lacks social and political aspects. EE is limited to a pragmatic or conservationist perspective. The ST’s viewpoints support the encouragement of a practical scientific literacy. The surveyed teachers tend to consider natural sciences as primary for EE practices and have more contextualized points of view regarding STSE (according to the evaluated parameters). Conceptions of EE such as parallel axis and appendix of teaching of Science are also predominant in the studied group. In other words, the teachers make a distinction between environmental and scientific contents. Among the group of participants this study, there is a noteworthy teacher who adopts a pragmatic EE conception and is engaged in the process of inserting water-related subjects in school curriculum, with the help of a group named Com-Vida. We conclude that EE proposals in synergy with TS are necessary. The proposals should 10 make curriculum alterations with interventions that query the social structures and the exagerated trust in a scientific-technological neutrality, rather than being restricted to methodological innovations which are parallel to the activities developed in the classroom. The presence of formalized groups in schools such as Com-Vida can assist this process.
Description: RODRIGUES, Diego Adaylano Monteiro. Concepções, práticas e desafios na Mostra de Educação Ambiental do Ceará: o que fazem em educação ambiental os professores de ciências naturais? 2016. 185f. – Dissertação (Mestrado) – Universidade Federal do Ceará, Programa de Pós-graduação em Educação Brasileira, Fortaleza (CE), 2016.
URI: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/16216
Appears in Collections:PPGEB - Dissertações defendidas na UFC

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2016_dis_damrodrigues.pdf3,84 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.