Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/16644
Título: Elos Portugal e Brasil: João de Barros e Anchieta
Autor(es): BASTOS, Neusa Barbosa
PALMA, Dieli Vesaro
Palavras-chave: Língua portuguesa
Historiografia
Data do documento: 2004
Editor: Revista de Letras
Citação: BASTOS, N. B. ; PALMA, D. V. (2004)
Resumo: Tem-se por objetivo tecer considerações sobre as aproximações e distanciamentos existentes entre a Grammatica da Língua Portuguesa de João de Barros e a Arte da Gramática da Língua mais usada na costa do Brasil de José de Anchieta, com base nos princípios metodológicos da Historiografia Lingüística com Koerner e Swiggers. Enfoca-se o século XVI, visando ao desvendamento da ideologia do dominante, uma vez que a linguagem do dominante é sempre a relacionada à essa ideologia. A pesquisa realizada aponta para: 1. a verificação de que a ideologia clerical foi tão forte que se sobrepôs à do governo português; 2. a constatação de que o poder ideológico de um grupo age de forma mais atuante sobre o sujeito-autor do texto do que suas próprias convicções; 3. a percepção de que são registrados, nos textos analisados, traços das forças impositoras e doutrinárias externas a eles mesmos.
Abstract: This article aims to weave considerations about existing moments of approximation and distantness between João de Barros´ Grammatica da Lingua Portuguesa and Jose de Anchieta´s Arte da Gramática da Lingua mais usada na Costa do Brasil based on Koerner´s and Swiggers´ Linguistic Historiography methodological procedures. It deals with the XVI century focusing the unveiling of the dominant ideology, on the grounds that the dominant´s language is always the one which is related to this ideology. The results of the survey point to the following directions: 1. the verification that the clerical ideology was so strong that superimposed the Portuguese government; 2. the confirmation that the ideological power of a group acts more actively over the subject-author of the text than over its own convictions; 3. the perception that traces from the imposing and doctrinal forces, external from the analyzed texts, were registered.
Descrição: BASTOS, Neusa Barbosa; PALMA, Dieli Vesaro. Elos Portugal e Brasil: João de Barros e Anchieta. Rev. de Letras, Fortaleza, v. 26, n. 1/2, p. 50-56, jan./dez. 2004.
URI: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/16644
ISSN: 0101-8051
Aparece nas coleções:DLV - Artigos publicados em revistas científicas

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
2004_art_nbbastosdvpalma.pdf506,37 kBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.