Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/16677
Título: A orientação espacial na pré-escola: analisando saberes docentes
Título em inglês: Guidance space in preschool: analysing knowledge teachers
Autor(es): CAVALCANTE, Cristiane de Oliveira
Orientador(es): BARGUIL, Paulo Meireles
Palavras-chave: Spatial orientation
Teacher´s knowledge
Educação infantil
Saberes pedagógicos
Pré-Escola
Data do documento: 2015
Editor: www.teses.ufc.br
Citação: CAVALCANTE, C. O.; BARGUIL, P. M. (2015)
Resumo: De acordo com documentos oficiais brasileiros, a área da Matemática escolar é dividida em quatro blocos ou eixos: Números e Operações, Espaço e Forma (Geometria), Grandezas e Medidas, e Tratamento da Informação (Estatística). O ensino da Matemática, entretanto, ainda é muito focado no primeiro, em detrimento dos outros blocos. Há duas décadas, vários pesquisadores (PAVANELLO, 1993; ARAÚJO, 1994; LORENZATO, 1995; FAINGUELERNT, 1995) denunciaram o abandono da Geometria, a qual contempla conteúdos referentes a forma e espaço, na Educação Básica e defenderam a sua valorização. Na década passada, dispositivos legais determinaram a inclusão da Pré-Escola na Educação Básica obrigatória. No que se refere ao trabalho pedagógico com a Geometria nesta fase da Educação Infantil, muitas vezes o educador aborda apenas o (re)conhecimento de figuras geométricas planas – círculo, triângulo, retângulo, quadrado – em atividades de pintura e nomeação. O ensino e a aprendizagem de Geometria, no entanto, precisa oportunizar, tal como propõem vários pesquisadores – (GRANDE, 1994), (CERQUETTI-ABERKNE; BERDONNEAU, 1997), (DUHALDE; CUBERES, 1998), (SMOLE; DINIZ; CÂNDIDO, 2003), (LORENZATO, 2006) – o desenvolvimento de conceitos referentes a espaço e forma, oferecendo às crianças oportunidades de perceberem e conhecerem os espaços em que vivem, se locomovem, nos quais elas aprendem a explorar, conquistar, ordenar e representar. Este estudo teve como objetivo identificar os saberes docentes de pedagogos que lecionam na Pré-Escola sobre orientação espacial. A pesquisa de natureza qualitativa, do tipo estudo de caso, foi realizada numa instituição de Educação Infantil e Ensino Fundamental do sistema municipal de Fortaleza. Participaram do estudo duas professoras, sendo uma do Infantil IV e uma do Infantil V, e uma formadora da Educação Infantil. Ao longo de nove encontros, foram realizadas visitas periódicas para a realização das observações em campo das aulas ministradas pelas professoras participantes da pesquisa e entrevistas (iniciais e reflexivas), que foram gravadas, e, posteriormente, transcritas, gerando textos e reflexões. A partir dos resultados, constatou-se que, apesar de possuírem algum conhecimento de Geometria, os saberes docentes das professoras e formadora referentes à orientação espacial, um conteúdo importante no desenvolvimento e na aprendizagem das crianças da Pré-Escola, são fragmentados, sendo necessário proporcionar, com urgência, oportunidades de formação que ampliem e articulem tais saberes.
Abstract: According to Brazilian official documents, the area of school mathematics is divided into four blocks or axes: Numbers and Operations, Space and Shape (Geometry), Quantities and Measurements, and Treatment Information (Statistics). The teaching of mathematics, however, is still very focused on the first, at the expense of other blocks. Two decades ago, several researchers (PAVANELLO, 1993; ARAÚJO, 1994; LORENZATO, 1995; FAINGUELERNT, 1995) denounced the abandonment of geometry, which includes content related to form and space, in Basic Education and defended their appreciation. In the past decade, legal provisions determined the inclusion of Pre-School in compulsory basic education. With regard to the pedagogical work with the geometry at this stage of early childhood education, often the educator addresses only the (re) knowledge of plane geometric figures - circle, triangle, rectangle, square - in painting and appointment activities. Teaching and Geometry learning, however, need to create opportunities, as proposed by several researchers - (GRANDE, 1994) (CERQUETTI-ABERKNE; BERDONNEAU, 1997) (DUHALDE; Cuberes, 1998) (Smole; DINIZ; CANDID , 2003), (Lorenzato, 2006) - the development of concepts for space and form, giving children opportunities to realize and know the areas in which they live, they move, where they learn to explore, conquer, order and represent. This study aimed to identify the teachers´s knowledge of teachers who teach the spatial orientation on Pre-School. The qualitative research, case study type, was carried out in an institution of Early Childhood Education and Elementary Education municipal fortress system. Study participants were two teachers, one of child IV and of child V, and a trainer of early childhood education. Over nine meetings were held periodic visits to the realization of field observations of classes taught by teachers participating research and interviews (initial and reflective), which were recorded and later transcribed, generating texts and reflections. From the results, it was found that, despite having some geometry knowledge, the teacher´s knowledge of teachers and trainer regarding the spatial orientation, an important content in the development and learning of children from pre-school, are fragmented, requiring provide urgently training opportunities that enhance and articulate such knowledge.
Descrição: CAVALCANTE, Cristiane de Oliveira. A orientação espacial na pré-escola: analisando saberes docentes. 2015. 125f. – Dissertação (Mestrado) – Universidade Federal do Ceará, Programa de Pós-graduação em Educação Brasileira, Fortaleza (CE), 2015.
URI: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/16677
Aparece nas coleções:PPGEB - Dissertações defendidas na UFC

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
2015_dis_cocavalcante.pdf916,44 kBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.