Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/17299
Título: Estabilidade do suco tropical de goiaba (Psidium guajava L.) não adoçado obtido pelos processos de enchimento à quente e asséptico.
Título em inglês: Stability of the guava tropical juice (Psidium guajava L.) not sweetened gotten by the process hot fill and process aseptic.
Autor(es): Silva, Daniele Sales da
Orientador(es): Maia, Geraldo Arraes
Palavras-chave: Tecnologia de alimentos
Suco tropical de goiaba
Vida-de-prateleira
Processo de enchimento à quente
Processo asséptico
Guava tropical juice
Shelf-life
Process hot fill
Process aseptic
Data do documento: 2007
Citação: SILVA, D. S. (2007)
Resumo: O Brasil é um dos três maiores produtores mundiais de frutas, sendo que a evolução do consumo das frutas processadas não só no Brasil, mas a nível mundial aponta caminho da agregação de valor, na qual o mercado de frutas industrializadas apresenta maior destaque que o de frutas in natura. A praticidade aliada à preocupação com a saúde tem sido um dos fatores para o aumento do consumo de sucos industrializados. A goiaba é um dos frutos de maior importância nas regiões tropicais e subtropicais não só pelo seu elevado valor nutritivo, mas também pela excelente aceitação do consumo in natura, pela capacidade de desenvolvimento em condições adversas e pela grande aplicação industrial. A região Nordeste é a maior responsável pela produção de goiaba no Brasil contribuindo com cerca de 45,40% da produção nacional. Este trabalho teve como objetivo avaliar e comparar a estabilidade do suco tropical de goiaba obtido pelos processos de enchimento à quente e asséptico com relação aos aspectos das alterações químicas, físico-químicas, microbiológicas e sensoriais, durante um período de 250 dias de armazenamento em condições similares às de comercialização (28 ± 2ºC). Os sucos estudados não apresentaram interação significativa entre as embalagens estudadas e o tempo de armazenamento. Os parâmetros vitamina C, SO2 e fenólicos totais foram os mais afetados ao longo do armazenamento. Para os resultados da análise sensorial, estes praticamente não se alteraram até o tempo 150 dias de armazenamento. Com relação a avaliação microbiológica, os sucos encontram-se comercialmente estéreis.
Descrição: SILVA, Daniele Sales da. Estabilidade do suco tropical de goiaba (Psidium guajava L.) não adoçado obtido pelos processos de enchimento à quente e asséptico. 2007. 98 f. : Dissertação (mestrado) - Universidade Federal do Ceará, Centro de Ciências Agrárias, Departamento de Tecnologia de Alimentos, Fortaleza-CE, 2007
URI: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/17299
Aparece nas coleções:DTA - Dissertações defendidas na UFC

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
2007_dis_dssilva.pdf557,7 kBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.