Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/17318
Título: Ensino da língua espanhola: importância e particularidades
Autor(es): LEAL, César Barros
Palavras-chave: Língua espanhola
Literatura espanhola
Idioma acessível
Data do documento: 1986
Editor: Revista de Letras
Citação: LEAL, C. B. (1986)
Resumo: Salta aos olhos a importância do estudo do espanhol. quarta língua mais falada no mundo, língua que não é apenas da Espanha (peninsular e insular), mas também de dezenas de países da América do Sul e América Central, de inúmeros estados norte-americanos (como Novo México, Texas, Califórnia e Arizona), das Filipinas (onde é língua oficial ao lado do inglês e do tagalo) e de algumas partes do Oriente Médio e do Norte da África, sem esquecer as comunidades hebréias na zona do Mediterrâneo, ou seja, os sefardíes, descendentes dos judeus que no século XV foram expulsos da Espanha (sefardíes em hebreu significa espanhóis). Bem o disse José Vasconcelos: "não se põe o sol nos domínios da língua castelhana." Uma das línguas oficiais da ONU, oferece o espanhol largas perspectivas de comunicação, sendo de grande utilidade para os turistas que, viajando por todo o mundo, têm a oportunidade de usá-lo com frequência. Causa espécie, inclusive, a difusão desta língua na América do Norte, onde a sua penetração já alcança níveis inquietantes, como fez ver, no ano passado, uma notícia veiculada pelo jornal O Estado de São Paulo e reproduzida na imprensa local...
Descrição: LEAL, César Barros. Ensino da língua espanhola: importância e particularidades. Rev. de Letras, Fortaleza, v. 11, n. 2, p. 175-179, jul./dez. 1986.
URI: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/17318
ISSN: 0101-8051
Aparece nas coleções:DLV - Artigos publicados em revistas científicas

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
1986_art_cbleal.pdf626,01 kBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.