Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/17351
Título: O nível narrativo e metafórico da Hora di Bai de Manuel Ferreira
Autor(es): FERREIRA, João
Palavras-chave: Literatura
Narrativa
Manuel Ferreira
Data do documento: 1987
Editor: Revista de Letras
Citação: FERREIRA, J. (1987)
Resumo: Globalmente, a narrativa de Manuel Ferreira atinge seus objetivos oferecendo ao leitor os dados de uma estoria trágica cujo começo se situa na fome que avassalou a ilha de S. Nicolau e cujo desfecho termina no saque e na chuva da ilha de S. Vicente. Ao nível de pragmática narrativa, Manuel Ferreira obtém em Hora di Bai o sucesso de um emérito narrador. Toda a projeção simbólica carregada através do discurso prende o leitor, num movimento progressivo que o faz caminhar desde a descrição do flagelo da fome e da estiagem até às estorias individuais e biográficas dos humildes que participam da metáfora maior que é a fome e a luta pela sobrevivência. O ambiente entre os migrantes da leva a caminho de São Vicente, a descrença do povo nas propostas de emigração para S. Tomé onde a qualidade de vida é comparada à escravidão, as farras, os amores, a prostituição e a arte de construir os personagens maiores e menores como Chico Afonso, Xandinha, Juca, Nha Venância, Dr. César, Dr. Maia, Dr. França, capitão Fonseca Morais, Beatriz, alferes Viegas, Sebastião Cunha etc. são pontos altos do vigor narrativo de Manuel Ferreira...
Descrição: FERREIRA, João. O nível narrativo e metafórico da Hora di Bai de Manuel Ferreira. Revista de Letras, Fortaleza, v. 12, n. 1/2, p. 103-113, jan./dez. 1987.
URI: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/17351
ISSN: 0101-8051
Aparece nas coleções:DLV - Artigos publicados em revistas científicas

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
1987_art_jferreira.pdf1,47 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.