Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/17392
Título: Por que ler Clarice?
Autor(es): GOTLIB, Nádia Battella
Palavras-chave: Crônicas
Poesias
Literatura brasileira
Data do documento: 1988
Editor: Revista de Letras
Citação: GOTLIB, N. B. (1988)
Resumo: Para tentar responder à pergunta que é o tema deste nosso Encontro - Por que ler Clarice? - remonto a uma pergunta que a própria Clarice se fez, a respeito de sua própria escrita. Em crônica do "Jornal do Brasil", onde colaborou aos sábados, durante seis anos (1967-1973), no dia 7 de setembro de 1968 publica quatro curtos trechos em prosa, um dos quais se intitula ''Mistério". E indaga: "Quando comecei a escrever, que desejava eu atingir? Queria escrever alguma coisa que fosse tranquila e sem modas, alguma coisa como a lembrança de um alto monumento que parece mais alto porque é lembrança. Mas queria, de passagem, ter realmente tocado no monumento. Sinceramente não sei o que simbolizava para mim a palavra monumento. E terminei escrevendo coisas inteiramente diferentes". O modo pelo qual ela explica o como escreve traduz, já, um possível caminho deste nosso percurso de leitura. Clarice quer tocar a coisa: o objeto. No caso, o ''monumento''. Mas desiste. Inclusive, por uma falha técnica: não sabe o que simbolizava para ela a palavra ''monumento". E acaba escrevendo outras coisas . Esta disjunção entre o que quer e o que acaba fazendo talvez seja um eixo de explicação de toda a escrita de Clarice, de todo um caminho de escrita que se constrói na proposta mesma de acatar o que não lhe vinha, aceitando o que lhe vem...
Descrição: GOTLIB, Nádia Battella. Por que ler Clarice? Revista de Letras, Fortaleza, v. 13, n. 1/2, p. 175-182, jan./dez. 1988.
URI: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/17392
ISSN: 0101-8051
Aparece nas coleções:DLV - Artigos publicados em revistas científicas

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
1988_art_nbgotlib.pdf1,1 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.